A Guerra nos Balcãs

Jihadismo, Geopolítica e Desinformação. Vivências de um Oficial do Exército Português ao Serviço da ONU




Recomendar livro a um amigo
Autoria: Carlos Branco

Sinopse:

Mas volto ao desencanto. O livro que o leitor tem perante si é, visivelmente, fruto de um trauma e dos estados de alma dele resultante. E isso torna-o num livro muito autêntico, nada “tático” com a revelação da realidade dos factos, tal como o autor os observou ou pressentiu. Se me é permitida uma simplificação, diria que este texto é a expressão do choque de alguém que partiu com imensa boa vontade e entusiasmo para uma tarefa, a que se entregou com sinceridade e abertura, e que se deparou, para além das insuficiências do próprio país que o enviava, com um mundo concreto feito de agendas diferenciadas, algumas conflituais entre si, construídas de cinismo e de “realpolitik”, se é que um termo não é necessariamente sinónimo de outro. Não que isso não fosse em absoluto expectável, mas o grau e a natureza dessa realidade induziram claramente no autor algumas surpresas, na maioria dos casos menos agradáveis. Este trabalho é a imersão nesse mundo de sombras, de sinais cruzados e deliberadamente equívocos, de cumplicidades e conluios, onde a miséria da guerra vem sempre ao de cima, tudo sobredetermina, com uma crueldade que às vezes a redondeza do discurso político procura iludir. [Francisco Seixas da Costa]. ********************************************************** A experiência na antiga Jugoslávia despertou-me intelectualmente para as questões das operações de paz e da resolução de conflitos. Se não tivesse tido a oportunidade de observar este conflito em primeira mão, teria seguramente formado uma opinião sobre o comportamento dos seus atores, tanto internos como externos, muito diferente daquela que formei, provavelmente até diametralmente oposta. Foi uma oportunidade para me aperceber das subtilezas da verdade. Verifiquei que muito daquilo que eu julgava saber estava errado, ou pior, eram meias verdades. ¶ […] ¶ Este livro é um testemunho pessoal, tanto de acontecimentos vividos em primeira mão, como de ocorrências em que estive indiretamente envolvido. É uma compilação de estórias que vivi e por que passei organizadas cronologicamente (tanto quanto possível). Nenhum dos factos relatados é ficção. A descrição daqueles em que não participei diretamente baseia-se, na maior parte dos casos, em relatórios ou em entrevistas com as pessoas que estiveram diretamente envolvidas. Apesar deste trabalho não ter a pretensão de ser um exercício académico, nem uma incursão na história do conflito poderá contribuir, contudo, para a sua melhor compreensão ao proporcionar mais uma leitura dos acontecimentos.

Índice:

Dedicatória

Excertos de uma entrevista feita por Jacques Merlino a James Harff

Prefácio

Siglas e acrónimos

Agradecimentos

Introdução
Ulica Antunovac
Uma Semana em Zagreb
A Caminho da Bósnia
Sta Ima?
Mostar Leste
Esticando a corda
Barragens de artilharia na M17
Sector Soft
Ulica Ilica – A Ambientação
No Rescaldo da Operação Storm
Uma Descida Às Trevas
Atos de um Genocídio
Jihadistas na Bósnia
O Que Parece Não É!
Uma História Mal Contada
Uma Nota Introdutória
Os Combates e a Queda do Enclave
No Rescaldo da Operação
Para Além dos Factos. A Análise
Post-Scriptum
O Fim da Guerra na Bósnia
O Regresso à Pátria

Epílogo

À Guisa de Posfácio



AUTOR

Carlos Branco é Major-General do Exército na situação de reserva. Entre outras funções, foi observador militar da ONU no conflito da ex-Jugoslávia, entre agosto de 1994 e fevereiro de 1996. Ainda nesse ano, ao serviço da OSCE, desempenhou as funções de monitor eleitoral nas primeiras eleições realizadas na Bósnia após os acordos de Dayton. Ao serviço da ONU exerceu ainda funções na Divisão Militar do Secretariado da ONU, em Nova Iorque, para as quais foi selecionado, onde nas funções de Peacekeeping Affairs Officer foi desk officer das missões da ONU no Médio Oriente (Israel, Líbano, Síria e Iraque/Kuwait).
Foi igualmente selecionado para as funções de porta-voz do Comandante da Força da OTAN no Afeganistão; assim como para Diretor da Divisão de Cooperação e Segurança Regional do Estado-Maior Militar Internacional da OTAN, em Bruxelas, onde foi responsável pelo planeamento estratégico da cooperação militar da OTAN com os seus parceiros.
Foi também Subdiretor do Instituto de Defesa Nacional e do Instituto de Estudos Superiores Militares. Presentemente é investigador integrado na Universidade Autónoma de Lisboa onde lidera um projeto no âmbito das técnicas e métodos da Resolução de Conflitos.

Detalhes:

Ano: 2016
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 286
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-610-2
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
31/05/2017
CONCELHO DE TONDELA – HERÁLDICA, HISTÓRIA E PATRIMÓNIO, de Luís Ferros, Manuel Ferros e Rui do Amaral Leitão
BREVEMENTE DISPONÍVEL

30/04/2017
ECLÉTICA II - em formação (Regulamento)
INFORMAÇÃO DETALHADA: clique em "links" *ECLÉTICA II, nesta página

25/04/2017
SINES NA REVOLUÇÃO DOS CRAVOS, da autoria de Raquel Varela, António Simões do Paço, Luísa Barbosa Pereira
LANÇAMENTO: dia 25 de Abril de 2017 (3.ª feira) às 16h00, no Auditório do Centro de Artes de Sines

24/04/2017
REPUBLICANOS, ANARQUISTAS E COMUNISTAS NO EXÍLIO (1927-1936), de Cristina Clímaco
LANÇAMENTO: Dia 24 de Abril de 2017 (2.ª feira) às 18h00, Biblioteca Municipal de Torres Vedras

28/02/2017
ODÉLIA E A METAFÍSICA, de Fernando Barata Freitas
DISPONÍVEL PARA VENDA a mais recente obra de Fernando Barata Freitas. Aqui mesmo: http://www.edi-colibri.pt/Detalhes.aspx?ItemID=2081

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99