Ao Cair da Noite

Romance




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

Ao Cair da Noite oferece-nos personagens que deambulam por muitos lugares, todas enredadas numa mesma teia que, ali, a vida lhes teceu. A narrativa remete-nos para um tema universal, de modo tão real que quase nos liberta do território da ficção para nos colocar face aos meandros da vida. Aqui se apresenta um tema universal que enreda as personagens num conflito magistralmente urdido: o ciúme. E onde se revela um gesto solidário que teimará, partilhando emoções, em apaziguar esse conflito. Aqui, também, o leitor é remetido para o reino do oportunismo partidário onde se lhe depara, para lá do arbítrio do poder, a atitude de resistência às coisas sujas da política. Aqui colhemos a certeza de que, apesar de tudo, há vida para além da angústia e do medo. Então, suspende-se a narrativa e fica-nos um romance aberto deixando que o leitor se embrenhe na estrada da imaginação e crie, ele próprio, um desfecho possível que o autor quer deixar em suspenso. Valerá a pena fazer a viagem desta narrativa que a ela ficaremos presos do princípio ao fim e com ela está mais enriquecida a literatura lusófona. [EDUARDO BENTO]

Índice:

AUTOR
ALBERTINO HOMEM DOS SANTOS SEQUEIRA BRAGANÇA nasceu em S. Tomé, em 9 de Março de 1944, tendo ali realizado os ensinos primário e secundário até 1963 e frequentado a Universidade de Coimbra (Faculdade de Ciências) entre 1964 e 1969.
Regressado ao país após a independência, a par da sua actividade como técnico de educação (sector onde desempenhou diversos cargos directivos), dedicou-se a intensa actividade cultural, tendo criado em 1984, com Frederico Gustavo dos Anjos e Armindo Aguiar, as Edições Gravana Nova, que tiveram o mérito de dar à luz Bandeira Para Um Cadáver, de Frederico Gustavo dos Anjos, e Rosa do Riboque e Outros Contos, de sua autoria.
Em 1985 organiza, com a reputada poetisa Alda do Espírito Santo e a plêiade de jovens dedicados às artes e letras de S. Tomé e Príncipe, a União Nacional de Escritores e Artistas de S. Tomé e Príncipe (UNEAS), de que é Secretário-Geral.
Presença activa em eventos de carácter cultural, no país e no estrangeiro, foi o representante do seu país às discussões atinentes ao Acordo Ortográfico de Língua Portuguesa (Academia Brasileira de Letras, Rio de Janeiro (1986), e Academia de Ciências de Lisboa, Lisboa, 1990), participou no país e no estrangeiro em múltiplos eventos de índole literária e cultural e teve intervenção preponderante, na qualidade de Ministro dos Negócios Estrangeiros, nos preparativos inerentes à criação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, de que é, desde 2006, Embaixador de Boa Vontade.
Exerceu, a partir de 1991, importantes funções partidárias, governativas e parlamentares.

Detalhes:

Ano: 2017
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 152
Formato: 21x15
ISBN: 978-989-689-688-1
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
24/09/2017
O SISTEMA DE INFORMAÇÃO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, da autoria de Susana Rodrigues
LANÇAMENTO: Dia 24 de Setembro de 2017 (domingo), às 19h00, na Festa do Livro do Palácio de Belém, em Lisboa

23/09/2017
A MINHA VIDA DAVA UM ROMANCE, de José Salgueiro
LANÇAMENTO: dia 23 de setembro (sáb.), às 16H00, na Biblioteca Municipal de Montemor-o-Novo

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99