Poesia do Socialismo Português. No percurso de 1850 a 1974




Recomendar livro a um amigo
Autoria: Sílvio Castro

Sinopse:

O presente estudo tem uma finalidade centralizante: verificar e demonstrar a existência de um projecto na e da literatura portuguesa, no período convencional que vai de 1850 a 1974, caracterizado pelo empenho de unir a criação de poesia à mais profunda e complexa realidade sociopolítica do país. A escolha das duas datas extremas já define, de certa maneira, a intenção que guia a nossa análise, isto é, 1850 como momento directamente ligado às primeiras manifestações socialistas em Portugal; 1974, evento culminante da objectivação do ideal socialista, longamente cultivado, com a Revolução dos Cravos. Neste amplo e difícil percurso histórico – naturalmente com as características próprias de cada época e sempre num continuado processo de evolução dos factos formais da linguagem – a poesia portuguesa moderna e contemporânea criou e produziu um diverso, revolucionário “poema”.

Detalhes:

Ano: 2010
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 315
Formato: 23x16
ISBN: 978-972-772-958-6
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
16/12/2017
CONTOS PRÓDIGOS (e outros) VADIOS, da autoria de Conceição Oliveira
LANÇAMENTO: dia 16 (sábado) de dezembro de 2017, pelas 16h00, na Biblioteca Municipal de Aveiro

16/12/2017
EM NOME DO FILHO, da autoria de Manuel da Luz
LANÇAMENTO: Dia 16 de Dezembro de 2017 (sábado), às 15h15, no Museu de Portimão. Apresentação: Dr.ª Dália Paulo

16/12/2017
ANARQUISMO MODERNO, MAS NÃO PÓS-MODERNO, Org: António Cândido Franco, Carlos Abreu, João Freire, Manuela Parreira da Silva, Maria Alexandre Lousada
LANÇAMENTO: Dia 16 de Dezembro de 2017 (sáb.), às 15h00, no Museu do Aljube, em Lisboa. Apresentação: José Bragança de Miranda

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99