Diário de Bordo

Aspectos do Pensamento Contemporâneo




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

Este diário de bordo representa algo menos e algo mais do que uma disciplina. É algo menos do que uma disciplina completa porque o mapa da contemporaneidade é de uma complexidade em dinâmica e contínua evolução; limitamo-nos aqui, portanto, a assinalar alguns aspectos salientes. Além disso, recorde-se que uma área de indagação oriunda do âmbito das ciências sociais e humanas – como esta área de aspectos do pensamento contemporâneo – obedece à seguinte lei intrínseca: a construção de um saber para o exterior (o indivíduo, a comunidade, a sociedade, o mundo) e a elucidação do sujeito que realiza essa construção são actos correlatos e coevos. É algo mais porque a aprendizagem não se restringe, nem a um programa, nem a objectivos pré-fixados e previsíveis. Aprender é a consubstanciação do próprio drama de existir. Um curso universitário é, desde sempre e também, um percurso vital. Assim, visite-se este volume ao modo de um mapa que convida a um espírito de itinerância aberta e de auto-descoberta. Nesta vida, cada leitor/a deve descobrir em si a sua própria bússola. Derradeira nota: pensar, tal como amar, pede um acto de entrega.

Índice:

Início: Um breve florilégio de vozes

Uma apologia em torno do subtítulo deste Diário de Bordo em Aspectos do Pensamento Contemporâneo: A construção de um saber comum em comum

Prólogo

Introdução

Excerto de uma carta em torno do espírito subjacente a este Diário de Bordo

Agradecimentos

Nota

Nota Final

Ressonâncias. Excertos de “Nas Entrelinhas: a Escola por Imaginar – reflexões de um docente sobre a sua experiência pedagógica”

Excertos de “Nas Entrelinhas: a Escola por Imaginar – reflexões de um docente sobre a sua experiência pedagógica” – Ponto de partida


Primeira Parte: Esquema Teórico

O Programa: Sete Núcleos Temáticos

Primeiro Núcleo Temático: A narrativa como ponte entre a tradição e a modernidade

Segundo Núcleo Temático: Entre a tecnologia e o corpo: novas identidades, novos destinos

Terceiro Núcleo Temático: A tradição como saber e como problemática, entre a continuidade e a ruptura

Quarto Núcleo Temático: O mito babélico e a modernidade: entre o uno e o múltiplo

Quinto Núcleo Temático: Velocidade e memória, escrita e informação, voz e código: entre o real e o virtual

Sexto Núcleo Temático: O colapso dos ‘centrismos’: para lá do geocentrismo, antropocentrismo e speciesism

Sétimo Núcleo Temático: A construção da pessoa: a aprendizagem humana

Aspectos do Pensamento Contemporâneo: Em torno da nossa metodologia


Segunda Parte: Actividades Práticas

Material Para a Reflexão, Núcleo Temático 0: Dissonâncias, Entrecruzamentos, Ressonâncias

Reflexões, Núcleos Temáticos 1-9, Dissonâncias, Entrecruzamentos, Ressonâncias

Núcleo Temático da Primeira Reflexão: A modernidade entre a tradição e o conceito

Ressonâncias: Excertos de “Nas Entrelinhas: a Escola por Imaginar – Reflexões de um docente sobre a sua experiência pedagógica”, capítulos i-ix

“Nas Entrelinhas: a Escola por Imaginar”: excertos do capítulo i

Núcleo Temático da Segunda Reflexão: A tecnologia vista pela filosofia e pela arte

“Nas Entrelinhas: a Escola por Imaginar”: excertos do capítulo ii

Núcleo Temático da Terceira Reflexão: Técnica, escrita e tecnologia: em torno da natureza humana

“Nas Entrelinhas: a Escola por Imaginar”: excertos do capítulo iii

Núcleo Temático da Quarta Reflexão: Elogio do inacabado

“Nas Entrelinhas: a Escola por Imaginar”: excertos do capítulo iv

Núcleo Temático da Quinta Reflexão: Em torno do humano, condição, especificidade e identidade animal, ou, dito doutro modo, aprendemos a ser humanos ou esquecemo-nos de ser animais?

“Nas Entrelinhas: a Escola por Imaginar”: excertos do capítulo v

Núcleo Temático da Sexta Reflexão: Entre o risco exterior e o risco provocado: Anthony Giddens, a modernidade e o caso de Mary e Jodie

“Nas Entrelinhas: a Escola por Imaginar”: excertos do capítulo vi

Núcleo Temático da Sétima Reflexão: Em torno do filme Babel: entre o íntimo e o comum/a comunidade por vir

“Nas Entrelinhas: a Escola por Imaginar”: excertos do capítulo vii

Núcleo Temático da Oitava Reflexão: A autora portuguesa Maria Archer (1905-1982) e a condição da mulher a meados do século vinte: entre a sociologia e a ficção

“Nas Entrelinhas: a Escola por Imaginar”: excertos do capítulo viii

Núcleo Temático da Nona Reflexão: A construção (ou destruição) do sujeito humano

“Nas Entrelinhas: a Escola por Imaginar”: excertos do capítulo ix

Anexo I: Cenas da Vida no Século Vinte e Vinte e Um, “A narrativa de Marco e Íris”

Anexo II: Diário do Docente (um projecto colaborativo entre os alunos e o docente)

Anexo III: Caderno de Reflexões (ao modo de aulas práticas)

Anexo IV: “Uma auto-entrevista ao docente Christopher Damien Auretta”

Anexo V: “A caminho da univer(c)idade: uma breve crónica em três momentos”

Anexo VI: Programa Geral de APC (ah, uma espécie de programa…)

Anexo VII: Aspectos do Pensamento Contemporâneo, Um programa antigo: Dissonâncias

Epílogo

Epílogo, um poema em inglês ao jeito de despedida: “Basic Philosophy”

Detalhes:

Ano: 2012
Capa: capa dura
Tipo: Livro
N. páginas: 538
Formato: 24x17
ISBN: 978-989-689-233-3
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
04/09/2017
FÉRIAS EM AGOSTO
Estimado(a)s Clientes e Amigo(a)s Entre 31 de Julho e 1 de Setembro não podemos satisfazer quaisquer encomendas, por motivo de Férias do pessoal. A partir de 4 de Setembro retomamos a nossa actividade normal. Pedindo desculpas por eventuais incómodos, agradecemos a vossa preferência... COLIBRI com gosto, para LER também em AGOSTO!

02/09/2017
FRANCO ATIRADOR – Textos de Cidadania de um Alentejano de Estremoz, da autoria de Hernâni Maia
LANÇAMENTO: Dia 2 de Setembro de 2017 (sábado), às 16h00, na Igreja dos Congregados, em Estremoz

28/07/2017
VILA BOIM, da autoria de Rui Jesuíno
LANÇAMENTO: Dia 28 de Julho de 2017 (6.ª feira), às 19h00, em Vila Boim

28/07/2017
AO CAIR DA NOITE, da autoria de Albertino Bragança
LANÇAMENTO: dia 28 de Julho (6.ª feira), às 17h30, Auditório UCCLA, Lisboa. A apresentação contará com a presença de Dr. João Viegas de Abreu; Dr.ª Sheila Khan e Dr.ª Inocência Mata. Apontamento musical pelo cantor santomense Filipe Santo

24/07/2017
ESTÓRIAS DO ARCO DA VELA, da autoria de Roberto Robles
LANÇAMENTO: Dia 24 de Julho de 2017 (2.ª feira), às 18h30, na Fragata D. Fernando II e Glória, em Cacilhas

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99