Angola – O 4 de Fevereiro de 1961 em Luanda

e OUTRAS MEMÓRIAS




Recomendar livro a um amigo
Autoria: César Gomes

Sinopse:

Nesta obra são contadas as várias profissões que o autor desempenhou em Portugal e Angola. Por necessidade de trabalho teve o desafio de desempenhar funções de Guarda Livros numa Serração de Madeiras, em Luanda. ¶¶ É referido que a Boa Entrada foi a maior companhia de café e palmar do mundo. As contingências e adversidades que o autor teve de enfrentar e, a guerra de que deu conta e assistiu, foram marcantes. Neste contexto, relata a sua vivência e apoio prestado aos indígenas nos acontecimentos do dia 4 de Fevereiro de 1961, no decorrer dos ataques dos nativos à Reclusão de Luanda, Cadeia da 7.ª Esquadra, Correios e Emissora Nacional de Angola. ¶¶ O sentimento de revolta do autor em relação à discriminação do ser humano, e a vivência num regime ditatorial, levou-o a descrever os capítulos de Raças e Xenofobia. ¶¶ Grande parte dos episódios aqui descritos nunca seriam contados, porque só o autor os presenciou e viveu. Esta é a razão fundamental do espírito do livro que, porventura, um dia poderá ser útil no enriquecimento da História de Angola e de Portugal.

Índice:

Prefácio

Introdução

Rumo a Angola

Boa Entrada – CADA

Fazenda Longa-nhia

Regresso ao Hospital Central

Fazenda Caxombo

Regresso definitivo à Boa Entrada

Um Homem

Orgânica do Hospital Central

Raças Humanas

Xenofobia e Racismo

Desempregos e Empregos

Agostinho Neto e Américo Boavida

Quadros da PSP de Angola

Malfadado Emprego de Sara

O 4 de Fevereiro em Angola

Estudos Gerais Universitários

Professor Daniel Serrão

Internato Geral

Internato Complementar

Particularidades

O Retornado

Notas Finais

Bibliografia



O AUTOR:

César Augusto Gomes nasceu em Escalhão e reside no Porto onde exerce a profissão de médico. ¶ Em Lisboa foi responsável pelo Serviço de Medicina I, no Hospital de Santo António dos Capuchos, e Monitor da Escola de Enfermagem Artur Ravara, cargos que deixou em 1954 e foi para Angola. Licenciou-se em Medicina e Cirurgia, na Faculdade de Medicina do Porto, em 1969. Em Angola trabalhou como enfermeiro-chefe do Hospital Central da Boa Entrada na CADA e, em Luanda, já como médico, foi assistente da Faculdade de Medicina. Fez a especialidade de Medicina Interna no Hospital Universitário de Luanda e, em 1975, teve de regressar a Portugal, como retornado, onde fez a especialidade de Gastrenterologia. ¶ Diferenciou-se em Laparoscopia com o Prof. Marti Vicente, no Serviço do Prof. Francisco Villardel, em Barcelona. Na Fundação Calouste Gulbenkian fez o Curso de Ultrassonografia Digestiva. No Hospital Geral de Santo António especializou-se em Proctologia com o Dr. Amílcar Mascarenhas Saraiva. Desempenhou o cargo de Assistente da Faculdade de Medicina do Porto durante 15 anos. Participou na criação do Serviço de Gastrenterologia do Hospital de S. João, no Porto, e fez parte do 1.º quadro da Especialidade, onde exerceu as funções de Gastrenterologista graduado em Chefe de Serviço. Fundou ali as Unidades de Laparoscopia e Proctologia. ¶ Foi co-fundador da Sociedade Portuguesa de Proctologia. Criou as Jornadas de Medicina Gastrenterológica a Sul do Douro, de que foi seu presidente durante 10 anos. Tem publicações em revistas de Portugal, Espanha, EUA e Noruega. Proferiu palestras sobre temas médicos no Brasil, Espanha, Itália, Checoslováquia e Polónia. Publicou os livros: Via Sacra e Meditação, Raia Molhada, e Ontem, Futuro de Amanhã.

Detalhes:

Ano: 2017
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 206
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-682-9
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
22/10/2018
RITMOS AFECTIVOS NAS ARTES PERFORMATIVAS, da autoria de Ana Pais
LANÇAMENTO: Dia 22 de Outubro de 2018 (2.ª feira), às 19h00, no Teatro Municipal São Luiz. Conversa com Paula Varanda, Pedro Gil, Rui Pina Coelho e a Autora

20/10/2018
AREZ QUINHENTISTA, com Organização da Santa Casa da Misericórdia de Arez
LANÇAMENTO: Dia 20 de Outubro de 2018 (sábado), às 14h30, na Santa Casa da Misericórdia de Arez

20/10/2018
A DIMENSÃO TEATRAL DO AUTO DA FÉ, da autoria de Bruno Schiappa
APRESENTAÇÃO: Dia 20 de Outubro de 2018 (sábado), às 17h00, no Átrio do Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99