Faces de Eva, 24




Recomendar livro a um amigo
Colaboração com a entidade: Universidade Nova de Lisboa
Colecção: Faces de Eva

Sinopse:

“O feminismo não é a luta das mulheres contra os homens: é luta das mulheres pela sua autodeterminação; é o processo de libertação de uma cultura subjugada; é a conquista do espaço social e político onde ser mulher tenha lugar. Luta, libertação e conquista que significam necessariamente uma maior riqueza para tudo o que é humano” (Maria de Lourdes Pintasilgo, Os novos feminismos, Lisboa, Morais, 1981, p. 23). Estas palavras escritas por Maria de Lourdes Pintasilgo há cerca de trinta anos primam ainda hoje pela sua actualidade. Muitas coisas se passaram desde então e muitas coisas permaneceram. À questão tantas vezes formulada sobre a actualidade e necessidade do feminismo hoje em dia, responde com a noção inovadora de espaço enquanto definidora de ser mulher. (…). Ser feminista significava, pois, actualizar as suas potencialidades de razão e acção pela conquista de um espaço na família, na sociedade, na humanidade. Virgínia de Castro e Almeida, uma mulher convertida ao feminismo quando consciencializou a sua abrangência e significado, considerava-o “uma grande e generosa ideia de redenção, que avança gravemente com a gravidade majestosa de todas as forças invencíveis destinadas a mudar a face do mundo (Virgínia de Castro e Almeida, A Mulher, Lisboa, Livraria da Clínica Editora, 1913, p.14).

Índice:

Nota de abertura

Estudos
Luísa Viana de Paiva Boléo
Luise Ey. A Amiga de Portugal

Daniel Mill e Fernando Fidalgo
O trabalho da mulher na educação a distância da idade da mídia. Sobre teletrabalho, tecnologia e relações sociais de sexo

Maria João Mogarro
Ser professora em Portugal nos anos sessenta. Representações e discursos femininos na imprensa pedagógica

Paulo Delgado
“O Marido sou eu”. Atribuições da mulher na família portuguesa

João Esteves
As Mulheres de Outubro de 1910

Maria Lúcia Wiltshire de Oliveira
A Dona pé-de-cabra, agonia e triunfo do feminino


Estado da Questão
Do Instituto Infante D. Affonso ao Instituto de Odivelas. Subsídio para

o conhecimento do lugar da mulher na sociedade portuguesa


Diálogos
Alice Samara, Maria José Remédios e Natividade Monteiro
Falar de mulheres e da República


Entrevistas
Ieda Oliveira
Maria José Paschoal


Pioneiras
Manuela Ramalho Eanes
Vanessa Fernandes


(Auto)-retrato
Isabel Stilwell
Florinda dos Santos Lucena


Toponímia no Feminino
Eufrásia Magalhães
Toponímia Feminina de Coimbra II


Leituras


Notícias


Resumos / Abstracts / Resumés
Normas para a apresentação de originais
Proposta de assinatura

Detalhes:

Ano: 2010
Capa: capa mole
Tipo: Revista
N. páginas: 260
Formato: 23x16
ISSN: 0874-6885
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
16/12/2017
CONTOS PRÓDIGOS (e outros) VADIOS, da autoria de Conceição Oliveira
LANÇAMENTO: dia 16 (sábado) de dezembro de 2017, pelas 16h00, na Biblioteca Municipal de Aveiro

16/12/2017
EM NOME DO FILHO, da autoria de Manuel da Luz
LANÇAMENTO: Dia 16 de Dezembro de 2017 (sábado), às 15h15, no Museu de Portimão. Apresentação: Dr.ª Dália Paulo

16/12/2017
ANARQUISMO MODERNO, MAS NÃO PÓS-MODERNO, Org: António Cândido Franco, Carlos Abreu, João Freire, Manuela Parreira da Silva, Maria Alexandre Lousada
LANÇAMENTO: Dia 16 de Dezembro de 2017 (sáb.), às 15h00, no Museu do Aljube, em Lisboa. Apresentação: José Bragança de Miranda

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99