Resiliência

Apoio Social e Inteligência Emocional dos Portadores de Deficiência Física de Angola




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

O livro que aqui se apresenta é o resultado de um tenaz esforço, da determinação e, sobretudo, da consciência cívica do seu autor, do sentido de responsabilidade do investigador, que associa o político, ao cidadão e ao intelectual comprometido. Um trabalho de pesquisa tão longo e profundo como relevante, destinado a sedimentar e aprofundar o conhecimento das questões fulcrais dos seus concidadãos e do seu País, que, desde os mais jovens anos, tem vindo a servir, no desempenho dos mais diversos cargos políticos. Marcos Barrica procura, de forma militante, com a sua intervenção, equacionar problemas relacionados com as suas gentes e a sua amada Pátria, Angola. Mas é como estudioso e investigador, no âmbito da sua tese de doutoramento, que procura, através da Psicologia, o antídoto para minimizar as irreparáveis perdas a que muitos dos bravos soldados ou apenas gente anónima ficaram sujeitos, em consequência da luta armada pela qual passaram. [Maria da Conceição Serrenho Couvaneiro | PhD Psicologia].

Índice:

Dedicatória
Agradecimentos

PREFÁCIO

INTRODUÇÃO

CAPÍTULO I
1.1. Contextualização do objecto de estudo
1.2. As políticas angolanas de assistência e protecção da pessoa com deficiência

CAPÍTULO II – FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
2.1. Conceito de resiliência
2.1.1. Origem e conceito do termo resiliência
2.1.2. A resiliência nas ciências psicológicas
2.1.3. Revisão geral das investigações sobre resiliência
2.2. A resiliência e a exposição à situação traumática
2.2.1. O portador de deficiência física: consequências individuais, familiares e sociais
2.2.2. O trauma psicológico
2.2.3. Personalidade resistente
2.3. A inteligência emocional como base da resiliência
2.3.1. Conceito e domínios da inteligência emocional
2.3.2. Inteligência emocional e resiliência
2.4. O apoio social como promotor da resiliência
2.4.1. Factores protectores e de risco da resiliência
2.4.2. Redes de apoio social e resiliência
2.4.3. Estudos que relacionam o apoio social e a resiliência
2.5. A pessoa com deficiência
2.5.1. Conceptualização
2.5.2. Classificação
2.6. Objectivos do estudo
2.7. Expectativas de resultados e hipóteses

CAPÍTULO III – METODOLOGIA DA INVESTIGAÇÃO
3.1. População e Amostra
3.2. Instrumentos de investigação
3.2.1. Inquérito de Recolha de Dados de Identificação Pessoal/Sociodemográficos
3.2.2. Questionário de Resiliência
3.2.3. Questionário de Inteligência Emocional
3.2.4. Questionário de Apoio Social
3.2.5. Entrevistas
3.3. Procedimentos
3.4. Definição das variáveis estudadas
3.5. Análises estatísticas
3.6. Desenho/Esquema da investigação

CAPÍTULO IV – RESULTADOS
4.1. Resultados factoriais dos instrumentos utilizados
4.1.1. Resultado factorial do Questionário de Resiliência
4.1.2. Resultado factorial do Questionário de Inteligência Emocional
4.1.3. Resultado factorial do Questionário de Apoio Social
4.2. Estatísticas descritivas das variáveis estudadas
4.3. Associações entre as variáveis estudadas
4.4. Resultados diferenciais
4.4.1. Resultados diferenciais segundo o estado civil
4.4.2. Resultados diferenciais segundo a situação laboral
4.4.3. Resultados diferenciais segundo a posse de casa (habitação)
4.4.4. Resultados diferenciais segundo a idade
4.4.5. Resultados diferenciais segundo o nível de escolaridade 4.4.6. Resultados diferenciais segundo o salário
4.4.7. Resultados das relações entre Inteligência Emocional e Resiliência
4.4.7.1. Relação entre Habilidades Sociais e Resiliência
4.4.7.2. Relação entre Automotivação e Resiliência
4.4.7.3. Relação entre Autocontrolo e Resiliência
4.4.7.4. Relação entre Autoconhecimento e Resiliência
4.4.7.5. Relação entre Empatia e Resiliência
4.4.7.6. Relação entre Inteligência Emocional Total e Resiliência
4.4.8. Resultados da relação entre Apoio Social e Resiliência
4.4.8.1. Relação entre Apoio Emocional e Resiliência
4.4.8.2. Relação entre Apoio Tangível e Resiliência
4.4.8.3. Relação entre Apoio de Pertença e Resiliência
4.4.8.4. Relação entre Apoio de Auto-estima e Resiliência
4.4.8.5. Relação entre Apoio Social Total e Resiliência
4.4.9. Resultados das diferenças em Resiliência, segundo o perfil das pessoas que pedem ajuda

CAPÍTULO V – DISCUSSÃO E CONCLUSÕES
5.1. Discussão
5.1.1. Resiliência dos Portadores de Deficiência Física, segundo as variáveis sociodemográficas analisadas
5.1.2. Relação entre Inteligência Emocional e Resiliência dos Portadores de Deficiência Física
5.1.3. Relação entre Apoio Social e Resiliência dos Portadores de Deficiência Física
5.1.4. Resiliência dos Portadores de Deficiência Física, segundo as pessoas a quem recorrem para pedir ajuda
5.2. Conclusões
5.3. Limitações deste trabalho e sugestões para futuras investigações
5.4. Sugestões para a aplicação dos resultados

CAPÍTULO VI – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS


O AUTOR:
José Marcos Barrica nasceu em Cabinda, Angola, a 25 de Abril de 1962. É Professor universitário, leccionando as cadeiras de psicologia geral e psicologia social no ISCED - Instituto Superior de Ciências da Educação. Licenciado em Ciências da Educação, especialidade Psicologia, pela Universidade Agostinho Neto (1986), master e DEA (Diploma de Estudos Avançados) em Desenvolvimento Pessoal e Intervenção Social (2002 e 2005), pela Faculdade de Psicologia da Universidade de Valência (Espanha), é doutorado em Psicologia Evolutiva e da Educação por essa mesma Universidade (2010). Integrou várias comissões de trabalho científico e técnico, como as de reformulação do ensino superior, e de gestão e reorganização da Universidade A. Neto. Orienta várias dissertações de fim de cursos de licenciatura; autor de diversos artigos, prefácios e capítulos de obras científicas e literárias. É Professor honorário do ISCE – Instituto Superior de Ciências Educativas de Lisboa e membro efectivo da SIP – Sociedade Interamericana de Psicologia. Foi dirigente do movimento associativo-estudantil tendo sido presidente nacional da AEES – Associação dos Estudantes do Ensino Superior; Deputado à Assembleia do Povo (1986-1992) e à Assembleia Nacional (1992-1999); membro do Conselho da República (1987-1993); Ministro da juventude e desportos (1999-2008). É, desde 2009, Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário de Angola em Portugal.

Detalhes:

Ano: 2016
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 208
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-567-9
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
18/04/2018
OPERAÇÃO "VIRAGEM HISTÓRICA" - 25 de Abril de 1974
APRESENTAÇÃO: Dia 18 de Abril de 2017 (4.ª feira) às ___, no Museu Militar do Porto

01/03/2018
MEMÓRIAS DE UMA FALSIFICADORA – A Luta na Clandestinidade pela Liberdade de Portugal, de Margarida Tengarrinha
LANÇAMENTO: Dia 1 de Março de 2018 (5.ª feira), às 18h00, nos Arquivo Nacional / Torre do Tombo, em Lisboa. Apresentação: Dr. Silvestre Lacerda

24/02/2018
RETRATOS DE PASSAGEM, da autoria de Leonor Sobral
APRESENTAÇÃO: Dia 24 de Fevereiro de 2018 (sáb.), às 15h00, Biblioteca Municipal José Marmelo Silva, em Espinho

24/02/2018
ECLÉTICA – III, com coordenação literária de Célia Cadete e Ângelo Rodrigues
LANÇAMENTO: 24 de fevereiro (sáb.), às 16h00, na SNBA, em Lisboa

24/02/2018
UMA FAMÍLIA NOS TEMPOS DE SALAZAR, da autoria de Florbela Teixeira
LANÇAMENTO: dia 24 de Fevereiro de 2018 (sáb.), das 16h00 às 18h00, no Casa das Artes de Felgueiras, em Felgueiras

20/02/2018
VOZES DO SUL NO MUNDO GLOBAL, de Adelino Torres
LANÇAMENTO: Dia 20 de Fevereiro de 2018 (3.ª feira), às 18h00, Livraria Leya na Buchholz, em Lisboa. Apresentação: Prof. Doutor Manuel Ennes Ferreira; Prof. Doutor José Filipe Pinto; Dr. Eduardo Costa Dias

17/02/2018
NOVA SÍNTESE, 12 - "Neo-Realismo no Cinema”
LANÇAMENTO: Dia 17 de Fevereiro de 2018 (sáb), às 16h00, no Museu do Neo-Realismo, em Vila Franca de Xira

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99