O Movimento Filarmónico no Concelho do Montijo




Recomendar livro a um amigo
Colaboração com a entidade: Câmara Municipal de Montijo

Sinopse:

Com um olhar atento e uma profunda experiência académica, a obra “Movimento Filarmónico do Concelho do Montijo”, propõem-nos um estimulante debate sobre as bandas montijenses e os desafios do futuro. ¶ O movimento associativo no Concelho de Montijo encontra-se indissociavelmente ligado às bandas filarmónicas locais que, ao longo dos tempos, prosseguiram fins recreativos, culturais, religiosos e políticos. ¶ Em aldeia Galega do Ribatejo de outrora, o Montijo de agora, o movimento universal da filarmonia foi condignamente representado até aos nossos dias pela Sociedade Filarmónica 1.º de Dezembro, pela Banda Democrática 2 de Janeiro e pela Academia Musical União e Trabalho (AMUT) de Sarilhos Grandes. ¶ (…) ¶ A jornada das bandas de música no Montijo toca-nos porque é o prolongamento da história do povo montijense, dos conservatórios do povo, dos valores essenciais desta terra com o Tejo a seus pés. ¶ [Nuno Canta, presidente da C.M. do Montijo]

Índice:

Nota do Presidente da C. M. Montijo

PREÂMBULO (Luís Marques)

INTRODUÇÃO

O MOVIMENTO FILARMÓNICO NO CONCELHO DO MONTIJO
Contexto Geral do Movimento Filarmónico

SOCIEDADE FILARMÓNICA 1.º DE DEZEMBRO

BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS / ESCOLAS PRIMÁRIA E SECUNDÁRIA
Estatutos
Política e...Cisão
Festas e Festividades
Teatro & Dança
Sedes & Coretos
Festivais Internacionais
Kerkrade-Holanda-1958
Ayamonte – Espanha
Kerkrade – 1962
Vila d’Altea – Espanha
Condecorações & Medalhas
Acontecimentos Relevantes
Repertório & Maestros
Hino da 1.º de Dezembro
Três Testemunhos

ACADEMIA MUSICAL UNIÃO E TRABALHO
Estatutos
Coretos
Sedes
Repertório
Instrumentos
Bibliografia

BANDA DEMOCRÁTICA 2 DE JANEIRO
Montijo e Republicanismo
Primórdios da Banda Democrática
Banda, Regentes e Concertos
Os coretos
Teatro Amador
As sedes
Bibliografia

AGRADECIMENTOS



OS AUTORES:

Jorge Costa Pinto – Compositor - Maestro. Cursa piano e composição na Academia Amadores de Música, com Fernando Lopes-Graça e Francine Benoit e música contemporânea com Jorge Peixinho e Louis Sager. Em Boston, USA, no Berklee College of Music, estudou Jazz, Arranging, com Herb Pomeroy e James Prógris. Produtor e director musical de gravações discográficas para as etiquetas internacionais (EMI, Philips, RCA) e nacionais (Tecla, Radio Triunfo). Produziu também obras de compositores portugueses eruditos para o Ministério da Cultura, inseridos na Discoteca Básica. Com a Banda Sinfónica da Guarda Nacional Republicana, grava as suas composições: Timpanólic; Interlúdio; Paisagens; Bi-Tone; Aurora Boreal e Dialogus Tranquilis. Produz, realiza e apresenta desde 2006, o programa «Coreto», na Rádio Televisão Portuguesa-Rádio Clássica/Antena2, divulgando a música bandística Portuguesa e Internacional. É membro das Organizações nacionais e internacionais: WASBE (World Association for Symphonic Bands and Ensembles); APRS (Association of Professional Recording Services); IMMS (International Military Music Society); SPA (Sociedade Portuguesa de Autores); AES (Audio Engineering Society); IAJE (International Association for Jazz Education

João Moreira dos Santos – Natural de Lisboa e doutorando em Ciências da Comunicação, é autor do programa radiofónico Jazz a Dois, emitido diariamente pela Antena 2. Como autor, já publicou cerca de 10 livros, alguns dos quais representados nas colecções da Library of Congress, New York Public Library, British Library, Bibliothèque Nationale de France e nas bibliotecas das universidades de Harvard, Yale, Princeton e Columbia. Colabora na Imprensa há mais de 20 anos, escrevendo sobre música para publicações como o Expresso, Visão História, Blitz, A Capital e Jornal de Letras

Detalhes:

Ano: 2016
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 168
Formato: 24x18
ISBN: 978-989-689-363-7
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
16/12/2017
CONTOS PRÓDIGOS (e outros) VADIOS, da autoria de Conceição Oliveira
LANÇAMENTO: dia 16 (sábado) de dezembro de 2017, pelas 16h00, na Biblioteca Municipal de Aveiro

16/12/2017
EM NOME DO FILHO, da autoria de Manuel da Luz
LANÇAMENTO: Dia 16 de Dezembro de 2017 (sábado), às 15h15, no Museu de Portimão. Apresentação: Dr.ª Dália Paulo

16/12/2017
ANARQUISMO MODERNO, MAS NÃO PÓS-MODERNO, Org: António Cândido Franco, Carlos Abreu, João Freire, Manuela Parreira da Silva, Maria Alexandre Lousada
LANÇAMENTO: Dia 16 de Dezembro de 2017 (sáb.), às 15h00, no Museu do Aljube, em Lisboa. Apresentação: José Bragança de Miranda

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99