Museus, Públicos e Literacia Científica-Tecnológica

Redes de comunicação de Significados no Espaço Interdimensional do Museu




Recomendar livro a um amigo
Coordenação: Pedro de Andrade

Sinopse:

Os museus fazem parte da nossa vida diária. Nunca tanto como hoje se falou e participou em eventos culturais, dentro das rotinas dos nossos lazeres. De facto, lazer e saber articulam-se entre si e dialogam com as nossas vidas profissionais e com as práticas de cidadania da contemporaneidade. Assim sendo, esta obra colectiva, assinada por diversos especialistas nas matérias tratadas, pretende facultar alguns materiais para o entendimento e aplicação, ao nosso quotidiano, da cultura científica percebida enquanto parte das nossas identidade e diferença Portuguesas. Especificamente, procura-se lançar para a mesa algumas questões e desassossegos apoiados em reflexões históricas, semióticas e sociológicas, articuladas com a prática da museologia. Por exemplo, a Sociologia Reticular Interdimensional significa um estilo de fazer Sociologia através da organização de diversas redes sociais e históricas circulantes no museu, no seio das suas dimensões societais, como a economia, a política e a cultura. Nesta perspectiva, foi realizado um estudo de terreno junto dos públicos de exposições sobre temas de Ciência, como os dinossáurios, ocorridas no Museu Nacional de História Natural e na Torre Vasco da Gama, em Lisboa. Um tal estudo empírico aplica e desenvolve um diálogo inédito entre ideias ainda pouco discuti das nos Museum Studies, como a musealização, a museabilidade, a comunicação pública da Ciência, a compreensão pública da Ciência, os modos de literacia, as formações formal, semi-formal e informal, os museus virtuais, etc. Em suma, a questão transversal que perpassa neste estudo é a seguinte: como traduzir o saber do cientista em conhecimento útil para informar e formar os cidadãos Portugueses, em termos de uma cidadania cultural dialógica?

Índice:

PREFÁCIO
Fernando Barriga

RESUMO CONCEPTUAL (OU CONCEPTUAL ABSTRACT)
I. OS MUSEUS CIENTÍFICOS ENTRE A MUSEABILIDADE E A MUSEALIZAÇÃO
Introdução
Pedro de Andrade

1. A Museabilidade e a Literacia da Ciência: consumos, cidadania e cultura
1.1. O Que é a Museabilidade
Pedro de Andrade

1.2. O Público dos Museus
Pedro de Andrade

2. A Representação da Ciência em Vista à sua Apresentação Pública no Museu
2.1. A Literacia Museológica: Textos, Espaços, Objectos e Eventos
José Augusto Mourão

2.2. O Museu como Acto Comunicativo: Produção e Interpretação
José Augusto Mourão

2.3. A Máscara dos Objectos: em torno de Um Beijo Dado Mais Tarde
José Augusto Mourão

2.4. A Simbólica da Taxonomia Científica: Símbolos Alquímicos em Botânica
Alexandra Escudeiro

2.5. Acervos e Razões de Ser das Colecções de História Natural: o Herbário do Museu e Jardim Botânico da Universidade de Lisboa
Alexandra Escudeiro

3. A Mediação do Saber Científico veiculada pelo Museu
3.1. A Colecção ‘Naturalia’ de Frei Manuel do Cenáculo: Fonte para a História da Ciência em Portugal
Ana Luísa Janeira e Alexandra Nascimento

3.2. O Gabinete de Curiosidades de Frei Manuel do Cenáculo: uma Museografia para o Público entre o Real e o Imaginário
Ana Luísa Janeira e Alexandra Nascimento

3.3. Primórdios do Coleccionismo Moderno em Espaços de Produção do Saber e do Gosto
Ana Luísa Janeira e Alexandra Nascimento
3.4. A Naturalia de Frei Manuel do Cenáculo (1724-1814) e o Espólio
Ana Luísa Janeira e Alexandra Nascimento
3.5. A Sócio-Ecologia do Museu de História Natural
César Lopes

4. A Reapropriação do Conhecimento realizada pelos Públicos de Ciência
4.1. Museus, Público e Literacia
Ana Luísa Janeira e Alexandra Nascimento
4.2. Cidadania e Estética na Comunicação Pública da Ciência
Maria Melo Giraldes
4.3. Virtualidades do Museu e Museus Virtuais
Pedro de Andrade


II. PÚBLICOS, LITERACIA CIENTÍFICO-TECNOLÓGICA E OPINIÃO PÚBLICA

Introdução
Pedro de Andrade
1. Os Públicos de Conteúdos Científicos: Segmentos e Estrutura
Pedro de Andrade
2. Comunicação Pública da Ciência: a Publicitação da Exposição pelos Mass Media e Internet
Pedro de Andrade

3. Educação, Formação Formal na Escola e Formação Semi-Formal / Informal da Ciência no Museu
3.1. O Museu Científico-Tecnológico na Convergência entre o Ensino Oficial das Ciências Naturais e o Discurso Museológico
Catarina Leal

3.2. Compreensão Pública de Ciência e Comunicação entre a Escola e o Museu
Pedro de Andrade

III. CONCLUSÃO

BIBLIOGRAFIA

APÊNDICES
1. Diário do Museu
Liliana Póvoas

2. Formulário de Questionário

INDEX

Detalhes:

Ano: 2012
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 330
Formato: 23x16
ISSN: 978-989-689-055-1
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
18/11/2017
ANGOLA – O 4 de Fevereiro de 1961 em Luanda e Outras Memórias, da autoria de César Gomes
LANÇAMENTO: dia 18 de Novembro de 2017 (sábado), às 15h30, Auditório do Hotel Solverde, Granja (Espinho)

11/11/2017
PSICANÁLISE. SUJEITO E OBJECTO NA CURA ANALÍTICA, da autoria de Orlando Fialho
LANÇAMENTO: Dia 11 de Novembro de 2017 (Sábado), às 18h15, Hotel Holiday Inn Continental, Lisboa. Apresentação: Dr.ª Manuela Harthley

01/11/2017
A ORGANIZAÇÃO ARQUIVÍSTICA – O Fundo "Administração do Concelho de Torres Vedras", de Suzete Lemos Marques
LANÇAMENTO: dia 1 de novembro (4.ª feira), às 16h00, em Torres Vedras. Apresentação: Prof. Doutor Carlos Guardado da Silva

25/10/2017
DIPLOMACIA PENINSULAR E OPERAÇÕES SECRETAS NA GUERRA COLONIAL, da autoria de María José Tíscar
APRESENTAÇÃO: Dia 25 de Outubro de 2017 (4.ª feira), às 18h30 no Instituto Cervantes, em Lisboa. Apresentação de José Manuel Duarte de Jesus (Embaixador Jubilado)

24/10/2017
A PIDE NO XADREZ AFRICANO – Angola | Zaire | Guiné | Moçambique, da autoria de María José Tíscar
LANÇAMENTO: Dia 24 de Outubro de 2017 (3.ª feira), às 18h00, na Comissão Portuguesa de História Militar, em lisboa

21/10/2017
VINTE MIL LÉGUAS DE PALAVRAS, da autoria de Luís Cunha
LANÇAMENTO: Dia 21 de Outubro de 2017 (sábado), às 16h00, na Biblioteca Municipal Manuel da Fonseca, em Santiago do Cacém

20/10/2017
ELITES E EDUCAÇÃO. Évora e o Liceu. As Escolas e os Estudantes – Da Monarquia Constitucional ao Estado Novo, de Fernando Luís Gameiro
LANÇAMENTO: Dia 20 de Outubro de 2017 (6.ª feira), às 17h30, na Pousada Convento dos Lóios, em Évora

19/10/2017
NEM TUDO ACONTECE POR ACASO, de Manuel do Nascimento
LANÇAMENTO: dia 19 de Outubro (5.ª feira), às 18h30, no Consulado-Geral de Portugal em Paris, França

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99