Empenho e Arte

Os Grão-Capitães: uma sequência de contos de Jorge de Sena




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

Empenho e Arte estuda, no contexto do Estado Novo, o livro Os Grão-Capitães: uma sequência de contos de Jorge de Sena como paradigma do género literário sequência de contos. A partir desta abordagem crítica, Empenho e Arte analisa o esquema estrutural e os assuntos temáticos que dão à coletânea de Sena uma integridade narrativa que convida a uma leitura segundo os conceitos teóricos de uma sequência de contos. Esta análise permite encarar coletâneas como Os Grão-Capitães a partir de uma base teórica que as individualiza e as distancia de meras coletâneas heterogéneas. *********************************************************** “[…] este livro original – original porque optou por ser uma leitura de uma obra muito original, sobretudo no âmbito das literaturas lusófonas, mas original porque António M. A. Igrejas, sem deixar de se aproveitar das sugestões proporcionadas pelo próprio Autor, também soube tornar-se suficientemente independente do Autor para, apoiando-se não só em conceitos da estética de receção, mas também na sua própria sensibilidade de leitor, nos proporcionar aquilo que é, quanto a mim, um dos estudos mais ricos sobre a obra de Jorge de Sena em geral e o mais admirável sobre Os Grão-Capitães em particular.” ¶ ¶ (Francisco Cota Fagundes)

Índice:

Agradecimentos
Prefácio
Abertura


PARTE I: ENQUADRAMENTO TEÓRICO

1. Uma Sequência de Contos

2. O Leitor-Modelo: Considerações Teórico-Gerais

3. Texto e Leitor nas Sequências de Contos: Estratégias de Cumplicidade

4. O Conto: Uma Questão de Brevidade
4.1. Mais do que um contexto histórico
4.2. O conto e as demarcações do género
4.3. O conto com o romance ao fundo
4.4. Conclusões


PARTE II: PARATEXTUALIDADE

1. Pressupostos Paratextuais

2. Os Grão-Capitães: Primeiros Momentos Paratextuais
2.1. Título
2.2. Dedicatória
2.3. Notas
2.4. Prefácios

3. Epígrafes e Datas
3.1. Ideias preambulares
3.2. Coletânea
3.3. “Homenagem ao Papagaio Verde”
3.4. “As Ites e o Regulamento”
3.5. “Choro de criança”
3.6. “O «Bom Pastor»”
3.7. “Os Irmãos”
3.8. “Os Salteadores”
3.9. “Boa Noite”
3.10. “Capangala não responde”
3.11. “A Grã-Canária”


PARTE III: IMAGÉTICA

1. Apreciações Teóricas

2. A Circunscrição da Miséria: Imagética Carceral como Fio Condutor
2.1. “Homenagem ao Papagaio Verde”
2.2. “As Ites e o Regulamento”
2.3. “Choro de criança”
2.4. “O «Bom Pastor»”
2.5. “Os Irmãos”
2.6. “Os Salteadores”
2.7. “Boa Noite”
2.8. “Capangala não responde”
2.9. “A Grã-Canária”

3. Paisagens da Desolação: das Vidas aos Lugares
3.1. “Homenagem ao Papagaio Verde”
3.2. “As Ites e o Regulamento”
3.3. “Choro de criança”
3.4. “O «Bom Pastor»”
3.5. “Os Irmãos”
3.6. “Os Salteadores”
3.7. “Boa Noite”
3.8. “Capangala não responde”
3.9. “A Grã-Canária”


PARTE IV: CONSIDERAÇÕES FINAIS

1. Os Grão-Capitães e o seu Lugar na Obra de Jorge de Sena: Observações Globais de Comunidade, Literatura de Protesto e a Insatisfação Seniana
1.1. Conclusão, Síntese e Futuro

ANEXO
“A Portugal”

BIBLIOGRAFIA

ÍNDICE ONOMÁSTICO



AUTOR:

António M. A. Igrejas é natural de Sequeirós, distrito de Braga, e é doutorado em Literaturas e Culturas Lusófonas pela Universidade de Massachusetts Amherst. Leciona na Wellesley College, eua, e tem-se dedicado ao conto de língua portuguesa, com interesse especial em Jorge de Sena e o género literário sequência de contos. Para além de traduções e ensaios publicados, é cocoordenador de Trinta e Muitos Anos de Servidão: Ensaios Sobre Jorge de Sena em Honra de Mécia de Sena (2016) e Rememorando Daniel de Sá: Escritor dos Açores e do Mundo (2016).

Detalhes:

Ano: 2018
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 206
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-638-6
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
31/12/2020
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

04/04/2020
VIAGENS E COMENTÁRIOS DE UM TEMPO SEM TEMPO, da autoria de Otilina Silva
LANÇAMENTO: dia 4 de Abril (sáb.), às 16h00, na Casa do Concelho de Alvaiázere, em Lisboa. Apresentação: Luísa Nogueira

19/03/2020
JARDINS IMAGINÁRIOS, da autoria de Francisco Martins da Silva
LANÇAMENTO: dia 19 de Março de 2020 (5.ª feira), às 18h30, na Galeria SPGL, em Lisboa

08/03/2020
KOSOVO – A Incoerência de uma Independência Inédita, da autoria de Raul Cunha
APRESENTAÇÃO: dia 8 de Março (Sábado) às 15h00, na Delegação do Clube do Sargento da Armada – Feijó. Apresentação: Major-General Carlos Branco

06/03/2020
ANTÓNIO, EM PORTALEGRE CIDADE – Romance, da autoria de Carlos Ceia
LANÇAMENTO: dia 6 de Março (6.ª feira) das 18h00-19h30, Campus de Campolide, em Lisboa. Apresentação: Profª Doutora Ana Maria Martinho

05/03/2020
A NOITE MAIS LONGA DE TODAS AS NOITES, de Helena Pato
APRESENTAÇÃO (3.ª ed): dia 5 de Março (5.ª feira) das 18h00, na Associação 25 de Abril, em Lisboa. Apresentação: Prof.ª Doutora Luísa Tiago de Oliveira

29/02/2020
MUNDO(S) – Livros 7 – Coletânea de Poesia Lusófona
LANÇAMENTO: 29 de Fevereiro (sáb.), às 16h00, na Sociedade Nacional de Belas Artes, em Lisboa. Apresentação dos autores e da obra por Ângelo Rodrigues

27/02/2020
SANTOS, HERÓIS E MONSTROS, da autoria de Carla Varela Fernandes
APRESENTAÇÃO: 27 de Fevereiro (5.ª feira), às 18h00, na Livraria Ferin, em Lisboa

22/02/2020
SANTOS, HERÓIS E MONSTROS, da autoria de Carla Varela Fernandes
LANÇAMENTO: 22 Fevereiro (sábado), às 16h00, Mosteiro se Santa Maria de Celas, em Coimbra. Apresentação: Ana Alcoforado

21/02/2020
ESTORIETAS VADIAS, da autoria de Eurico Figueiredo
LANÇAMENTO: dia 21 de Fevereiro (6.ª feira) às 18h30, na FNAC NorteShopping, Senhora da Hora (Porto). Apresentação: Luísa Feijó (tradutora) e Alexandre Alves da Costa (arquitecto)

20/02/2020
O ALENTEJO E A LUTA CLANDESTINA – António Gervásio um Militante Comunista, da autoria de Luís Godinho
LANÇAMENTO: dia 20 de fevereiro (5.ª feira), às 18h00, no Museu do Aljube, em Lisboa. Apresentação: Margarida Machado e Teresa Fonseca

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99