A Escola na Linguagem dos Indicadores

Questões Teóricas e Práticas




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

A escola, na crescente complexidade e intensidade das interações diárias e recursivas entre pessoas de diferentes gerações, por vezes com diferenças etárias entre elas de 40 a 50 anos ou mais, é hoje um lugar carregado de novos e permanentes desafios qualquer que seja o ângulo de análise em que nos situemos. Abordar a problemática do desempenho escolar circunscrevendo-a a uma linguagem de indicadores, obriga-nos a estabelecer logo à partida o princípio de que uma tal problemática não se compadece com abordagens amarradas a perspetivas únicas por mais sólidos e consistentes que sejam os fundamentos aduzidos, mas habita, pela própria natureza do problema, campos plurifacetados e onde a diversidade de perspetivas proporcionam olhares mais abrangentes e completos para a sua compreensão. ********************************************************** A análise e projeção contextualizada do desempenho escolar da turma está inspirada numa conceção de desenvolvimento da escola que convoca os princípios do compromisso institucional, da liberdade organizacional, da flexibilização curricular, da diferenciação pedagógica, da multirregulação colaborativa e autorregulação. Naturalizar a integração de práticas participativas e de escrutínio em método aberto dos critérios e opções de organização escolar e reduzir significativamente argumentários de atribuição causal de fatores externos no desempenho escolar, potencia a promoção de culturas sociopolíticas e organizacionais escolares que tenderão a inscrever nos modos de governação e produção educativa de cada escola e grupo-turma a necessidade de olhar criticamente os efeitos das práticas curriculares e da ação pedagógica incremental e em que da análise e avaliação dos seus efeitos nas aprendizagens e resultados escolares dos alunos decorrerá, em boa medida, o valor diferenciador da sua adequação, eficácia e afirmação.

Índice:

Introdução

Capítulo I. Questões em torno do desempenho escola
1. Das lógicas de orientação normativa às lógicas de orientação para os resultados
2. A realização de objetivos e resultados como lógica de ação de base produtivista
3. Uma conceptualização do desempenho referenciada aos resultados
escolares dos alunos
4. Avaliação e controlo institucionais e efeitos de refluxo
5. Um critério de mensuração do desempenho escolar

Capítulo II. Indicadores, conceções, caraterísticas, vantagens e limitações
1. Conceções de indicador
2. Tipos, características e funções dos indicadores
3. Vantagens e limitações dos sistemas de indicadores

Capítulo III. Análises de coorte e indicadores de desempenho escolar
1. Breve contextualização e enquadramento teórico-conceptual
2. Apuramento da informação e organização dos dados
3. Proposições fundamentais de uma coorte escolar
4. Análises de coorte e modelos de diagrama
5. Indicadores de eficácia e eficiência escolares
6. O cálculo do rendimento escolar pelo método sintético
7. Em torno de um índice sintético de produtividade escolar

Capítulo IV. Desempenho escolar e facetas configuracionais
1. Qualidade do desempenho escolar e configurações estruturais
2. Qualidade do desempenho, cenários hipotéticos e teias estruturais
3. Qualidade do desempenho escolar, estruturas de dominância cultural e social e lógicas estruturais-societais
4. Qualidade do desempenho escolar e perfis configuracionais emergentes
5. Reconstituições trajetoriais: análise global e por perfil

Capítulo V. Desenvolvimento organizacional da escola e dispositivos de regulação escolar
1. Redes de escolas e lógicas de regulação
2. Aproximações a uma função de produção do desempenho escolar
da turma
3. Análise e projeção dos resultados escolares em turmas de contexto análogo

Considerações finais

Referências Bibliográficas e Documentais

Apêndices


* * * * *


O AUTOR:

JOSÉ LOPES CORTES VERDASCA nasceu em Montoito, concelho de Redondo. É licenciado em Economia pela Escola Superior de Estudos Sociais e Económicos Bento de Jesus Caraça, mestre em Administração Escolar pela Universidade do Minho e doutor em Ciências da Educação pela Universidade de Évora, com tese na área da Organização e Administração Educacional. É professor do Departamento de Pedagogia e Educação - Escola de Ciências Sociais e membro integrado do Centro de Investigação em Educação e Psicologia da Universidade de Évora. Foi pró-reitor da Universidade de Évora, diretor regional de Educação do Alentejo e coordenador nacional do Programa Mais Sucesso Escolar do Ministério da Educação. Coordenou e participou em diversos projetos de investigação e estudos de avaliação educacional. É autor de várias publicações, entre livros, capítulos de livros, prefácios e artigos publicados em Portugal e no estrangeiro. Atualmente é coordenador do projeto de investigação ‘Promoção de Mudanças na Aprendizagem - Comunidades Escolares de Aprendizagem Gulbenkian XXI, financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian com apoio da Samsung Portugal e coordenador do Programa Nacional de Promoção do Sucesso Escolar.

Detalhes:

Ano: 2020
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 228
Formato: 23x16
ISBN: 9789896899356
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
31/12/2019
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99