Escutar a Literatura

Universos Sonoros da Escrita




Recomendar livro a um amigo
Colecção: Estudos Musicológicos

Sinopse:

Este livro é sobre a cultura da escuta na literatura portuguesa. Objeto de análise são não só as relações de intertextualidade entre música e literatura, mas também a relevância do universo sonoro em sentido lato na escrita literária. A cultura da escuta implica ainda o que está para além do som: os contextos de interação para os quais ele nos remete, as interpelações que nos faz, a atenção que nos suscita, ou até a aparente indiferença com que o percecionamos. Tornar audível ou inaudível não é socialmente menos relevante do que tornar visível ou invisível. Pelo contrário: nas relações intersubjetivas, bem como entre ser humano e natureza, ou do sujeito consigo próprio, a escuta teve sempre um papel determinante.

Índice:

Apresentação

I – Música e dialética da escuta

As origens da comunicação humana
Sintomas contextuais e sintomas expressivos na comunicação musical
A irrupção do significacional na música e a sua superação
A música autónoma na atualidade

II – Música, ópera e literatura romântica: intertextualidades
A ópera e a esfera pública
A ópera na literatura
A modinha e a “musica de salla”
Imagens sonoras na poesia
A literatura romântica na música

III – A cultura da escuta na novelística de Garrett Viagens na minha terra
Escutar e ser escutado na semântica da interação
A voz e a construção do género
Música de cena
Cultura da escuta e experiência musical
Conclusão

IV – O som e a escuta na emergência do estilo queirosiano: O Crime do Padre Amaro
Escutar o silêncio
Fragmento, montagem, Flânerie
Citação e gesto de mostrar
Música, quotidiano e estilos de vida

V – A música e a escuta em Os Teclados, de Teolinda Gersão
Música como Harmonia Mundi e música como dominação
Afinidades entre música e escrita

VI – A teoria crítica latente no romance A noite das mulheres cantoras de Lídia Jorge
A “Noite Perfeita”
O paradigma do inconciliável
Música para ser vista
The African Lady
Arte e reconhecimento social
A autoanálise da narradora
A estetização da mercadoria e a dês-estetização da arte

Origem dos ensaios reunidos neste volume

Índice onomástico



O AUTOR:
Mário Vieira de Carvalho – Professor Catedrático (jubilado) de Sociologia da Música da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Fundador e Presidente da Direcção do Centro de Estudos de sociologia e Estética Musical (CESEM). Sócio-Correspondente da Academia das Ciências de Lisboa. Membro da Direcção da Academia Europeia de Teatro Lírico (Viena). Exerceu as funções de Presidente da Comissão Científica do Departamento de Ciências Musicais; Presidente do Conselho Científico da FCSH; Vice-Reitor da UNL; Secretário de Estado da Cultura do XVII Governo Constitucional. Autor de mais de uma centena de publicações científicas, incluindo 14 livros, e de inúmeros textos de intervenção cultural ou política publicados na imprensa desde 1967 (grande parte destes em resultado da sua atividade durante largos anos como crítico musical e jornalista). URL: HYPERLINI< https:// sites.google.com/site/mariovieiradecarvalho/home".

Detalhes:

Ano: 2014
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 194
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-427-6
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
29/06/2019
SÃO BARTOLOMEU DE MESSINES E O CONCELHO DE SILVES, da autoria de Aurélio Nuno Cabrita
LANÇAMENTO: 29 de junho (sáb.), às 16h00, no Auditório Francisco Vargas Mogo, CCAM, em São Bartolomeu de Messines. Apresentação: Prof.ª Doutora Maria João Raminhos Duarte

29/06/2019
GLACÉ COM BOLINHAS PRATEADAS, da autoria de Albert E. Marcus
LANÇAMENTO: no dia 29 (sáb.) de junho de 2019, pelas 19h30 horas, no Restaurante A FLORESTA DE MOSCAVIDE

29/06/2019
CONVERGÊNCIAS DESCONEXAS, da autoria de Luís Telésforo
LANÇAMENTO: dia 29 de junho (sáb.), às 16h00, no Palácio Baldaya, em Lisboa. Apresentação da obra e do autor: Maria João Covas

21/06/2019
ARTES PLÁSTICAS, da autoria de Paula Henriques
APRESENTAÇÃO: dia 21 de Junho (6.ª feira), às 18h00, na Casa do Alentejo em Lisboa. Apresentação: Margarida Tengarrinha

19/06/2019
O TRIUNFO DOS VALENTES – Luta e resistência numa vila mineira do séc. XX, da autoria de Mercedes Guerreiro
LANÇAMENTO: dia 19 de Junho (4.ª feira) às 18h30. Parque Mineiro de Aljustrel. Com apontamentos musicais.

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99