Os Livreiros de Lisboa nos Séculos XVI e XVII

Estratégias Económicas, Sociais e Familiares




Recomendar livro a um amigo
Autoria: Jorge Fonseca

Sinopse:

O tema principal deste livro é a atividade editorial e a venda de livros em Lisboa na segunda metade do século XVI e na primeira metade do século XVII, assim como as redes económicas, nacionais e internacionais,em que os livreiros da cidade se integraram. O mesmo aborda também as organizações profissionais e as estratégias sociais e familiares seguidas por estes homens de negócios para a continuidade das suas firmas e para a sua ascensão na sociedade. ********************************************************** A invenção da imprensa de caracteres móveis na Alemanha de Quatrocentos e a sua rápida expansão por todo o continente e pelos domínios e países de influência europeia em todo o mundo, permitiram que o património literário, filosófico, artístico e científico à época existente fosse posto ao alcance de um número muitíssimo maior de indivíduos, parte dos quais passou a refletir sobre ele e a questioná-lo, dando origem a novas conquistas da ciência, originais criações artísticas e mais ousadas formas de pensamento. Em tal processo foi crucial o papel dos profissionais da difusão de obras impressas, dos que as custearam, assim como dos que intervieram nas várias fases da sua produção material, os quais constituíram, a partir daí e ao longo de séculos, um pilar fundamental na estruturação de uma sociedade do conhecimento, base da civilização dos nossos dias.

Índice:

A quem ler

Preâmbulo

1 – Os livreiros e o comércio da cidade

2 – Estratégias económicas
2.1 – A atividade livreira
2.2 – Circulação do livro
2.2.1. Importação
2.2.2. Circulação interna
2.2.3. Exportação
2.3 – A coroa e os livreiros
2.4 – A corporação dos livreiros e o município

3 – Associativismo religioso: A Irmandade de Santa Catarina

4 – Os livreiros e a Inquisição

5 – Negócios e estratégias familiares

6 – Níveis de riqueza e de estatuto socioprofissional

7 – Conclusões

8 – Notas biográficas

9 – Fontes e bibliografia
9.1 – Fontes manuscritas
9.2 – Bibliografia e fontes impressas


*****


AUTOR:

JORGE MANUEL RIOS DA FONSECA é licenciado em História e pós-graduado em Ciências Documentais pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Doutor em Estudos Portugueses pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Investigador integrado do CHAM, da mesma universidade. Autor de doze livros – entre os quais Escravos e senhores na Lisboa quinhentista e Religião e liberdade. Os Negros nas irmandades e confrarias portuguesas – e de uma centena de artigos e capítulos de livros de História Medieval e Moderna, nomeadamente sobre os temas dos Escravos e Negros em Portugal, da História de Lisboa e do Alentejo, da Reforma Manuelina dos Forais e do Associativismo e Assistência. Coordenador de vários livros e de números de revistas. Participante em congressos e colóquios, em alguns como organizador.

Detalhes:

Ano: 2020
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 228
Formato: 23x16
ISBN: 9789896899219
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
31/12/2020
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99