Património Artístico-Cultural do Montijo - II




Recomendar livro a um amigo
Colaboração com a entidade: Câmara Municipal de Montijo

Sinopse:

Com este livro podemos dizer claramente que ficamos a conhecer melhor a História e, principalmente, o património artístico-cultural de Montijo. Os seus autores que percorreram paulatinamente as sete freguesias do concelho (Afonsoeiro, Pegões, St.º Isidro de Pegões, Sarilhos Grandes, Canha, Atalaia, Alto Estanqueiro/Jardia), realizaram adequada pesquisa bibliográfica e vieram a concretizar uma acção altamente meritória, sobretudo se considerarmos a metodologia utilizada e os resultados obtidos. (…) Este volume II constitui, pois, o corolário de um prolongado, intermitente, mas inestimável labor de investigação, resultante do protocolo entre a C. M. de Montijo e o Instituto de História da Arte, da Faculdade Letras da Universidade Clássica de Lisboa, em que este Instituto se comprometeu a apoiar o Levantamento Cultural do Concelho dentro da sua especialidade, designadamente no «estudo do património edificado e móvel religioso e civil». [da Nota Prévia de Luís Marques]

Índice:

Nota Prévia
Luís Marques
Agradecimentos

SARILHOS GRANDES
1. De póvoa ribeirinha do termo de Aldeia Galega do Ribatejo a terceira freguesia do Concelho de Montijo

2. A Igreja de São Jorge
2.1. A igreja barroca
2.2. Os azulejos: funções e programas iconográficos

3. Capela de Nossa Senhora da Piedade
3.1. O conjunto escultórico italiano de cerâmica vidrada

4. Algumas notas sobre o património civil
4.1. O coreto

5. A Lançada
5.1. O moinho de maré da Lançada


ATALAIA

1. A freguesia da Atalaia, à sombra dos Círios

2. A lenda da aparição e as origens do culto à Senhora da Atalaia

3. O cruzeiro quinhentista

4. O Santuário de Nossa Senhora da Atalaia

5. Ex-votos em honra de Nossa Senhora da Atalaia: a “sala das promessas” como testemunho de religiosidade popular

6. O adro da Atalaia: evolução urbana e perspectivas actuais


CANHA

Introdução

1. O passado medieval

2. Património artístico
2.1. Igreja de Nossa Senhora da Oliveira
2.1.1 A Capela de Nossa Senhora do Rosário
2.2. Igreja de São Sebastião
2.3. Arquitectura civil


SANTO ISIDRO DE PEGÕES

Introdução

1. O plano de fomento agrícola patrocinado pela Junta de Colonização Interna (JCI)
1.1. O pólo administrativo da colónia e a Igreja de Santo Isidro
1.2. Os núcleos habitacionais (Figueiras e Faias)
1.3. A ilusão da vanguarda: os murais de Severo Portela e de Artur Bual em Pegões

2. O Fontanário da Estrada Real


PEGÕES

AFONSOEIRO e ALTO ESTANQUEIRO – JARDIA

BIBLIOGRAFIA

Anexo: fichas tipo de levantamento patrimonial



OS AUTORES:
Paulo Almeida Fernandes – Licenciado e Mestre pela FLUL, prepara actualmente o doutoramento na Universidade de Coimbra. Tem colaborado com diversas instituições públicas e privadas e integrado vários projectos de investigação, produzindo diversos livros e artigos em publicações especializadas. Foi um dos curadores da Exposição Lusa, A Matriz Portuguesa (São Paulo, 2008). É membro integrado do Centro de Estudos Arqueológicos das Universidades de Coimbra e Porto.
Catarina Oliveira – Licenciada e Mestre pela FLUL, é, actualmente, doutoranda na mesma faculdade. Colaboradora do IPPAR desde 2000, foi responsável pelos serviços educativos de exposições temporárias até 2002. Em 2003 integrou a equipa do Inventário do Património Arquitectónico e Arqueológico, sendo hoje técnica da Direcção-Geral do Património Cultural. É autora de vários artigos em publicações especializadas e de conteúdos científicos disponíveis on-line .
João Miguel Simões – Licenciado e Mestre pela FLUL, têm-se dedicado à investigação da História de Arte portuguesa, principalmente da época Barroca, inserindo-a em contextos sociais, económicos, culturais e políticos de âmbito local. Tem colaborado com diversas instituições públicas e privadas, gabinetes de arquitectura e planeamento, museus, sendo autor de vários livros e artigos sobre o património cultural das regiões do Alentejo, Algarve e da cidade de Lisboa.

Detalhes:

Ano: 2012
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 222
Formato: 22x17
ISBN: 978-989-689-251-7
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
18/11/2017
ANGOLA – O 4 de Fevereiro de 1961 em Luanda e Outras Memórias, da autoria de César Gomes
LANÇAMENTO: dia 18 de Novembro de 2017 (sábado), às 15h30, Auditório do Hotel Solverde, Granja (Espinho)

11/11/2017
PSICANÁLISE. SUJEITO E OBJECTO NA CURA ANALÍTICA, da autoria de Orlando Fialho
LANÇAMENTO: Dia 11 de Novembro de 2017 (Sábado), às 18h15, Hotel Holiday Inn Continental, Lisboa. Apresentação: Dr.ª Manuela Harthley

01/11/2017
A ORGANIZAÇÃO ARQUIVÍSTICA – O Fundo "Administração do Concelho de Torres Vedras", de Suzete Lemos Marques
LANÇAMENTO: dia 1 de novembro (4.ª feira), às 16h00, em Torres Vedras. Apresentação: Prof. Doutor Carlos Guardado da Silva

25/10/2017
DIPLOMACIA PENINSULAR E OPERAÇÕES SECRETAS NA GUERRA COLONIAL, da autoria de María José Tíscar
APRESENTAÇÃO: Dia 25 de Outubro de 2017 (4.ª feira), às 18h30 no Instituto Cervantes, em Lisboa. Apresentação de José Manuel Duarte de Jesus (Embaixador Jubilado)

24/10/2017
A PIDE NO XADREZ AFRICANO – Angola | Zaire | Guiné | Moçambique, da autoria de María José Tíscar
LANÇAMENTO: Dia 24 de Outubro de 2017 (3.ª feira), às 18h00, na Comissão Portuguesa de História Militar, em lisboa

21/10/2017
VINTE MIL LÉGUAS DE PALAVRAS, da autoria de Luís Cunha
LANÇAMENTO: Dia 21 de Outubro de 2017 (sábado), às 16h00, na Biblioteca Municipal Manuel da Fonseca, em Santiago do Cacém

20/10/2017
ELITES E EDUCAÇÃO. Évora e o Liceu. As Escolas e os Estudantes – Da Monarquia Constitucional ao Estado Novo, de Fernando Luís Gameiro
LANÇAMENTO: Dia 20 de Outubro de 2017 (6.ª feira), às 17h30, na Pousada Convento dos Lóios, em Évora

19/10/2017
JOÃO INOCÊNCIO CAMACHO DE FREITAS, da autoria de João Abel de Freitas
APRESENTAÇÃO: Dia 19 de Outubro de 2017 (5.ª feira), às 18h30, no Restaurante da Ordem dos Engenheiros, em Lisboa. Apresentação do Comandante Carlos de Almada Contreiras

19/10/2017
NEM TUDO ACONTECE POR ACASO, de Manuel do Nascimento
LANÇAMENTO: dia 19 de Outubro (5.ª feira), às 18h30, no Consulado-Geral de Portugal em Paris, França

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99