O 25 de Abril e a Educação

Discursos, Práticas e memórias Docentes




Recomendar livro a um amigo
Organização: Joaquim Pintassilgo

Sinopse:

A educação faz‐se no tempo longo, mas é o tempo curto que lhe dá sentido. Foi assim em Abril, quando as nossas vidas tomaram conta da história e nela inscreveram anseios, sonhos e utopias. Nesse dia, o tempo encontrou a sua própria liberdade [...]. A grande diferença entre os tempos de “antes” e “depois” é que, em Abril, tudo nos pareceu possível, ao alcance da nossa vontade, como se o limite estivesse apenas em nós. Esta característica excepcional, rara, é o sinal de distinção de um tempo único da nossa história [...]. Através dos discursos, práticas e memórias docentes, este livro sobre O 25 de Abril e a educação, coordenado por Joaquim Pintassilgo, fala‐nos justamente das “possibilidades” que se abriram em Abril. Ao longo de nove capítulos, os seus autores juntam vozes de professores, registos e memórias, utopias e desilusões, devolvendo‐nos a riqueza de anos que marcaram, para sempre, o país e as nossas vidas [...]. Acordemos. Enquanto ainda for tempo. Não nos deixemos conformar pelas frases do costume: É a vida..., As coisas são como são..., Sempre foi assim... Abril demonstrou‐nos que a história não é uma fatalidade, é uma possibilidade. Há sempre muitos caminhos, ainda que por vezes nos pareçam invisíveis. A história serve para os iluminar. (Excertos do Prefácio de António Sampaio da Nóvoa – No tempo em que tudo era possível)

Índice:

Prefácio – No tempo em que tudo era possível
António Sampaio da Nóvoa

O 25 de Abril e a educação: discursos de professores em contexto revolucionário
Joaquim Pintassilgo

Ser professor nas escolas de ‘abril’: contextos e textos da praxis revolucionária
Maria de Fátima Chorão Sanches

O protagonismo dos sindicatos na formação e na construção da profissão docente (1974/1992)
Rosa Serradas Duarte

O 25 de Abril e a “Escola sem Muros”
Luísa Tiago de Oliveira

Formação de professores em tempo de revolução
Maria João Mogarro

Formar professores para a transformação social e cultural da comunidade: a experiência das «experiências pedagógicas»
Luís Mota e António Gomes Ferrreira

Trajetórias profissionais de professores em contextos de transição democrática
Libania Xavier

Ecos e memórias do magistério português: conversas para não esquecer (1960-1970)
Lia Faria

A revolução atravessou a sala de aula? Alguns testemunhos
Raquel Pereira Henriques

Detalhes:

Ano: 2014
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 208
Formato: 16x23
ISBN: 978‐989‐689‐434‐4
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
04/09/2017
FÉRIAS EM AGOSTO
Estimado(a)s Clientes e Amigo(a)s Entre 31 de Julho e 1 de Setembro não podemos satisfazer quaisquer encomendas, por motivo de Férias do pessoal. A partir de 4 de Setembro retomamos a nossa actividade normal. Pedindo desculpas por eventuais incómodos, agradecemos a vossa preferência... COLIBRI com gosto, para LER também em AGOSTO!

02/09/2017
FRANCO ATIRADOR – Textos de Cidadania de um Alentejano de Estremoz, da autoria de Hernâni Maia
LANÇAMENTO: Dia 2 de Setembro de 2017 (sábado), às 16h00, na Igreja dos Congregados, em Estremoz

28/07/2017
VILA BOIM, da autoria de Rui Jesuíno
LANÇAMENTO: Dia 28 de Julho de 2017 (6.ª feira), às 19h00, em Vila Boim

28/07/2017
AO CAIR DA NOITE, da autoria de Albertino Bragança
LANÇAMENTO: dia 28 de Julho (6.ª feira), às 17h30, Auditório UCCLA, Lisboa. A apresentação contará com a presença de Dr. João Viegas de Abreu; Dr.ª Sheila Khan e Dr.ª Inocência Mata. Apontamento musical pelo cantor santomense Filipe Santo

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99