Elites e Educação

O Liceu de Évora




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

«Este estudo histórico sobre a relação entre as elites portuguesas e a educação durante os Liberalismos Monárquico e Republicano e as primeiras décadas da Ditadura (Estado Novo), reconstituída a partir da experiência das instituições, professores e alunos do ensino secundário da cidade de Évora, é um excelente contributo para a história cognitiva da formação e evolução da sociedade portuguesa “contemporânea” e, pelo interesse alargado que merece suscitar, para a cultura histórica da sociedade portuguesa actual. ¶¶ Os leitores encontrarão nele, além de uma extensa e invulgar informação factual, uma sólida análise histórica sobre o lugar institucional do Liceu de Évora no sul do país; a afirmação social e política do seu corpo docente, crescentemente mais profissionalizado; a função deste estabelecimento escolar como o topo regional de um quadro de educação formal pública desde o início (meados do Séc. XIX) ideologicamente imaginado e politicamente constituído mais como um dos instrumentos de reprodução do que como um canal de oportunidade de ascensão na «escada» social, um propósito que a Primeira República diferenciou mas não superou; e sobre a origem e destino social de muitos dos seus estudantes, em grande parte sugados pelos espaços em formação do “Portugal Moderno”. Em suma, o estudo torna claro o processo de constituição, a partir de 1841, da centralidade regional do Liceu de Évora, que persistiu até que a instalação do ensino superior e, em particular, a (re)fundação da Universidade de Évora (1973), a estiolou, num momento de maior abertura social do sistema de ensino público, tanto nas oportunidades de acesso como de transição escolar.(…)» ¶¶¶ [HELDER ADEGAR FONSECA ¶ (Professor Catedrático da Universidade de Évora) – Prefácio.]

Índice:

Nota do autor

Prefácio

Normas de Transcrição e Lista de Siglas
Introdução

Capítulo 1 – Elites, sociedade e ensino secundário: a Europa e Portugal
1.1. Introdução
1.2. Ensino secundário na Europa: os casos
1.3. O ensino secundário em Portugal: entre o clássico e o técnico
1.4. O ensino em Portugal: um balanço
Capítulo 2 – Elites e instituições de ensino em contexto regional
2.1. Introdução
2.2. O ensino secundário liceal e a bifurcação do currículo durante a Monarquia Constitucional
2.3. O ensino técnico: a segmentação
2.4. Elites e estatuto das instituições de ensino: um quadro sumário

Capítulo 3 – O lugar das escolas na «cidade dos equipamentos»: o quadro material
3.1. Introdução
3.2. As escolas na «cidade dos serviços»
3.3. A Monarquia Constitucional. A função educativa de Évora à dimensão do sul
3.4. República. O primado do ensino técnico
3.5. O Estado Novo. O primado da política do ensino clássico
3.6. A função educativa na «cidade dos equipamentos»: um quadro
sumário

Capítulo 4 – O liceu com gente dentro: os professores, a vida cívica e a política (1890-1926)
4.1. Introdução
4.2. A diacronia: o corpo docente 1841-1926
4.3. Da Monarquia Constitucional à I.ª República: o envolvimento dos professores na vida cívica
4.4. Os professores. Carreira escolar e ação pública: um quadro sumário

Capítulo 5 – Oferta e procura de ensino clássico e de ensino técnico em Évora (1841-1926)
5.1. Introdução
5.2. Ensino primário e ensino secundário na Europa: historiografia e comparação
5.3. Portugal: depois do ensino primário
5.4. A procura no segmento de ensino clássico
9.5. O Alentejo: a surpreendente questão do género
5.5. O ensino clássico e o ensino técnico em Évora
5.6. A procura: um quadro sumário

Capítulo 6 – Os descendentes. Recrutamento dos estudantes
do ensino secundário em Évora
6.1. Introdução
6.2. Metodologia
6.3. Critérios para o cruzamento de dados. Codificação e classificação
6.4. Geografia e mobilidade
6.5. Recrutamento social no ensino secundário: um quadro no final do século XIX
6.6. Estrutura ocupacional dos pais dos alunos do Liceu de Évora
6.7. Grupos ocupacionais e rendimento
6.8. O recrutamento geográfico e o recrutamento social: um quadro sumário

Capítulo 7 – Trajetórias e destinos ocupacionais
7.1. Introdução
7.2. A procura de ensino superior pelos alunos do Liceu de Évora
7.3. Alunos do Liceu de Évora que prosseguiam estudos: ocupações
7.4. Os alunos: geografia e trajetória profissional. A geografia dos destinos ou a atração dos centros sobre as periferias
7.5. Trajetórias e destinos: um quadro sumário

Conclusão

Anexos

Fontes manuscritas
Arquivo Histórico do Liceu André de Gouveia
Arquivo Histórico da Escola Industrial e Comercial Gabriel Pereira
Arquivo Distrital de Évora
Arquivo da Câmara Municipal de Évora
Arquivo Geral do Seminário Diocesano de Évora
Arquivo da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz
Arquivo Histórico Militar
Arquivo da Universidade de Coimbra
Arquivo do Museu de Ciência da Universidade de Lisboa (Escola Politécnica)
Centro de Documentação do Ministério da Educação
Biblioteca Nacional
Instituto Superior de Agronomia (Biblioteca-Arquivo)
Fontes Impressas
Biblioteca do Estado Maior do Exército
Arquivo Nacional da Torre do Tombo
Biblioteca Nacional

Legislação

Estatísticas

Relatórios

Anuários

Imprensa

Bibliografia

Detalhes:

Ano: 2017
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 446
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-629-4
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
01/09/2018
COMENDA COM GENTE – Fotobiografia de uma Aldeia Alentejana; da autoria de Jorge Branco
APRESENTAÇÃO: dia 01 de Setembro (sáb.), às 15h00, no Salão Paroquial e Comunitário da Comenda. Apresentação: Dr. Silvestre Lacerda (Director do Arquivo Nacional da Torre do Tombo)

30/06/2018
ECLÉTICA – IV, Coordenação literária de Ângelo Rodrigues e Célia Cadete
LANÇAMENTO: dia 30 de junho (sáb.) de 2018 às 16h30, na Sociedade Nacional de Belas Artes – SNBA; em Lisboa

27/06/2018
COMENDA COM GENTE. Fotobiografia de uma Aldeia Alentejana, da autoria de Jorge Branco
LANÇAMENTO: dia 27 de Junho (4.ª feira), às 18h00 (após Plenário), Assembleia da República, em Lisboa. Apresentação: Deputado José Luís Ferreira

23/06/2018
RIO AZUL, de Rogério Moura
LANÇAMENTO: dia 23 de Junho de 2018 (sáb.), às 16h00, no Museu das Artes de Sintra. Apresentação da obra e do autor pelo escritor Miguel Real e pelo Exm.º Sr. Juiz Desembargador, Dr. Renato Barroso

21/06/2018
AS HORAS DOS TEMPOS (Romance), da autoria de António Luiz Rafael
LANÇAMENTO: dia 21 de Junho (5.ª feira), às 18h00, Câmara Municipal de Évora. Apresentação: Prof.ª Doutora Lurdes Pratas Nico

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99