Crises de Mortalidade no Alentejo Interior. Estudo de um caso: Cuba (1586-1799)




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

As crises de mortalidade que atingem as populações têm sempre repercussões a vários níveis, nomeadamente no demográfico. Esta obra é uma investigação sobre a evolução da população rural cubense, durante os 213 anos do período estudado. O objectivo foi captar a realidade social e humana daquela população, e a sua luta quotidiana pela sobrevivência, travada contra as diferentes calamidades que a assolaram, como a peste, a fome, a doença ou a guerra, entre outras.

Detalhes:

Ano: 1996
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 192
Formato: 23x16
ISBN: 972-8288-32-8
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
31/05/2017
CONCELHO DE TONDELA – HERÁLDICA, HISTÓRIA E PATRIMÓNIO, de Luís Ferros, Manuel Ferros e Rui do Amaral Leitão
BREVEMENTE DISPONÍVEL

30/04/2017
ECLÉTICA II - em formação (Regulamento)
INFORMAÇÃO DETALHADA: clique em "links" *ECLÉTICA II, nesta página

25/04/2017
SINES NA REVOLUÇÃO DOS CRAVOS, da autoria de Raquel Varela, António Simões do Paço, Luísa Barbosa Pereira
LANÇAMENTO: dia 25 de Abril de 2017 (3.ª feira) às 16h00, no Auditório do Centro de Artes de Sines

24/04/2017
REPUBLICANOS, ANARQUISTAS E COMUNISTAS NO EXÍLIO (1927-1936), de Cristina Clímaco
LANÇAMENTO: Dia 24 de Abril de 2017 (2.ª feira) às 18h00, Biblioteca Municipal de Torres Vedras

28/02/2017
ODÉLIA E A METAFÍSICA, de Fernando Barata Freitas
DISPONÍVEL PARA VENDA a mais recente obra de Fernando Barata Freitas. Aqui mesmo: http://www.edi-colibri.pt/Detalhes.aspx?ItemID=2081

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99