Palmela – Chão que dá Uvas

A Terra e o Trabalho das Gentes (1945 a 1958)




Recomendar livro a um amigo
Autoria: Cristina Prata

Sinopse:

Nas páginas deste livro apresentam‐se experiências e valores de centenas de agricultores, que fizeram a charneca produzir os bens essenciais que careciam e, também, os vinhos que apreciavam. Muitas vezes, os historiadores recorrem apenas aos documentos escritos, que melhor conhecem ou que estão mais acessíveis. Mas, neste caso, a ânsia de captar a diversidade de perspectivas e identificar os vários protagonistas conduziram a autora a procurar os testemunhos do passado em entrevistas, fotografias, mapas, paisagens, edifícios ou alfaias agrícolas. A recolha e cruzamento de um amplo conjunto de informações revelou‐se essencial, para compreender as várias dimensões que envolvem a exploração da terra. [Dulce Freire]

Índice:

Agradecimentos
Prefácio
Introdução

Capítulo 1 – O Tempo: heranças do Estado Novo (1945-1958)
Heranças do século XIX
Grandes arroteamentos
Estado Novo – a questão agrícola

Capítulo 2 – O Espaço: Terra – natureza em marcha
Terra
Água
Clima
As gentes e os lugares
Distribuição da terra: as normas e as formas

Capítulo 3 – A Hegemonia do Vinho
Floresta
Agricultura
Viticultura
Vinicultura

Capítulo 4 – A Terra e os que a Trabalham
Trabalho agrícola e mão-de-obra
Condições do trabalho
Caprichos da vinha
Tarefas e salários

Últimas considerações
Fontes e bibliografia
Anexos



A AUTORA:

Cristina Prata (Palmela, 1974) é licenciada em História, variante Educação, pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (1998), pós‐graduada em Museologia e Património, pela Universidade Lusíada (2000) e mestre em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (2011). Desenvolve pesquisa sobre as estratégias de ocupação e uso do solo na Península de Setúbal, tendo particular interesse pelas culturas da vinha, do vinho e do arroz. Desde 2002 é técnica de História e Museologia na Câmara Municipal de Palmela, onde desenvolve trabalho de investigação e educação sobre memória e património local e regional. É investigadora no projecto: PTDC/HIS‐HIS/122589/2010, Agricultura em Portugal: Alimentação, Desenvolvimento e Sustentabilidade (1870‐2010), do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS‐UL), financiado pela FCT.

Detalhes:

Ano: 2013
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 204
Formato: 16x23
ISBN: 978‐989‐689‐377‐4
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
28/11/2017
E ANICETO VEM À LUZ, da autoria de Joseia Matos Mira
LANÇAMENTO: Dia 28 de Novembro de 2017 (3.ª feira), às 18h00, na Biblioteca Palácio Galveias, em Lisboa. Apresentação: Fernando Couto e Santos

28/11/2017
CONVERSAS SOBRE HISTÓRIA DA MÚSICA, da autoria de Jorge Costa Pinto
LANÇAMENTO: dia 28 de Novembro de 2017 (3.ª feira), entre as 11h30 e as 12h30, na Salão Nobre Academia Sénior, na Parede

27/11/2017
ROMEU CORREIA, com coordenação de Edite Simões Condeixa
LANÇAMENTO: Dia 27 de Novembro de 2017 (2.ª feira), às 18h00, no Fórum Municipal Romeu Correia, em Almada. Apresentação: Vitor Fernandes – poeta e romancista

25/11/2017
ANTÓNIO MARIA LISBOA – Eterno Amoroso, da autoria de Joana Lima
LANÇAMENTO: dia 25 de Novembro de 2017 (sábado), às 17h00, na Livraria Letra Livre, Galeria Zé dos Bois, em Lisboa

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99