As Linhas de Torres Vedras – Invasão e Resistência 1810-1811

Invasão e Resistência 1810-1811




Recomendar livro a um amigo
Autoria: Cristina Clímaco
Colaboração com a entidade: Câmara Municipal de Torres Vedras

16,00 €
detalhes do preço

Stock: esgotado


Sinopse:

Face à iminência de uma 3.ª invasão pelas tropas de Napoleão, Wellington elaborou em 1810 um plano de defesa de Portugal assente em 3 pontos: a edificação de uma linha de fortificações a norte da península de Lisboa – as Linhas de Torres Vedras –, retirada da população da Beira e da Estremadura para a retaguarda das fortificações, e a destruição de todos os meios de subsistência e de meios de produção que pudessem permitir às tropas francesas subsistirem na região. Wellington contava para o sucesso do seu plano com o nacionalismo do povo português ao qual pediu o sacríficio de se arruinar e de arruinar o país para o salvar das garras da águia francesa. O estado de devastação em que se encontrou Portugal após a retirada dos franceses, em Março de 1811, mostra a violência intrínseca a um tal plano, sem dúvida genial se considerado do ponto de vista da arte das fortificações, mas na concepção do qual a dimensão humana não foi tida em conta.

Índice:

Cronologia

Introdução

Capítulo 1 – Projecto e construção das Linhas de Torres Vedras
1.1. A questão da primazia do projecto
1.2. O Plano de Wellington
1.3. Aspectos técnicos da construção das Linhas de Torres Vedras
1.4. A dimensão humana

Capítulo 2 – O exército francês e as Linhas de Torres Vedras
2.1. A marcha até às Linhas
2.2. Os franceses perante as Linhas
2.3. O problema das subsistências

Capítulo 3 – O drama das Linhas de Torres Vedras
3.1. A resistência ao plano de Wellington ou a expressão do nacionalismo português
3.2. O outro lado das Linhas ou a expressão do patriotismo português
3.3. O estado da região após a invasão de Massena

Conclusão

Anexos

Bibliografia

Detalhes:

Ano: 2010
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 216
Formato: 27x19
ISBN: 978-989-689-029-2
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
28/11/2017
E ANICETO VEM À LUZ, da autoria de Joseia Matos Mira
LANÇAMENTO: Dia 28 de Novembro de 2017 (3.ª feira), às 18h00, na Biblioteca Palácio Galveias, em Lisboa. Apresentação: Fernando Couto e Santos

28/11/2017
CONVERSAS SOBRE HISTÓRIA DA MÚSICA, da autoria de Jorge Costa Pinto
LANÇAMENTO: dia 28 de Novembro de 2017 (3.ª feira), entre as 11h30 e as 12h30, na Salão Nobre Academia Sénior, na Parede

27/11/2017
ROMEU CORREIA, com coordenação de Edite Simões Condeixa
LANÇAMENTO: Dia 27 de Novembro de 2017 (2.ª feira), às 18h00, no Fórum Municipal Romeu Correia, em Almada. Apresentação: Vitor Fernandes – poeta e romancista

25/11/2017
ANTÓNIO MARIA LISBOA – Eterno Amoroso, da autoria de Joana Lima
LANÇAMENTO: dia 25 de Novembro de 2017 (sábado), às 17h00, na Livraria Letra Livre, Galeria Zé dos Bois, em Lisboa

20/11/2017
JOÃO INOCÊNCIO CAMACHO DE FREITAS, da autoria de João Abel de Freitas
APRESENTAÇÃO: Dia 20 de Novembro de 2017 (2.ª feira), às 18h00, Auditório da Reitoria da Universidade da Madeira. Apresentação – Marcelino de Castro (Director da Revista Islenha)

18/11/2017
ANGOLA – O 4 de Fevereiro de 1961 em Luanda e Outras Memórias, da autoria de César Gomes
LANÇAMENTO: dia 18 de Novembro de 2017 (sábado), às 15h30, Auditório do Hotel Solverde, Granja (Espinho)

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99