Para uma antropologia dos processos Identitários – Towards na Anthropology of Identity Processes

Critérios, Estratégias, Primeiros Resultados - Criteria, Strategies, First Results




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

«(...) a problemática científica dos processos identitários, por razões políticas convenientemente negada pela tradição imperialista e acertadamente afirmada pela tradição nacionalista, embora, a nosso ver, de forma inadequada, surgiria, num novo horizonte epistemológico, integrativo, como um objecto estratégico, enquadrado por uma nova orientação teórica, sem pretensões políticas – ou, mais precisamente, atenta às tendências emergentes de organização do mundo a médio / longo prazo –, propiciando o relançamento do estudo das condições de possibilidade e de necessidade da (variabilidade da) articulação estrutural‐dinâmica entre a (variabilidade da) organização psicossocial hierarquizada da mente e a (variabilidade espácio‐temporal da) organização sóciopsicológica hierarquizada do mundo.» [do Autor] 

Índice:

1. Definição do âmbito da lição e seu enquadramento histórico-epistemológico

2. Definição dos conceitos

3. Para além das «dicotomias perturbadoras»: a investigação integrativa da multidimensionalidade das tensionalidades identitárias
3.1. Os axiomas da subversão teórica do estudo das identidades sócio-históricas
3.2 Os axiomas da subversão metodológica do estudo das identidades sócio-históricas

4. Dimensões da enunciação identitária dos portugueses 35
4.1 A tensionalidade entre os diferentes níveis do processo de enunciação identitária
4.2 Os diferentes núcleos da enunciação identitária
4.3 Da enunciação identitária consciente à enunciação identitária inconsciente – a dimensão familialista fantasmática

5. Das estratégias identitárias internacionais às estratégias identitárias inter-regionais e ao estudo das tensionalidades intra-nacionais
5.1. A tensionalidade estratégica entre a identidade atribuída às grandes metrópoles e a identidade auto-atribuída pelos que se identificam com as regiões rurais-urbanas
5.2 A dimensão micro-social fantasmática das estratégias identitárias dos portugueses das regiões rurais-urbanas
5.3 A resposta identitária dos que se identificam com as regiões macro-urbanas ao processo de estrangeiramento pejorativante proveniente dos outros portugueses (rural-urbanos)
5.4 A face oculta do orgulho identitário rural-urbano: a projecção do síndrome de «inferioridade» e submissão
5.5 Padrões educacionais e tensionalidade identitária inter-regional

6. De retorno à teorização
6.1 Primeiros resultados – leis estruturais dos processos identitários multidimensionais
6.2 Expandindo e controlando a investigação anterior: das representações inter-nacionais às representações inter-regionais
6.3 Sobre o estatuto das representações sociais identitárias

Bibliografia


TOWARDS AN ANTHROPOLOGY OF IDENTITY PROCESSES
CRITERIA, STRATEGIES, FIRST RESULTS

1. Definition of the lesson’s subject matter and historical-epistemological context

2. Definition of concepts

3. Beyond the «troubling dichotomies»: integrative research into the plurimensionality of structural identity tensions
3.1 The axioms of theoretical subversion in the study of socio-historical identities
3.2 The axioms of methodological subversion in the study of socio-historical identities

4. Dimensions of the identity enunciation of the portuguese 4.1 Structural tensions between the levels of the process of identity enunciation
4.2 The different nuclei of identity enunciation
4.3 From conscious identity enunciation, to unconscious identity enunciation – the fantastic family-based dimension

5. From international identity strategies, to inter-regional identity strategies, and the study of intra-national, structural identity tensions
5.1 The strategic tensions between the identity attributed to large cities and the self-attributed identity of those who identify with rural-urban regions
5.2 The fantastic micro-social dimension of identity strategies of the portuguese from rural-urban regions
5.3 The identity response of those who identify with macro-urban regions to the stigmatising process of foreignification originating from other portuguese (rural-urban)
5.4 The hidden face of rural-urban identity pride: the projection of the syndrome of «inferiority» and submission
5.5 Educational patterns and inter-regional identity tensionalities

6. A return to theory
6.1 First results
6.2 Theoretical contextualisation: innovative dimensions
6.3 On the status of social identity relations

Bibliography




Sobre O AUTOR:

O autor “possui uma ampla e diversificada obra científica que mostra uma admirável interdisciplinaridade. (…) A produção científica do candidato na área da Antropologia inclui tanto trabalhos de reflexão teórica, como estudos baseados em trabalho de campo etnográfico. (…) Trata-se de uma produção muito original, que destaca-se pela sua natureza pioneira no contexto universitário português. Sobretudo os mais recentes trabalhos publicados ou no prelo, pelo seu carácter mais empírico e contextualizado, especialmente em termos históricos, possuem grande valor científico.” (Professora Doutora Jill Dias, Relatório do concurso para professor associado, Junho de 2005).


um «importante trabalho sobre o sistema de representações sociais identitárias dos Portugueses (…)” (Professor Doutor Boaventura Sousa Santos, in Maria Irene Ramalho e António Sousa Ribeiro (orgs), Entre ser e estar. Raízes, percursos e discursos da identidade, Porto: Edições Afrontamento, 2002, pag. 53)

Detalhes:

Ano: 2014
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 174
Formato: 16x23
ISBN: 978‐989‐689‐249‐4
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
28/11/2017
E ANICETO VEM À LUZ, da autoria de Joseia Matos Mira
LANÇAMENTO: Dia 28 de Novembro de 2017 (3.ª feira), às 18h00, na Biblioteca Palácio Galveias, em Lisboa. Apresentação: Fernando Couto e Santos

28/11/2017
CONVERSAS SOBRE HISTÓRIA DA MÚSICA, da autoria de Jorge Costa Pinto
LANÇAMENTO: dia 28 de Novembro de 2017 (3.ª feira), entre as 11h30 e as 12h30, na Salão Nobre Academia Sénior, na Parede

27/11/2017
ROMEU CORREIA, com coordenação de Edite Simões Condeixa
LANÇAMENTO: Dia 27 de Novembro de 2017 (2.ª feira), às 18h00, no Fórum Municipal Romeu Correia, em Almada. Apresentação: Vitor Fernandes – poeta e romancista

25/11/2017
ANTÓNIO MARIA LISBOA – Eterno Amoroso, da autoria de Joana Lima
LANÇAMENTO: dia 25 de Novembro de 2017 (sábado), às 17h00, na Livraria Letra Livre, Galeria Zé dos Bois, em Lisboa

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99