A Rainha Nzinga Mbandi (2.ª Edição)




Recomendar livro a um amigo
Coordenação: Inocência Mata

Sinopse:

Os ensaios constantes desta publicação resultaram das comunicações apresentadas durante o I Colóquio Internacional subordinado ao tema “Nzinga Mbandi – Heróica Rainha da Resistência Angolana”, de que resultaram ricas e calorosas intervenções motivando devidos e oportunos comentários que, infelizmente, não pudemos transcrever para edição. *** Manuel Pedro Pacavira (Embaixador de Angola na Itália) ************************************************************* Descendente do lendário Ngola Kiluange, a Rainha Njinga Mbandi deu, nos séculos XVI-XVII, um exemplo de tenacidade na defesa do seu povo. Este exemplo serviu para temperar as consciências de gerações, ao longo dos anos, e serve também, hoje, para desmitificar aquelas que teimam, ainda, em considerar que em África nada havia ou que os Africanos nada deram à Humanidade. Pois, à volta da Rainha Njinga, dos reis Ngola e de tantos outros, brotou a dinâmica com que se configurou o território hoje denominado Angola. Mas à volta desta grande Rainha gira também a tenacidade com as gerações seguintes encararam a luta contra o sistema colonial português até à Independência Nacional. *** Cornélio Caley (Vice-Ministro da Cultura)

Índice:

NOTA DE ABERTURA: Vice ministro da Cultura de Angola
Dr. Cornélio Caley

INTRODUÇÃO – Uma alquimia de vontades: Roma, Março de 2010 – o Colóquio Internacional sobre a rainha Nzinga Mbandi
Inocência Mata

I. Nzinga Mbandi: memória e imaginário

1. Da semente à floresta – Uma metáfora para a leitura
do romance histórico de Manuel Pedro Pacavira
Abreu Paxe
2. Representações da rainha Njinga/Nzinga na literatura
angolana
Inocência Mata
3. Zingha, Reine d’Angola, Histoire Africaine (1769),
de Castilhon, premier roman historique africain
et anticolonialiste de la littérature occidentale
Patrick Graille

II. Nzinga Mbandi: de rainha a artesã da contemporaneidade

4. Njinga Bandi, fonte inspiradora da mulher angolana
Américo Kwononoka
5. Período de resistência contra o colonialismo português:
o papel da rainha Ginga Mbandi, Ekuikui II e outros
Cornélio Caley
6. Ginga no alvor da diplomacia e nacionalismo angolano
Moisés Malumbo
7. Nzinga Mbandi e o sentido banto da modernidade angolana
Pires Laranjeira
8. A rainha Nzinga: uma figura lendária, património
da Humanidade
Simão Souindoula

III. Nzinga Mbandi: revisitando a sua história

9. Depoimento
Ana Maria de Mascarenhas
10. Revisitando a rainha Nzinga: histórias e mitos das histórias
Selma Pantoja
11. O espírito da rainha Nzinga Mbandi no Brasil e no Caribe
Solange Barbosa
12. Ana Nzinga, rainha de Angola
Sylvia Serbin

IV. Nzinga Mbandi: a viagem angolana

13. Notas linguísticas na Istorica descrizione de’ tre regni
Congo, Matamba et Angola de Giovanni Antonio Cavazzi da Montecuccolo (1621 1678)
Mariagrazia Russo
14. Cavazzi, conselheiro diplomático da rainha Nzinga
Mário Albano

POSFÁCIO: Embaixador Manuel Pedro Pacavira

Detalhes:

Ano: 2014
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 224
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-184-8
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
31/05/2017
ECLÉTICA II - em formação (Regulamento)
INFORMAÇÃO DETALHADA: clique em "links" *ECLÉTICA II, nesta página

31/05/2017
CONCELHO DE TONDELA – HERÁLDICA, HISTÓRIA E PATRIMÓNIO, de Luís Ferros, Manuel Ferros e Rui do Amaral Leitão
BREVEMENTE DISPONÍVEL

28/04/2017
OUTRORA EU ERA DAQUI, da autoria de Maria do Vale Cartaxo
LANÇAMENTO: dia 28 de Abril de 2017 (6.ª feira) às 18h30, na Biblioteca Municipal Manuel Teixeira Gomes, em Portimão. Apresentação: Elisabete Rodrigues e Dora Pereira

28/02/2017
ODÉLIA E A METAFÍSICA, de Fernando Barata Freitas
DISPONÍVEL PARA VENDA a mais recente obra de Fernando Barata Freitas. Aqui mesmo: http://www.edi-colibri.pt/Detalhes.aspx?ItemID=2081

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99