Amazónia

Reflexos do Lugar nas Literaturas Portuguesa e Brasileira




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

Amazónia Brasileira. Mais de 4 milhões de km² de um território biofísico, sensorial e mítico, importantíssimo repositório de água doce, bioma vital para os equilíbrios ecológico, hídrico e climático mundiais. Íman de aventureiros a partir do século XVII, desde o século XIX alvo da ganância externa pelos seus recursos naturais, morada de centenas de etnias em laços de afinada proporcionalidade com a sua assombrosa natureza, fonte de inspiração artística, infindável matéria de pesquisa para cientistas de todas as áreas. ¶ Como surge o património natural e étnico amazónico em narrativas ficcionais e na poesia? Que imagens literárias da Amazónia nos deixaram nas suas páginas escritores e poetas portugueses e brasileiros? Em que medida os contos, romances e poemas transmitem informação, atual ou histórica, complementar à apurada pelos métodos da ciência e potencialmente útil na ecoliteracia e consciência ecológica dos leitores de hoje? ¶ As investigadoras em Ecologia Humana Ana Cristina Carvalho e Lau Zanchi, da Universidade Nova de Lisboa, reuniram em torno destas reflexões 16 académicos de outras tantas universidades de Portugal e do Brasil. Num trabalho coletivo binacional inédito, estes analisaram obras de quase duas dezenas de escritores e poetas dos dois países, numa perspetiva Ecocrítica que pretende ser mais um contributo para o desenvolvimento, em língua portuguesa, da interdisciplinaridade científica entre Ambiente e Literatura. ****************************************************** UNIVERSIDADES E OUTRAS ENTIDADES DE ENSINO DE PORTUGAL E DO BRASIL ENVOLVIDAS NESTE LIVRO ¶ Universidade Nova de Lisboa (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais) ▶ Universidade de Lisboa (Faculdade de Letras) ▶ Universidade Aberta ▶ Universidade de Aveiro ▶ Universidade de Évora ▶ Universidade do Minho ▶ Universidade Fernando Pessoa ▶ Universidade Federal de Mato Grosso do Sul ▶ Universidade Federal de Minas Gerais ▶ Universidade Federal do Amazonas ▶ Universidade Federal de Rondônia ▶ Universidade Federal de Mato Grosso ▶ Universidade Estadual de Campinas ▶ Universidade da Amazônia ▶ Universidade Federal do Pará ▶ Agrupamento de Escolas Infante D. Henrique (Repeses, Viseu), Athenas, Grupo Educacional.

Índice:

Trecho ficcional ilustrativo: A Selva (1930, ed. luxo, 1937)

Introdução.
Ana Cristina CARVALHO

Capítulo 1. ‘Foi-me terra de exílio nova pátria’: visões da Amazónia em Os Selvagens.
Maria do Carmo MENDES

Capítulo 2. A Amazônia em Alberto Rangel e Euclides da Cunha: Leituras cruzadas.
Allison LEÃO

Capítulo 3. A Amazónia brasileira em O Instinto Supremo: Clima, rios, vegetação e humanos no último romance de Ferreira de Castro.
Ana Cristina CARVALHO

Capítulo 4. Geografia e Literatura. A Amazônia no contexto do pensamento social brasileiro e em Macunaíma, de Mário de Andrade.
Antonio Carlos VITTE

Capítulo 5. Márcio de Souza – Imperador da Literatura Amazónica.
Pedro CALHEIROS

Capítulo 6. De como Haroldo Maranhão reinstitui o luso-indígena Jerônimo de Albuquerque à roda de Camões e Pessoa rumo à Amazônia de outrora e de agora.
Amarílis TUPIASSÚ

Capítulo 7. A representação da Amazónia em Ferreira de Castro e Carlos de Oliveira.
Vítor Pena VIÇOSO

Capítulo 8. Amazônia: do infernismo literário ao protagonismo anímico da Natureza, no poema épico Cobra Norato, de Raul Bopp.
Lucilene Gomes LIMA

Capítulo 9. O Significado da selva na obra de Ferreira de Castro.
António Cândido FRANCO

Capítulo 10. A Amazônia nas narrativas de Gomes de Amorim e Ferreira de Castro.
Marinete SOUZA

Capítulo 11. A Amazónia em livros para os mais novos: espaços de encontro e de aprendizagem.
Glória BASTOS & Maria da Conceição TOMÉ

Capítulo 12. As sofridas mulheres amazônicas em obras de Dalcídio Jurandir e Milton Hatoum.
José Alonso TORRES

Capítulo 13. Imagens literárias da Amazónia em Ódio de Raça, de Francisco Gomes de Amorim.
Isabel PATIM

Capítulo 14. A Poética de Thiago de Mello: criação de uma Amazônia imanente.
Marcos MARQUES

Capítulo 15. Sentir a Amazônia em Portugal. Dos labirintos da Andara Amazónica à tela em verde da Literatura Índígena Brasileira: Vicente Franz Cecim, Herberto Helder, Daniel Munduruku e outros.
Lau ZANCHI

O(a)s Autore(a)s – Notas biográficas


* * * * *


AUTORAS/ES:

▶ Glória BASTOS (Portugal) ; ▶ Pedro CALHEIROS (Portugal); ▶ Ana Cristina CARVALHO (Portugal) ; ▶ António Cândido FRANCO (Portugal); ▶ José Alonso FREIRE (Brasil); ▶ Allison LEÃO (Brasil); ▶ Lucilene Gomes LIMA (Brasil); ▶ Marcos MARQUES (Brasil); ▶ Maria do Carmo MENDES (Portugal); ▶ Isabel PATIM (Portugal) ; ▶ Marinete SOUZA (Brasil); ▶ Maria da Conceição TOMÉ (Portugal); ▶ Amarílis TUPIASSÚ (Brasil); ▶ Vítor Pena VIÇOSO (Portugal); ▶ Antonio Carlos VITTE (Brasil); ▶ Lau ZANCHI (Brasil e Portugal)

Detalhes:

Ano: 2020
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 244
Formato: 23x16
ISBN: 9789895660056
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
17/10/2020
CONTOS DE DIVÃ, da autoria Eduardo Luciano
LANÇAMENTO: dia 17 de Outubro (sábado) às 16h00, no Auditório do Colégio Espírito Santo, em Évora: Apresentação pelo jornalista António Costa Santos; Momento musical com Nuno do Ó

15/10/2020
OS “PRETOS DO SADO”, da autoria de Isabel Castro Henriques
LANÇAMENTO: dia 15 de Outubro (5.ª feira), às 18h00, na Casa do Alentejo, em Lisboa. Apresentação: Doutor Jorge Fonseca

10/10/2020
O MUNDO RURAL ONDE VIVI, da autoria de Acácio Alferes
APRESENTAÇÃO: dia 10 de Outubro de 2020: 10h00 – Biblioteca Municipal de Alcácer do Sal; 17h00 – Salão Nobre da Câmara Municipal de Évora. Apresentação: Arq. Helena Roseta

31/12/2019
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99