Contribuição para o Estudo da Modelação da Digestão Anaeróbica de Resíduos Sólidos




Recomendar livro a um amigo
Autoria: Vicente Ferreira
Colaboração com a entidade: Instituto Politécnico de Lisboa

Sinopse:

Este livro é um contributo para o estudo do desenvolvimento de um modelo matemático aplicado à digestão anaeróbia de resíduos sólidos, que incorpore os condicionamentos da geometria dos reactores e a sua influência na cinética do processo biológico. Nesse sentido, propõe-se avaliar o comportamento cinético de três reactores, com o mesmo volume mas com diferentes relações tridimensionais, utilizando o mesmo substrato, e idênticos parâmetros ambientais e operacionais de funcionamento. Pretendeu-se estudar em que medida a relação do comprimento, largura e altura de um reactor pode interferir nas taxas de remoção de substrato, condicionando a respectiva difusão na biomassa e crescimento dos microrganismos. Considera-se que este aspecto é do maior interesse para o desenvolvimento de um modelo cinético, podendo minimizar desvios inerentes à própria modelação de processos biológicos complexos.

Índice:

1. INTRODUÇÃO
1.1. Nota introdutória
1.2. Classes de digestão anaeróbia em função do teor de sólidos
1.2.1. Classificação
1.2.2. Digestão anaeróbia líquida
1.2.3. Digestão anaeróbia semilíquida
1.2.4. Digestão anaeróbia húmida
1.3. Aspectos relevantes da aplicação da digestão anaeróbia aos resíduos sólidos
1.3.1. O processo como solução ambiental
1.3.2. O processo como fonte alternativa de energia renovável
1.4. Tecnologias e processos de digestão anaeróbia aplicadas a resíduos sólidos
1.4.1. Pré-tratamentos
1.4.2. Técnicas de optimização do processo biológico
1.4.2.1. Co-digestão
1.4.2.2. Separação de fases
1.4.2.3. Recirculação de lixiviados
1.4.3. Desenvolvimento científico e tecnológico de reactores
1.4.3.1. Estado da tecnologia
1.4.3.2. Tecnologias comerciais
1.4.3.2.1. Principais tecnologias disponíveis
1.4.3.2.2. Tecnologia Valorga
1.4.3.2.3. Tecnologia Dranco
1.4.3.2.4. Tecnologia Kompogas
1.4.3.2.5. Tecnologia Kruger
1.5. Aspectos fundamentais da digestão anaeróbia
1.5.1. Factores ambientais
1.5.1.1. Teor de sólidos
1.5.1.2. pH
1.5.1.3. Temperatura
1.5.1.4. Tempo de retenção
1.5.1.5. Características do substrato
1.5.2. Cinética do processo
1.5.2.1. Os mecanismos da digestão anaeróbia
1.5.2.2. Fase hidrolítica e acidogénica ou fermentativa
1.5.2.3. Fase acetogénica
1.5.2.3.1. Considerações gerais
1.5.2.3.2. Bactérias acetogénicas
1.5.2.3.3. Bactérias homoacetogénicas
1.5.2.4. Fase metanogénica
1.5.2.4.1. Considerações gerais
1.5.2.4.2. Bactérias hidrogenofílicas
1.5.2.4.3. Bactérias acetoclásticas
1.5.2.5. Bactérias sulfato¬ redutoras
1.6. Modelação do processo de crescimento biológico
1.6.1. Aspectos condicionantes da modelação
1.6.2. Interpretação de alguns formalismos

2. OBJECTIVOS

3. PLANO EXPERIMENTAL
3.1. Abordagem teórica
3.2. Desenvolvimento do plano experimental
3.3. Fase 1 – Ensaios com glucose
3.4. Fase 2 – Ensaios com FORSU e relva

4. MATERIAIS E MÉTODOS
4.1. Instalação experimental
4.1.1. Reactores
4.1.2. Recolha de biogás
4.1.3. Acondicionamento do inóculo
4.1.4. Acondicionamento do substrato
4.1.5. Regulação térmica dos reactores
4.1.6. Preparação da mistura e carga dos reactores
4.2. Métodos analíticos
4.2.1. Fase líquida
4.2.2. Fase gasosa
4.3. Métodos de cálculo
4.4. Critérios para avaliação comparativa dos reactores
4.5. Ajustamento paramétrico
4.6. Expressões do modelo de Monod utilizadas na exploração
de resultados

5. RESULTADOS E DISCUSSÃO
5.1. Resultados
5.1.1. ST
5.1.2. SST
5.1.3. SV
5.1.4. SSV
5.1.5. CQOf
5.1.6. pH
5.1.7. Produção de gás
5.1.8. Taxas de remoção de substrato
5.2. Exploração de resultados
5.2.1. Avaliação comparativa do comportamento dos três reactores
5.2.1.1. Referente aos SV
5.2.1.2. Referente à CQOf
5.2.1.3. Referente à produção de CH4
5.2.1.3.1. Avaliação da produção CH4 por reactor
5.2.1.3.2. Análise da produção CH4
5.2.1.3.3. TR mínimo por reactor no arranque
da produção de CH4
5.2.1.3.4. Valores máximos da relação CH4/SV
do inóculo
5.2.1.3.5. Valores máximos da relação CH4/SSV
inóculo
5.2.1.4. Análise de incidência dos níveis de eficiência
5.2.2. Proposta de um formalismo cinético para incorporar
a influência da geometria do reactor
5.2.2.1. Aspectos gerais
5.2.2.2. Proposta de formalismo cinético reaccional
5.2.2.3. Aplicação do formalismo proposto aos resultados
5.2.2.4. Análise de sensibilidade do formalismo proposto

6. CONCLUSÕES E PERSPECTIVAS DE TRABALHO FUTURO

7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ANEXO I – Resultados Experimentais
ANEXO II – Produção Global de Resíduos da UE a 27 Membros
ANEXO III – Instalações e Tecnologias de Digestão Anaeróbia



O AUTOR:
Luís Manuel Vicente Ferreira, Presidente do Instituto Politécnico de Lisboa, é doutorado em Engenharia Sanitária pela Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade Nova de Lisboa. Especialista na área do ambiente, foi Presidente e professor-coordenador do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa. No sector privado foi Director da empresa Dessis e responsável pelo sector de biogás da Quasis. É autor de cerca de quatro dezenas de trabalhos científicos, publicados em revistas académicas nacionais e estrangeiras.

Detalhes:

Ano: 2011
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 196
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-052-0
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
18/11/2017
ANGOLA – O 4 de Fevereiro de 1961 em Luanda e Outras Memórias, da autoria de César Gomes
LANÇAMENTO: dia 18 de Novembro de 2017 (sábado), às 15h30, Auditório do Hotel Solverde, Granja (Espinho)

11/11/2017
PSICANÁLISE. SUJEITO E OBJECTO NA CURA ANALÍTICA, da autoria de Orlando Fialho
LANÇAMENTO: Dia 11 de Novembro de 2017 (Sábado), às 18h15, Hotel Holiday Inn Continental, Lisboa. Apresentação: Dr.ª Manuela Harthley

01/11/2017
A ORGANIZAÇÃO ARQUIVÍSTICA – O Fundo "Administração do Concelho de Torres Vedras", de Suzete Lemos Marques
LANÇAMENTO: dia 1 de novembro (4.ª feira), às 16h00, em Torres Vedras. Apresentação: Prof. Doutor Carlos Guardado da Silva

25/10/2017
DIPLOMACIA PENINSULAR E OPERAÇÕES SECRETAS NA GUERRA COLONIAL, da autoria de María José Tíscar
APRESENTAÇÃO: Dia 25 de Outubro de 2017 (4.ª feira), às 18h30 no Instituto Cervantes, em Lisboa. Apresentação de José Manuel Duarte de Jesus (Embaixador Jubilado)

24/10/2017
A PIDE NO XADREZ AFRICANO – Angola | Zaire | Guiné | Moçambique, da autoria de María José Tíscar
LANÇAMENTO: Dia 24 de Outubro de 2017 (3.ª feira), às 18h00, na Comissão Portuguesa de História Militar, em lisboa

21/10/2017
VINTE MIL LÉGUAS DE PALAVRAS, da autoria de Luís Cunha
LANÇAMENTO: Dia 21 de Outubro de 2017 (sábado), às h00, na Biblioteca Municipal Manuel da Fonseca, em Santiago do Cacém

20/10/2017
ELITES E EDUCAÇÃO. Évora e o Liceu. As Escolas e os Estudantes – Da Monarquia Constitucional ao Estado Novo, de Fernando Luís Gameiro
LANÇAMENTO: Dia 20 de Outubro de 2017 (6.ª feira), às 17h30, na Pousada Convento dos Lóios, em Évora

19/10/2017
JOÃO INOCÊNCIO CAMACHO DE FREITAS, da autoria de João Abel de Freitas
APRESENTAÇÃO: Dia 19 de Outubro de 2017 (5.ª feira), às 18h30, no Restaurante da Ordem dos Engenheiros, em Lisboa. Apresentação do Comandante Carlos de Almada Contreiras

19/10/2017
NEM TUDO ACONTECE POR ACASO, de Manuel do Nascimento
LANÇAMENTO: dia 19 de Outubro (5.ª feira), às 18h30, no Consulado-Geral de Portugal em Paris, França

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99