Cidades Europeias

nas Cartas de Enea Silvio Piccolomini




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

Enea Silvio Piccolomini (1405-1464, Papa Pio I I 1458-1464), apreciado por Jakob Burckhardt pela sua sensibilidade à paisagem, percorreu grande parte da Europa do séc. XV. Neste livro, analisam-se as suas descrições de Génova, Basileia, Passau, Viena e Tabor (na Boémia) sob uma dupla perspectiva: intertextualidade entre Piccolomini e autores seus contemporâneos como Leonardo Bruni, Leon Battista Alberti, Poggio Bracciolini, Pier Candido Decembrio; relação dessas descrições com o momento histórico em que foram produzidas bem como com a biografia do autor e as suas ideias sobre a Europa. ********************************************************* A cidade de Tabor, foco do movimento Hussita, é apresentada por Piccolomini como o ponto mais baixo em uma escala civilizacional, que, tanto no seu aspecto urbanístico como no seu aspecto cívico, ostenta a desordem que advém da heresia. ¶ Enquanto a respeito de Génova ou Basileia Piccolomini se pôde socorrer de modelos anteriores (e até para compreender Viena faz auto-citações da sua descrição de Basileia), perante uma cidade como Tabor faltavam-lhe referências ou modelos que lhe permitissem penetrar a opacidade da realidade urbana. A visão de Piccolomini, contudo, tem o mérito de perceber a ligação entre a ausência de arquitectura e de arte sacra entre os Hussitas e os princípios doutrinais do movimento com a sua ênfase na pregação e no entendimento da Escritura. E isso prova que era um leitor atento do espaço urbano nas suas relações com as sociedades e ideias que o produzem.

Índice:

Introdução

Capítulo 1
Sobre a epistolografia como género e na obra de Enea Silvio Piccolomini
1.1. A epistolografia no séc. XV
1.2. A epistolografia de Piccolomini como uma obra

Capítulo 2
A descrição de Génova
2.1. Génova ou Baden?

Capítulo 3
As descrições de Basileia
3.1. A primeira descrição (1433)
3.1.1. Organização racional do espaço urbano
3.1.2. Lazer na cidade
3.1.3. Uma cidade ideal
3.1.4. Critérios estéticos e culturais
3.1.5. Confronto entre Basileia vista por Piccolomini e Baden
vista por Poggio

3.2. A segunda descrição de Basileia (1438)
3.2.1. Modelos: a laudatio de Bruni e o panegyricus de Decembrio
3.2.2. Os dois prólogos da segunda descrição
3.2.3. Primeiro prólogo: carta a Francesco Pizzolpasso
3.2.4. Segundo prólogo: carta a Philippe de Coëtquis
3.2.5. Basileia no centro da cristandade
3.2.6. Basileia no centro do Sacro Império Romano-Germânico
3.2.7. O equilíbrio da cidade
3.3. A descrição e as ideias do Concílio de Basileia
3.4. Descrições de Basileia de Pero Tafur e Andrea Gatari

Capítulo 4
De Ebelsberg a Passau: um modelo de magnificência
4.1. Significado da magnificência

Capítulo 5
Tabor: da cidade à barbárie

Capítulo 6
Viena: a cidade desregrada
6.1. Viena na História da Áustria

Conclusão

Bibliografia



AUTOR:

Armando Senra Martins é docente da Universidade de Évora e investigador do Centro de Estudos Clássicos da Universidade de Lisboa. Tem publicado estudos sobre Enea Silvio Piccolomini, humanismo português e literatura latina dos sécs. XVI-XVIII, com especial interesse em obras técnicas (teses universitárias, casuística).

Detalhes:

Ano: 2018
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 194
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-714-7
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
31/12/2020
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

04/04/2020
VIAGENS E COMENTÁRIOS DE UM TEMPO SEM TEMPO, da autoria de Otilina Silva
LANÇAMENTO: dia 4 de Abril (sáb.), às 16h00, na Casa do Concelho de Alvaiázere, em Lisboa. Apresentação: Luísa Nogueira

19/03/2020
JARDINS IMAGINÁRIOS, da autoria de Francisco Martins da Silva
LANÇAMENTO: dia 19 de Março de 2020 (5.ª feira), às 18h30, na Galeria SPGL, em Lisboa

08/03/2020
KOSOVO – A Incoerência de uma Independência Inédita, da autoria de Raul Cunha
APRESENTAÇÃO: dia 8 de Março (Sábado) às 15h00, na Delegação do Clube do Sargento da Armada – Feijó. Apresentação: Major-General Carlos Branco

06/03/2020
ANTÓNIO, EM PORTALEGRE CIDADE – Romance, da autoria de Carlos Ceia
LANÇAMENTO: dia 6 de Março (6.ª feira) das 18h00-19h30, Campus de Campolide, em Lisboa. Apresentação: Profª Doutora Ana Maria Martinho

05/03/2020
A NOITE MAIS LONGA DE TODAS AS NOITES, de Helena Pato
APRESENTAÇÃO (3.ª ed): dia 5 de Março (5.ª feira) das 18h00, na Associação 25 de Abril, em Lisboa. Apresentação: Prof.ª Doutora Luísa Tiago de Oliveira

29/02/2020
MUNDO(S) – Livros 7 – Coletânea de Poesia Lusófona
LANÇAMENTO: 29 de Fevereiro (sáb.), às 16h00, na Sociedade Nacional de Belas Artes, em Lisboa. Apresentação dos autores e da obra por Ângelo Rodrigues

27/02/2020
SANTOS, HERÓIS E MONSTROS, da autoria de Carla Varela Fernandes
APRESENTAÇÃO: 27 de Fevereiro (5.ª feira), às 18h00, na Livraria Ferin, em Lisboa

22/02/2020
SANTOS, HERÓIS E MONSTROS, da autoria de Carla Varela Fernandes
LANÇAMENTO: 22 Fevereiro (sábado), às 16h00, Mosteiro se Santa Maria de Celas, em Coimbra. Apresentação: Ana Alcoforado

21/02/2020
ESTORIETAS VADIAS, da autoria de Eurico Figueiredo
LANÇAMENTO: dia 21 de Fevereiro (6.ª feira) às 18h30, na FNAC NorteShopping, Senhora da Hora (Porto). Apresentação: Luísa Feijó (tradutora) e Alexandre Alves da Costa (arquitecto)

20/02/2020
O ALENTEJO E A LUTA CLANDESTINA – António Gervásio um Militante Comunista, da autoria de Luís Godinho
LANÇAMENTO: dia 20 de fevereiro (5.ª feira), às 18h00, no Museu do Aljube, em Lisboa. Apresentação: Margarida Machado e Teresa Fonseca

17/02/2020
INTRODUÇÃO À HISTÓRIA DIPLOMÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE, Esterline Gonçalves Género (Coord.)
LANÇAMENTO: dia 17 de fevereiro (2.ª feira), às 18h00, Fundação Cidade de Lisboa, em Lisboa. Apresentação: Prof. Doutor Luís Alves de Fraga

15/02/2020
NICOLAU CHANTERENE – Um Insigne Escultor em Évora, 1532-1542, da autoria de Francisco Bilou
LANÇAMENTO: 15 de Fevereiro (sáb.), às 16H00, no Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo, em Évora. Apresentação: Dr. Manuel Branco

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99