Os Expostos da Roda de Lisboa

Percursos de Vida na Lourinhã e em Torres Vedras – Séc. XVII-XIX




Recomendar livro a um amigo

15,00 €
detalhes do preço

Stock: esgotado


Sinopse:

O trabalho agora dado à estampa constitui um valioso contributo para compreender o alcance local de um fenómeno secular que deixou memória escrita e oral, permitindo seguir percursos e histórias de vida. Vivências de crianças que sobreviveram ao abandono, redistribuídas, para serem criadas, entre agregados familiares de uma zona rural, e vivências de mulheres que as acolheram, fazendo parte de um vasto mercado de amas particulares que desta forma reforçavam rendimentos e/ou beneficiavam de privilégios legalmente estabelecidos. Na continuidade das investigações sobre os expostos, em que também me situo, este trabalho corresponde a um projecto metodológico diferente, já que parte dos sobreviventes que viveram na área em estudo para pesquisar a sua entrada na Roda de Lisboa e na Roda de Torres Vedras. ¶ Como estudo de caso permite averiguar histórias de vida e entender, nos seus aspectos essenciais, o próprio funcionamento dessas instituições de assistência. A metódica e minuciosa operação heurística levou à reconstituição da trajectória de muitos expostos com o rigor e o singular detalhe que tive o ensejo de acompanhar como orientadora, digno do apreço que aqui exaro. ¶ No livro do Mestre José Damas Antunes encontram-se nomes e sobrenomes comuns, protagonistas da verdadeira História, composta de destinos individuais e colectivos. ¶ [Maria de Fátima Reis (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa)].*************************************************************** O livro foca os percursos de vida de Expostos da Roda de Lisboa que vieram para Lourinhã e Torres Vedras, observando o impacto demográfico e económico que estas crianças abandonadas tiveram na região e nas respectivas formas de integração social, e dá a conhecer a Roda dos Expostos de Torres Vedras. ¶ Aborda o desenvolvimento demográfico de Campelos e terras limítrofes, mostra a importância da memória colectiva do povo, com mais informação sobre Gaspar Campello, como um dos actores nas cerimónias fúnebres de D. Sebastião, e o responsável pelo abastecimento das tropas que acompanharam D. António Prior do Crato na sua última tentativa de ser Rei de Portugal, em 1589.

Índice:

Prefácio

Introdução

1. Enquadramento Geográfico e Administrativo
1.1 O Espaço
1.2 O Povoamento
1.3 A freguesia de Campelos nos Censos Populacionais
1.4 Campelos, Memória e História
1.4.1 A memória colectiva de Campelos
1.4.2 Topónimo Campelo
1.4.2.1 Campelo, Figueiró dos Vinhos
1.4.2.2 Campelos, Torres Vedras

2. O Abandono de Crianças: Perspectiva Histórica
2.1 Enquadramento do abandono e da Roda dos Expostos em Portugal
2.2 Panorama da Assistência aos Expostos em Lisboa
2.3 Os Enjeitados em Torres Vedras
2.3.1 Antes da criação da Roda
2.3.2 A Casa da Roda e o acolhimento de expostos
2.3.3 A criação dos expostos: receitas e despesas
2.3.4 Vidas de alguns expostos sobreviventes
2.3.5 Expostos da Roda da Lourinhã
2.3.6 Expostos de outras Rodas que viveram nesta área
2.3.7 Henriques Nogueira e os órfãos
2.4 Os expostos de Lisboa em Campelos e terras próximas
2.4.1 Alguns dos primeiros expostos nesta área em estudo
2.4.2 Pagamento de soldada a exposto
2.4.3 Dote a órfãs
2.4.4 Recepção e baptismos das crianças
2.4.5 Assistência a crianças desvalidas

3. As Amas Externas e a Assistência aos Expostos
3.1 Amas: responsabilidade e negligência
3.2 Oficio de amas
3.3 O salário das amas
3.4 As amas: caracterização e cuidados

4. Inserção de Expostos na Região: Impacto Demográfico
4.1 Distribuição dos expostos de Lisboa e os censos populacionais
de 1864
4.2 Quantos descendentes de expostos
5. Filhos da Roda: Percursos de vida de Expostos de Lisboa
5.1 Os apelidos dos expostos
5.2 Dos expostos que foram criados na área do estudo
5.3 Expostos não criados na zona, mas que aqui viveram

5.4 Outros expostos de Lisboa

6. Expostos: Estigma ou Exclusão Social?

Conclusão

Fontes e Bibliografia

Anexos


Data de Publicação: NOVEMBRO DE 2015


O AUTOR:

José Damas Antunes – Mestre em História, estudioso motivado em divulgar a história da sua terra, com intensa pesquisa nos arquivos locais e nacionais, vem desde 1987 escrevendo em periódicos locais e monografias sobre Campelos e a região Oeste.

Detalhes:

Ano: 2016
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 246
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-541-9
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
28/11/2017
E ANICETO VEM À LUZ, da autoria de Joseia Matos Mira
LANÇAMENTO: Dia 28 de Novembro de 2017 (3.ª feira), às 18h00, na Biblioteca Palácio Galveias, em Lisboa. Apresentação: Fernando Couto e Santos

28/11/2017
CONVERSAS SOBRE HISTÓRIA DA MÚSICA, da autoria de Jorge Costa Pinto
LANÇAMENTO: dia 28 de Novembro de 2017 (3.ª feira), entre as 11h30 e as 12h30, na Salão Nobre Academia Sénior, na Parede

27/11/2017
ROMEU CORREIA, com coordenação de Edite Simões Condeixa
LANÇAMENTO: Dia 27 de Novembro de 2017 (2.ª feira), às 18h00, no Fórum Municipal Romeu Correia, em Almada. Apresentação: Vitor Fernandes – poeta e romancista

25/11/2017
ANTÓNIO MARIA LISBOA – Eterno Amoroso, da autoria de Joana Lima
LANÇAMENTO: dia 25 de Novembro de 2017 (sábado), às 17h00, na Livraria Letra Livre, Galeria Zé dos Bois, em Lisboa

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99