Cidade Universitária de Lisboa (1911-1950)

Génese de uma Difícil Territorialização




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

A ocupação do território surge inevitavelmente de modo complexo e como resultado de múltiplas interacções e tensões. Esta investigação procurou compreender como é que se foi construindo o que é hoje a Cidade Universitária de Lisboa, no período que vai da formação da Universidade da capital (1911) até ao final dos anos 1940. Este objecto suscita a curiosidade por não se constituir como uma das peças que se colocam comummente nas estrelas da produção arquitectónica portuguesa do período do Estado Novo e por contrariar, deste modo, o que enquanto programa seria de prever. A suecessão de acontecimentos fantasmas e de realizações efectivas deixaram, até hoje, que se constituísse como um território escasso de solidez. O carácter hostil que este pedaço de Lisboa sempre apresentou encontra, no período em estudo, algumas das suas primeiras âncoras, motivações e justificações.

Detalhes:

Ano: 2008
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 188
Formato: 23x16
ISBN: 978-972-772-814-5
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
16/12/2017
CONTOS PRÓDIGOS (e outros) VADIOS, da autoria de Conceição Oliveira
LANÇAMENTO: dia 16 (sábado) de dezembro de 2017, pelas 16h00, na Biblioteca Municipal de Aveiro

16/12/2017
EM NOME DO FILHO, da autoria de Manuel da Luz
LANÇAMENTO: Dia 16 de Dezembro de 2017 (sábado), às 15h15, no Museu de Portimão. Apresentação: Dr.ª Dália Paulo

16/12/2017
ANARQUISMO MODERNO, MAS NÃO PÓS-MODERNO, Org: António Cândido Franco, Carlos Abreu, João Freire, Manuela Parreira da Silva, Maria Alexandre Lousada
LANÇAMENTO: Dia 16 de Dezembro de 2017 (sáb.), às 15h00, no Museu do Aljube, em Lisboa. Apresentação: José Bragança de Miranda

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99