Telejornais em Exame




Recomendar livro a um amigo
Colaboração com a entidade: Instituto Politécnico de Lisboa

Sinopse:

Este livro apresenta os resultados do projecto “Análise Comparativa dos Telejornais da RTP1, SIC, TVI e RTP2 em Horário Nobre”, desenvolvido no âmbito do CIMDE - Centro de Investigação Media e Democracia, coordenado por Joel Silveira e com a participação de Pamela Shoemaker da Universidade de Syracuse e Akiba Cohen, das Universidades de Columbia e Telavive. O objectivo central desta investigação consistiu na análise de conteúdo, em termos quantitativos, e caracterização metodológica da informação televisiva referente ao ano de 2002 e no espaço de horário nobre. Nesse âmbito, e para além da análise categorial das notícias procurou-se, igualmente, estudar a lógica do alinhamento de texto, as estratégias da captação e fidelização dos públicos e respectivos perfis bem como as lógicas económicas subjacentes à organização da informação televisiva de cada canal.

Índice:

Agradecimentos
Introdução


I PARTE – OS TELEJORNAIS EM PORTUGAL
Capítulo 1 – Uma teoria sobre as notícias
2.1 − Noticiabilidade
2.2 − A evolução biológica
2.3 – Boas notícias, más notícias
2.4 − A evolução cultural
2.5 − Interacção entre biologia e cultura
2.6 − A medição das variáveis

Capítulo 2 – Método

Capítulo 3 – Os telejornais da RTP1: contextualização histórica, modelos e análise do horário nobre

3.1 − Introdução à análise das notícias da RTP1
3.2 − Bases teóricas sobre a definição de notícias em diferentes culturas
3.3 − Perspectiva histórica do telejornal
3.4 − Telejornal e serviço público de televisão
3.4.1 − Entendimentos políticos do serviço público de televisão
3.5 − Análise de conteúdo do telejornal
3.5.1 − Caracterização da amostra
3.5.2 − Cobertura geográfica do telejornal da RTP1
3.5.3 − Géneros narrativos
3.5.4 − Tematização do telejornal
3.5.5 − Notícias desviantes: níveis estatístico, normativo e de mudança social
3.5.6 − Significância social
3.5.7 − Análise das notícias desviantes e com significância social
3.5.8 − Caracterização da desviância e da significância social no alinhamento do telejornal
3.5.9 − Tratamento geográfico das notícias desviantes e com significância social
3.5.10 − Tematização e significância social
3.5.11 − O alinhamento do telejornal
3.6 − Contributo para uma discussão futura sobre a informação televisiva

Capítulo 4 – O jornal da noite da SIC
4.1 − Introdução
4.2 − Produção do jornal da noite
4.3 – Formato do telejornal
4.4 − Conteúdos do telejornal
4.4.1 – Valorização da notícia
4.5 − Notícias desviantes
4.5.1 − Notícias desviantes estatisticamente
4.5.2 − Potencial de mudança social
4.5.3 − Desviante normativa
4.6 − Significância social
4.6.1 − Significância política
4.6.2 − Significância económica
4.6.3 – Significância cultural
4.6.4 – Significância pública
4.7 − Alinhamento do jornal da noite
4.8 – Considerações finais
Capítulo 5 – O jornal nacional da TVI
5.1 − Identidade do jornal nacional
5.2 − Imagens e palavras na mensagem televisiva
5.3 − Análise de resultados
5.3.1 − Dimensões de desviância
5.3.2 − Dimensões de significância social
5.3.3 − Valência no jornal nacional
5.4 − Agenda e tematização
5.4.1 – Valência, desvio e uso estratégico das principais áreas temáticas
5.5 – Considerações finais

Capítulo 6 – O jornal 2, da RTP2: apesar de tudo uma informação de serviço público
6.1 − Caracterização do jornal 2
6.2 − Estrutura do jornal 2
6.3 − Conteúdos e tematização do jornal 2
6.4 − Onde ocorrem as notícias do jornal 2
6.5 − Os valores¬ notícia do jornal 2
6.5.1 – Variável desviância
6.5.2 – Variável significância social
6.5.3 – Variável valência
6.6 − O alinhamento do jornal 2

Capítulo 7 – Quanto valem as notícias? – publicidade e telejornais de horário nobre
7.1 − Publicidade e horário nobre
7.2 − Caracterização da publicidade
7.3 − Investimento publicitário
7.4 − Modelo económico de cada um dos canais em cada ano de análise
7.5 − Conclusões
Capítulo 8 – Informação televisiva e modelos de serviço público de televisão
8.1 − Modelos enunciativos dos telejornais


II PARTE – TENDÊNCIAS INTERNACIONAIS DE TELEJORNAIS

Capítulo 9 – Desviância e significância social nas notícias televisivas em portugal e noutros países
9.1 − O projecto News Around the World
9.2 − A análise de conteúdo
9.2.1 – As amostras
9.2.2 – As unidades de análise
9.2.3 – Codificar os itens televisivos
9.2.4 – As variáveis codificadas
9.2.5 – Formação dos codificadores
9.2.6 – Fiabilidade e validade
9.3 − Resultados
9.3.1 – Tópicos das notícias
9.3.2 – A desviância nas notícias
9.3.3 – A significância social nas notícias
9.4 – Total dos níveis de desviância e de significância social
9.4.1 – Desviância e tópicos das notícias
9.4.2 – Significância social e tópicos das notícias
9.5 – Portugal: enquadrado a meio do terreno

Capítulo 10 – As notícias televisivas Norte-Americanas na Era dos novos media
10.1 − A paisagem mediática: as notícias televisivas nos Estados Unidos
10.2 − Tendências dos conteúdos das notícias televisivas
10.3 − O desafio dos novos media
10.4 − Conclusões
Capítulo 11 – Os telejornais em Itália
11.1 − Uma breve história do sistema televisivo italiano: um mercado (im)perfeito
11.2 − A estrutura dos canais
11.3 − Os telejornais: história e funções
11.4 − Uma autópsia aos telejornais
11.5 − Mas quanto se assemelha o TG1 ao TG5?

Capítulo 12 – Noticiários televisivos em Espanha
12.1 − Resumo
12.2 − Introdução
12.3 − Investigação sobre os noticiários televisivos
12.4 − Caracterização da televisão em Espanha
12.5 − Caracterização da informação na televisão
12.6 − Conclusões

Capítulo 13 – Quando as estruturas mudam, os conteúdos mantêm-se: as notícias televisivas na Finlândia nos anos 2000
13.1 − O estado da arte na investigação
13.2 − A paisagem televisiva finlandesa nos anos 2000
13.3 − As notícias televisivas finlandesas entre 2000 e 2004
13.3.1 − Análise quantitativa 2000¬ 2004
13.3.2 − Análise quantitativa de conteúdo (2002)
13.4 − Notas conclusivas
13.5 − Perspectivas escandinavas

Capítulo 14 – O caso português, ou os desencontros da informaçâo televisiva com a cidadania
14.1 − Ao princípio, era a política
14.2 − Elite política versus sociedade civil
14.3 − Telecerimónias e telesquecimentos
14.4 − Acontecimentos e práticas que ‘produzem’ públicos
14.5 − Mimetismos e protocolos de agenda
14.6 − A informação televisiva face à experiência da cidadania
14.7 − Notas finais


SOBRE OS ORGANIZADORES:

Joel Frederico da Silveira (1953 2009). Foi Presidente do CIMDE – Centro de Investigação Média e Democracia – desde 2003. Leccionou disciplinas integradas na Licenciatura e no Mestrado em Jornalismo da Escola Superior de Comunicação Social, do Instituto Politécnico de Lisboa. Pertenceu ao Conselho de Opinião da RTP (1996 2001). Foi membro da Alta Autoridade para a Comunicação Social (2001 2003). Foi membro da direcção da SOPCOM (Associação Portuguesa para as Ciências da Comunicação), do Steering Committee do programa de investigação “Changing Media – Changing Europe”, da European Science Foundation (2001 2004).

Pamela Shoemaker – Professora na S. I. Newhouse School of Public Communications at Syracuse University, Syracuse, Nova Iorque, Estados Unidos. Foi directora da School of Journalism at Ohio State University e Presidente da Association for Education in Journalism and Mass Communications. É investigadora e professora nas áreas da Comunicação Internacional, da Sociologia dos Media e da Teoria da Notícia e Comunicação Política.

Detalhes:

Ano: 2010
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 354
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-002-5
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
23/11/2019
ROSÁLIA – A menina Exposta da Roda, da autoria de Florbela Teixeira
LANÇAMENTO: dia 23 de Novembro de 2019 (sábado), das 16h00 às 18h00, na Biblioteca Municipal de Palmela

20/11/2019
A ILHA É UMA LUPA, da autoria de Maria José Nazaré
LANÇAMENTO: dia 20 de Novembro (4.ª feira) às 18h30, no Espaço UCCLA, em Lisboa

17/11/2019
VERSOS DISPERSOS, da autoria de José da Luz
LANÇAMENTO: 17 de Novembro, às 15h00, no Auditório da União de Freguesias Bispo, Vila e Silveiras. Apresentação: Alice Barreiros

16/11/2019
CASTELO DE VIDE – História e Sociedade (1906 a 1951), da autoria de Mateus da Cruz Maniés (†)
LANÇAMENTO: dia 16 de Novembro (sáb.) às 16h00, na Fundação Nossa Senhora da Esperança, em Castelo de Vide. Apresentação: Professor Doutor Francisco Sepúlveda Teixeira

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99