Contos e Lendas de Terras de Vimioso

Património Imaterial da Aldeia do Pinelo




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

Nesta obra apresenta-se o produto da recolha, sobre o património imaterial da aldeia de Pinelo, em três domínios em que a oralidade adquire o papel predominante: os contos e lendas populares, as alcunhas e o dicionário regional. O campo de estudo está geograficamente circunscrito ao concelho de Vimioso, ao século XX como tempo histórico e à memória dos homens como fonte principal. A literatura oral fundamentava-se na tradição e renovava-se com os dados da vida quotidiana, para deste modo alimentar o convívio das gentes, em volta da lareira, na taberna e em outros locais públicos mais frequentados. Era também um refúgio tantas vezes procurado para aligeirar as agruras e dureza do trabalho agrícola, nas ceifas, vindimas, trilhas e mondas. Era nesses convívios, e trabalhos agrícolas, que se recorria aos contos, aos ditos e ditados novelescos, para entreter, para instruir, corrigir e para aproximar as gentes, através do riso ou da reflexão. ******************************************************** O tempo histórico destas criações populares é necessariamente um tempo longo e de difícil datação. Contudo, os contos e lendas recolhidos refletem estruturas sociais, económicas e culturais que eram características do século XX nas aldeias do Nordeste Transmontano. Ou seja, estas criações constituem também um elo importante para perpetuar a memória das comunidades rurais, mais uma peça do puzzle para conseguir a história de gentes que ainda viviam no predomínio da oralidade. Neste facto reside a importância histórica que atribuímos a este trabalho, que continua a tradição positivista e romântica dos nossos grandes mestres da cultura popular.

Índice:

Introdução

CONTOS E LENDAS
1 – Animais
2 – Entre marido e mulher
3 – Facécias
4 – Santos e outros motivos religiosos
5 – Contos sobre espanhóis
6 – Contos e versos sobre povoações
7 – Bruxas
8 – Emigrantes e contrabandistas
9 – Lendas de mouras e encantos

APÊNDICE DOCUMENTAL
1 – Lengalengas, ditos e ditados novelescos
2 – Provérbios e rifões
3 – Alcunhas de Pinelo
4 – Dicionário regional

Bibliografia

Notas Biográficas dos principais informantes


* * * * *


O AUTOR:

FRANCISCO ANTÓNIO LOURENÇO VAZ Nasceu em Pinelo em 1955, é Professor do Departamento de História da Universidade de Évora. É licenciado em História pela Universidade do Porto, Mestre em História Cultural e Política pela Universidade Nova de Lisboa, Doutor em História da Cultura Moderna e Contemporânea, pela Universidade de Évora. Entre as obras que publicou destacam-se:
• Pinelo – Economia da Natureza e Cultura Popular (2002)
• Instrução e Economia. As Ideias Económicas no Discurso da Ilustração Portuguesa (2002)
• O Saque de Évora pelos Franceses em 1808. Textos Históricos (2008)
• Os Livros e as Bibliotecas no Espólio de D. Frei Manuel do Cenáculo (2009)
• D. Frei Manuel do Cenáculo – Instruções Pastorais, Projectos de Bibliotecas e Diário (2009)
• A Grande Guerra em Moçambique - O Diário do Tenente Frederico Marinho Falcão (2018).

Detalhes:

Ano: 2021
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 260
Formato: 23x16
ISBN: 9789895660131
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
31/12/2019
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99