As Mulheres, a Violência e a Justiça no Algarve de Oitocentos




Recomendar livro a um amigo
Autoria: Aurízia Anica

20,00 €
detalhes do preço

Stock: esgotado


Sinopse:

O principal objecto de estudo deste livro é o processo de civilização da violência nas relações de género, no Algarve central de oitocentos (1833-1913). Procura-se saber como se modificaram as circunstâncias e os significados do uso da violência criminal, perscrutando os seus ritmos e contextos. Desvenda-se a relação entre as mudanças socioeconómicas e culturais e as alterações no processamento dos crimes violentos nos quais as mulheres se envolveram como vítimas ou como agressoras. Aprecia-se o desenvolvimento da sensibilidade à violência e da resistência feminina ao patriarcado privado, bem como o papel das instituições de controlo e repressão do crime na transformação das formas de dominação masculina na família.

Detalhes:

Ano: 2005
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 496
Formato: 16x23
ISBN: 972-772-538-4
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
22/10/2018
RITMOS AFECTIVOS NAS ARTES PERFORMATIVAS, da autoria de Ana Pais
LANÇAMENTO: Dia 22 de Outubro de 2018 (2.ª feira), às 19h00, no Teatro Municipal São Luiz. Conversa com Paula Varanda, Pedro Gil, Rui Pina Coelho e a Autora

20/10/2018
AREZ QUINHENTISTA, com Organização da Santa Casa da Misericórdia de Arez
LANÇAMENTO: Dia 20 de Outubro de 2018 (sábado), às 14h30, na Santa Casa da Misericórdia de Arez

20/10/2018
A DIMENSÃO TEATRAL DO AUTO DA FÉ, da autoria de Bruno Schiappa
APRESENTAÇÃO: Dia 20 de Outubro de 2018 (sábado), às 17h00, no Átrio do Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99