Estórias do Arco da Vela




Recomendar livro a um amigo
Autoria: Roberto Robles

Sinopse:

Desafiar o neto dum oficial de máquinas a navegar a todo o pano por estas deliciosas histórias, não sendo uma provocação trata-se duma ideia do… arco da vela. Mesmo sem direito a “Pés em cima da Mesa”, nem me arvorar em “Captain Diesel”, digo que ler este livro é uma vivência recomendável a todos quanto gostem do mar e queiram conhecer os marinheiros. [JOAQUIM LETRIA] ****************************************************** Com as suas “Estórias do Arco da Vela”, Roberto Robles lembra algumas memórias da sua passagem pelos dois grandes veleiros da marinha portuguesa, onde os marinheiros aprendem, pelos vistos se divertem, alguns sustos terão passado e muita vida viveram pela certa. Há algo de misterioso nestes tempos no mar, por ser quase infinito, debruçado para além do horizonte, por ter vontade própria e pela lição de humildade que nele aprendemos (ou se devia aprender), pelas cores e pelos sons, pela profundeza e pelo desconhecido. Talvez por isso o mar se faça amar tão intensamente. E nunca é esquecido por aqueles, como o autor, que se lhe dedicam e que o respeitam. Este livro é testemunho desse respeito. [FRANCISCO LOUÇÃ]

Índice:

INTRODUÇÃO

LÁGRIMAS FELIZES

CAPTAIN DIESEL

O DIREITO DOS PÉS EM CIMA DA MESA

O ÚLTIMO NAUFRÁGIO DO IMPÉRIO

UM GUARDA-MARINHA PURO E DURO

O MÉDICO E A CORJA

A TROMBA DO GORGULHO

A SUAVE FRAGRÂNCIA DA GINGINHA

LOUCURA A BORDO

NOITE DE CALMARIA

RUMO LENINEGRADO

SONHOS E PESADELOS

UMA MASCOTE MUITO HUMANA

TRÊS NOMES NO TEMPO

GLOSSÁRIO



AUTOR

ROBERTO FIGUEIREDO ROBLES, flaviense desde 1948, entrou para a Escola Naval em 1966 e reformou-se como Capitão de Mar e Guerra. As longas horas de embarque partilhadas em vários navios da Marinha, consolidaram o seu conhecimento do ser humano quando confrontado com os elementos adversos e com a heterogeneidade dos grupos, mas foi como oficial da Sagres e imediato do Creoula que colheu algumas peças destes contos, às quais juntou uma pitada de ironia e uma boa dose da sua experiência no ativismo social.

Detalhes:

Ano: 2017
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 162
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-685-0
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
29/06/2019
SÃO BARTOLOMEU DE MESSINES E O CONCELHO DE SILVES, da autoria de Aurélio Nuno Cabrita
LANÇAMENTO: 29 de junho (sáb.), às 16h00, no Auditório Francisco Vargas Mogo, CCAM, em São Bartolomeu de Messines. Apresentação: Prof.ª Doutora Maria João Raminhos Duarte

29/06/2019
GLACÉ COM BOLINHAS PRATEADAS, da autoria de Albert E. Marcus
LANÇAMENTO: no dia 29 (sáb.) de junho de 2019, pelas 19h30 horas, no Restaurante A FLORESTA DE MOSCAVIDE

29/06/2019
CONVERGÊNCIAS DESCONEXAS, da autoria de Luís Telésforo
LANÇAMENTO: dia 29 de junho (sáb.), às 16h00, no Palácio Baldaya, em Lisboa. Apresentação da obra e do autor: Maria João Covas

21/06/2019
ARTES PLÁSTICAS, da autoria de Paula Henriques
APRESENTAÇÃO: dia 21 de Junho (6.ª feira), às 18h00, na Casa do Alentejo em Lisboa. Apresentação: Margarida Tengarrinha

19/06/2019
O TRIUNFO DOS VALENTES – Luta e resistência numa vila mineira do séc. XX, da autoria de Mercedes Guerreiro
LANÇAMENTO: dia 19 de Junho (4.ª feira) às 18h30. Parque Mineiro de Aljustrel. Com apontamentos musicais.

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99