A Rádio em Portugal

“Sempre no Ar, Sempre Consigo”




Recomendar livro a um amigo
Autoria: Rogério Santos

Sinopse:

O aparelho de rádio estava ali, num lugar central da sala. À minha memória afluem os ruídos do rádio quando sintonizado em ondas curtas, com o meu pai a procurar não sei bem o quê nessas ondas. Talvez porque começara a ouvir as emissões em português da BBC desde a II Guerra Mundial, à espera de informação verdadeira sobre a realidade do nosso país. Ele nunca me conseguiu explicar a origem de ruídos e sons se ouvirem mais altos e mais baixos, vindos daquelas ondas, às vezes desaparecendo no meio de outros sons. Lembro-me, em igual época, das emissões em ondas médias, com vozes graves de locutores e muita música. Na magia da infância, procurei o dono da voz por detrás da telefonia, mas ele não estava, o que aumentou o meu fascínio e curiosidade.********************* O livro analisa um período específico da história da rádio portuguesa (1941-1968). Nessa altura, as principais estações do país eram Emissora Nacional, Rádio Clube Português, Rádio Renascença, Emissores Associados de Lisboa e Emissores do Norte Reunidos. No livro, abordam-se temas como programas, géneros radiofónicos (teatro, desporto, jornalismo, programas infantis, humor), produtores independentes, concursos (rainhas e reis da rádio), publicidade, o Centro de Preparação de Artistas da Rádio e os papéis do SNI (censura e produção de conteúdos) e da Mocidade Portuguesa, duas estruturas do Estado Novo com forte influência na formação da rádio nacional. Época de ouro da rádio, dá-se igual atenção aos seus aspetos culturais e estéticos, à mulher locutora e produtora e à produção fonográfica. “Sempre no Ar, Sempre Consigo” foi o slogan lançado por Rádio Clube Português em 1963 quando a estação passou a emitir ininterruptamente 24 horas por dia.

Índice:

Introdução
Capítulo 1. Programação radiofónica
Capítulo 2. Elementos sobre a Emissora Nacional
Capítulo 3. Rádio Clube Português
Capítulo 4. Emissores Associados de Lisboa
Capítulo 5. Emissores do Norte Reunidos
Capítulo 6. Vozes e programas religiosos da Rádio Renascença
Capítulo 7. Produtores independentes na rádio nas décadas de 1950 e 1960
Capítulo 8. “Sempre no Ar, Sempre Consigo” (1963)
Capítulo 9. Alguns programas
Capítulo 10. A mulher locutora, produtora e escritora. Percursos profissionais.
Capítulo 11. Desporto radiofónico
Capítulo 12. Jornalismo radiofónico
Capítulo 13. Teatro radiofónico
Capítulo 14. Programas infantis da Emissora Nacional

Capítulo 15. Humor em A Voz dos Ridículos (1945-2013) e nos Parodiantes de Lisboa (1947-2007)
Capítulo 16. Rainhas e reis da rádio
Capítulo 17. Centro de Preparação de Artistas da Rádio e Serões para Trabalhadores
Capítulo 18. Papel do SPN/SNI em concursos para locutores e peças de teatro radiofónico
Capítulo 19. Mário Lisboa e Júlio Nogueira
Capítulo 20. Mocidade Portuguesa – Rádio Universidade
Capítulo 21. Publicidade
Capítulo 22. Produção fonográfica
Capítulo 23. Cultura musical e rádio
Conclusões
Bibliografia



O AUTOR:

Rogério Santos – Licenciado em História, mestre e doutor em Ciências da Comunicação. Professor Associado na Universidade Católica Portuguesa, onde foi coordenador da área científica de Ciências da Comunicação (2006-2013).Tem lecionado Teorias da Comunicação, Indústrias Culturais e Criativas, Estudos de Jornalismo e História dos Media. Investigador no CECC (Centro de Estudos de Comunicação e Cultura). Diretor da revista Media XXI (2003-2005) e diretor do CESOP – Centro de Estudos e Sondagens de Opinião (2010-2012). Livros recentes: Os dias dos media – uma análise de estruturas organizativas (20 12), Do jornalismo aos media. Estudos sobre a realidade portuguesa (20 10), Indústrias culturais – imagens, valores e consumos (2007), “A fonte não quis revelar” – um estudo sobre a produção das notícias (2006) e As vozes da rádio, 1924-1939 (2005). Escreve no blogue http://industriasculturais.hypotheses.org/.

Detalhes:

Ano: 2014
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 362
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-411-5
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
11/05/2019
A NOITE MAIS LONGA DE TODAS AS NOITES, de Helena Pato
Tertúlia "Café com Livros" – LEIRIA – dia 11 de Maio (sáb.), às 15h00, a convite de Rosa Maria Neves

06/05/2019
A NOITE MAIS LONGA DE TODAS AS NOITES, de Helena Pato
APRESENTAÇÃO: dia 6 de Maio (2.ª feira), às 14h30, na Escola Básica e Secundária Gil Vicente, Rua da Verónica, n.º 37 – 1170-384 Lisboa

13/04/2019
A NOITE MAIS LONGA DE TODAS AS NOITES, de Helena Pato
Conversa com a AUTORA – MONTIJO – dia 13 de Abril (sáb.), às 16h00, no Espaço Sociocultural PICA, a convite de Sara Loureiro

05/04/2019
JUDEUS – Os Navarros de Lagoaça, da autoria de Filipe Pinheiro de Campos e António Maria de Assis
LANÇAMENTO: Dia 05 de Abril de 2019 (6.ª feira) às 18h00, na Biblioteca Nacional de Portugal, em Lisboa. Apresentação: Prof. Doutor António de Sousa Lara

05/04/2019
A NOITE MAIS LONGA DE TODAS AS NOITES, de Helena Pato
APRESENTAÇÃO – SANTARÉM: dia 5 de Abril (sex.), às 21h30, no Forum Actor Mário Viegas (Centro Cultural Regional de Santarém), integrado nas Comemorações do 25 de Abril

28/03/2019
IRENE LISBOA – O SUJEITO E O TEMPO, da autoria de Sara Marina Barbosa
APRESENTAÇÃO: dia 28 de Março, às 19h00, na Academia Maria Ulrich, em Lisboa. Com Paula Morão, Conceição Coelho e Sara Marina Barbosa

27/03/2019
ANGOLA – A HORA DA MUDANÇA
LANÇAMENTO:dia 27 de Março de 2019 (4.ª feira), às 18h30, no Auditório da UCCLA, em Lisboa. Apresentação: EDUARDO FERNANDES – Economista; MANUEL DOS SANTOS e LUÍS RODRIGUES – Sociólogos

26/03/2019
RITMOS AFECTIVOS NAS ARTES PERFORMATIVAS, da autoria de Ana Pais
APRESENTAÇÃO: dia 26 de Março de 2019 (3.ª feira), às 19h00, na Livraria Cultura, em São Paulo, Brasil. Apresentação: Christine Greiner

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99