Eu, Amato Lusitano

no V Centenário do seu Nascimento




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

Amato Lusitano pertence à galeria dos médicos portugueses de origem judaica que, compelidos a abandonar o País por via da intolerância e das perseguições étnico-religiosas de então, fizeram no estrangeiro brilhar bem alto o nível da medicina lusa, tratando reis, Papas e a nobreza europeia. Tendo nascido em Castelo Branco, em 1511, estudou Artes e Medicina em Salamanca, uma das mais prestigiadas universidades da época. Regressado a Portugal, sob a iminência da instalação da Inquisição joanina fugiu para Antuérpia, à semelhança de muitos outros judeus portuguêses. Depois, sempre por razões da sua origem e fé matriciais, tornou-se um ‘judeu errante’. Refugiou-se em Ferrara, Ancona, Pesaro e Ragusa, mas terminaria os seus dias em Salónica, então sob domínio do Império Otomano, onde os judeus eram bem acolhidos e podiam praticar livremente a sua religião. Foi um brilhante e empenhado médico humanista – “um dos maiores clínicos portugueses de sempre”, no dizer do historiador Joaquim Veríssimo Serrão. Deixou obra escrita de grande envergadura e saber: “Com as suas Sete Centúrias de Curas Medicinais estabeleceu o nível mais alto de medicina clínica experimental e filosófica do século XVI” (Boris Catz).

Índice:

NÓTULA INTRODUTÓRIA

TÁBUA CRONOLÓGICA


PARTE I. AMATO LUSITANO: UMA AUTOBIOGRAFIA POSSÍVEL
– Meditação de Amato Lusitano no leito de morte
– Castelo Branco
– Salamanca
– Portugal
– Flandres
– Ferrara
– Ancona
– Pesaro
– Ragusa
– Salónica
– A morte de Amato Lusitano


PARTE II. O “MISTÉRIO” DO DESAPARECIMENTO DO TÚMULO DE AMATO LUSITANO


PARTE III. NOTAS COMPLEMENTARES SOBRE A VIDA E OBRA DE AMATO LUSITANO


ANEXOS
Anexo I: Juramento de Amato Lusitano
Anexo II: Decreto de expulsão dos judeus de Portugal
Anexo III: Um auto de fé em Lisboa


BIBLIOGRAFIA CITADA


O AUTOR:
João Augusto David de Morais nasceu em Angola, mas reside e exerce as suas actividades profissionais em Évora, desde 1976.
Em Portugal, licenciou-se, doutorou-se e fez a agregação em Medicina, especializando-se, sucessivamente, em Medicina Interna, Infecciologia e Medicina Tropical. Na Bélgica, obteve o master's degree em Saúde Pública, no Institut Prince Leopold, de Antuérpia. Em Itália, estagiou com a prestigiada geneticista Prof.ª Lia Paggi, na Universidade La Sapienza, de Roma. No âmbito dos inquéritos internacionais da FAO chefiou, em Luanda, durante quatro anos, o Gabinete de Estudos e Publicações da Missão de Inquéritos Agrícolas de Angola. Ao cessar funções, foi oficialmente louvado.
Foi Chefe de Clínica e Director de Serviço no Hospital do Espírito Santo de Évora. Como Professor convidado da Universidade de Évora, com a qual colaborou durante 30 anos, leccionou as disciplinas de Ecologia Humana, Parasitologia Humana e Antropologia Aplicada. Tem cooperado em diversos mestrados e cursos de pós graduação, no País e no estrangeiro.
Publicou cerca de 120 trabalhos científicos e vários livros, nas áreas da Medicina, Epidemiologia, Ecologia Humana, Antropologia Social e História. Foi galardoado com 15 prémios por trabalhos científicos e agraciado com as medalhas de ouro do Ministério da Saúde e da Câmara Municipal de Évora.

Detalhes:

Ano: 2011
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 210
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-157-2
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
16/12/2017
CONTOS PRÓDIGOS (e outros) VADIOS, da autoria de Conceição Oliveira
LANÇAMENTO: dia 16 (sábado) de dezembro de 2017, pelas 16h00, na Biblioteca Municipal de Aveiro

16/12/2017
EM NOME DO FILHO, da autoria de Manuel da Luz
LANÇAMENTO: Dia 16 de Dezembro de 2017 (sábado), às 15h15, no Museu de Portimão. Apresentação: Dr.ª Dália Paulo

16/12/2017
ANARQUISMO MODERNO, MAS NÃO PÓS-MODERNO, Org: António Cândido Franco, Carlos Abreu, João Freire, Manuela Parreira da Silva, Maria Alexandre Lousada
LANÇAMENTO: Dia 16 de Dezembro de 2017 (sáb.), às 15h00, no Museu do Aljube, em Lisboa. Apresentação: José Bragança de Miranda

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99