As Mais Antigas Fontes Portugueses

para a História de Jacarta – incluindo todos os outros documentos históricos do século V ao século XVI




Recomendar livro a um amigo
Autoria: P.e A. Heuken
Colaboração com a entidade: Fundação Calouste Gulbenkian

Sinopse:

Trata-se da versão portuguesa da obra de autoria de Adolf Heuken originalmente publicada em 1999 com o título Sumber-sumber Asli Sejarah Jakarta, (…). O ano transato assinalou o cinquentenário da chegada dos portugueses ao Extremo Oriente. Com a tomada de Malaca em 1511 por Afonso de Albuquerque, em breve a cidade se tornaria um pólo irradiador de múltiplas ações diplomáticas, missionárias e comerciais com os reinos vizinhos, plano que incluiu a aproximação a várias ilhas do arquipélago da atual Indonésia. Este trabalho de Adolf Heuken, padre jesuíta alemão residente em Jacarta e que há muito se dedica ao estudo da história da génese da presença europeia na Indonésia, revela a forma criteriosa como tem estudado os mais antigos documentos que se conhecem sobre a história de Jacarta. A passagem de portugueses pela região encontra-se documentada em pedra, na cartografia e nas crónicas. São alguns desses testemunhos que aqui se apresentam acompanhados dos comentários e interpretações do autor, profundo conhecedor da cultura e do espírito do povo indonésio. Emílio Rui Vilar (Presidente da Fundação Calouste Gulbenkian) [do Prefácio]

Índice:

Apresentação
Emílio Rui Vilar, Presidente da Fundação Calouste Gulbenkian

Apresentação (da edição inglesa)
Ana Gomes, Embaixadora de Portugal em Jacarta

Prefácio
Prefácio (à edição inglesa)

Introdução (à primeira edição indonésia)
I Prólogo: Documentos anteriores à chegada dos primeiros navios portugueses a Sunda (1513)
1. Prasasti Tugu (século V) – O mais antigo documento histórico relativo a Jacarta
2. O monge budista Fa-shien, no livro Fo-kuo chi (414 d.C.)
3. O Prasasti Kebon Kopi II (926/932) menciona Sunda
4. Chu-fan-chi (1178-1225), escrito por Chau Ju-kua, é o primeiro livro que menciona Sunda
5. A inscrição em pedra de Bogor (cerca de 1333)
6. A viagem de Bujangga Manik de Calapa até Pakuan (cerca de 1500)
7. Navios mercantes de Ryu-Kyu, em Sunda Calapa, nos inícios do século XVI
II Sunda Calapa e Jayakarta nos documentos portugueses do século XVI
8. O mais antigo testemunho sobre o reino de Sunda: Tomé Pires e a sua obra Suma Oriental (1513-1515)
9. Sunda, a Terra da Boa Pimenta, em O Livro de Duarte Barbosa (anterior a 1518)
10. Breve notícia acerca da cidade de Sunda (Calapa) no relato de A. Pigafetta (1522)
11. O Tratado Luso-Sundanês de Sunda Calapa (1522)
12. O Padrão de Sunda Calapa (1522)
13. Os acontecimentos de 1526-1527 em Sunda Calapa
13.1. Sunda Calapa conquistada pelas forças de Cirebon-Demak (1526-1527)
13.2.Navios portugueses impedidos de atracar em Sunda Calapa por forças comandadas por Fatahillah – Fontes portuguesas do século XVI: Barros, Castanheda, Couto e Correia
13.3. O novo nome de Jayakarta (Xacatara) aparece pela primeira vez na Década IV de Barros (c. 1560)
14.1. As actividades de Francisco de Sá na Costa Ocidental de Java em 1526-1527 – Livro de Marinharia
14.2. Um documento notarial acerca da actividade de Francisco de Sá em Sunda (1527)
15. Comércio entre Sunda e os portugueses (1532)
16. Brás Baião menciona Sunda Calapa cerca de 1540
17. Sunda e Calapa nas aventuras de Fernão Mendes Pinto (1546-1547)
18. Sunda nas fontes portuguesas do século XVI
18.1. João de Barros menciona o país de Sunda na sua obra clássica, Ásia
18.2. Fernão Lopes de Castanheda fornece mais informação sobre Sunda
18.3. Lendas da Índia de Gaspar Correia fornece novas informações interessantes sobre Sunda
18.4. Diogo do Couto acrescenta mais ao nosso conhecimento inicial sobre Sunda
19. O nome Sunda Calapa ainda era usado em meados do século XVI – A. Nunes (1554)
20. Fontes chinesas do século XV ao século XVII
1. O livro Sun-fêng hsiang-sung (“Belos ventos para escolta”) de cerca de 1430
2. O trabalho de Chang Hsien: Tung-hsi-yang k’ao (“Um estudo dos oceanos ocidental e oriental”) anterior a 1618
III A Costa setentrional de Sunda nos mapas portugueses do século XVI
Bibliografia

Detalhes:

Ano: 2011
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 158 (papel couché)
Formato: 23x17
ISBN: 978-972-772-630-1
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
31/12/2020
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

04/04/2020
VIAGENS E COMENTÁRIOS DE UM TEMPO SEM TEMPO, da autoria de Otilina Silva
LANÇAMENTO: dia 4 de Abril (sáb.), às 16h00, na Casa do Concelho de Alvaiázere, em Lisboa. Apresentação: Luísa Nogueira

19/03/2020
JARDINS IMAGINÁRIOS, da autoria de Francisco Martins da Silva
LANÇAMENTO: dia 19 de Março de 2020 (5.ª feira), às 18h30, na Galeria SPGL, em Lisboa

08/03/2020
KOSOVO – A Incoerência de uma Independência Inédita, da autoria de Raul Cunha
APRESENTAÇÃO: dia 8 de Março (Sábado) às 15h00, na Delegação do Clube do Sargento da Armada – Feijó. Apresentação: Major-General Carlos Branco

06/03/2020
ANTÓNIO, EM PORTALEGRE CIDADE – Romance, da autoria de Carlos Ceia
LANÇAMENTO: dia 6 de Março (6.ª feira) das 18h00-19h30, Campus de Campolide, em Lisboa. Apresentação: Profª Doutora Ana Maria Martinho

05/03/2020
A NOITE MAIS LONGA DE TODAS AS NOITES, de Helena Pato
APRESENTAÇÃO (3.ª ed): dia 5 de Março (5.ª feira) das 18h00, na Associação 25 de Abril, em Lisboa. Apresentação: Prof.ª Doutora Luísa Tiago de Oliveira

29/02/2020
MUNDO(S) – Livros 7 – Coletânea de Poesia Lusófona
LANÇAMENTO: 29 de Fevereiro (sáb.), às 16h00, na Sociedade Nacional de Belas Artes, em Lisboa. Apresentação dos autores e da obra por Ângelo Rodrigues

27/02/2020
SANTOS, HERÓIS E MONSTROS, da autoria de Carla Varela Fernandes
APRESENTAÇÃO: 27 de Fevereiro (5.ª feira), às 18h00, na Livraria Ferin, em Lisboa

22/02/2020
SANTOS, HERÓIS E MONSTROS, da autoria de Carla Varela Fernandes
LANÇAMENTO: 22 Fevereiro (sábado), às 16h00, Mosteiro se Santa Maria de Celas, em Coimbra. Apresentação: Ana Alcoforado

21/02/2020
ESTORIETAS VADIAS, da autoria de Eurico Figueiredo
LANÇAMENTO: dia 21 de Fevereiro (6.ª feira) às 18h30, na FNAC NorteShopping, Senhora da Hora (Porto). Apresentação: Luísa Feijó (tradutora) e Alexandre Alves da Costa (arquitecto)

20/02/2020
O ALENTEJO E A LUTA CLANDESTINA – António Gervásio um Militante Comunista, da autoria de Luís Godinho
LANÇAMENTO: dia 20 de fevereiro (5.ª feira), às 18h00, no Museu do Aljube, em Lisboa. Apresentação: Margarida Machado e Teresa Fonseca

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99