Máscaras, Mistérios e Segredos




Recomendar livro a um amigo
Coordenação: Paula Godinho

Sinopse:

Máscaras, mistérios e segredos: com este mote, a partir de idiomas diversos das ciências sociais e humanas e das artes – antropologia, história, literatura, literatura tradicional, folclorismo, etologia, teatro, história de arte – interrogámos (1) as máscaras em processo, (2) a sua associação ao modernismo português – nomeadamente, a Fernando Pessoa –, (3) os segredos, mistérios e enganos, (4) os rostos, os comportamentos e a sua relação com as máscaras.

Índice:

Paula Godinho
Máscaras, mistérios e segredos, uma introdução

1. DAS MÁSCARAS E DOS PROCESSOS

Carlos Augusto Ribeiro
Figuras do outro: máscaras, efígies e segunda pele

André Gago
A máscara, do rito ao teatro

Natália Maria Lopes Nunes
A máscara da identidade: donzela ou guerreiro? Reminiscências de mitos e cultos ancestrais

Paula Godinho
Máscaras Transmontanas em quatro tempos


2. A MÁSCARA NO MODERNISMO PORTUGUÊS

Teresa Rita Lopes
Pessoa e as máscaras

Ana Freitas
Máscaras do policial pessoano

Luísa Medeiros
Fernando Pessoa: A Arte de se “outrar”

Manuela Parreira da Silva
A Escrita epistolar: Entre o rosto e a máscara


3. SEGREDOS E MISTÉRIOS

Ana Paula Guimarães
Segredinhos, segredos e enigmas

Ana Paiva Morais
Imagens, enganos e desenganos – a neutralização da fábula nas «fábulas tradicionais»

Filomena Sousa
Revelar segredos em web vídeo


4. ROSTO, MÁSCARAS, COMPORTAMENTOS

Inês de Ornellas e Castro
Do Rosto como Máscara no Teatro Latino

António Bracinha Vieira
Máscaras mímicas e universais de comportamento

Jorge Crespo
O rosto e a máscara




A COORDENADORA:

Paula Godinho (Lisboa, 1960) é antropóloga, professora no Departamento de Antropologia da FCSH/UNL e coordenadora da linha “Práticas da Cultura” do Instituto de Estudos de Literatura Tradicional (IELT-FCSH/UNL. Realizou trabalho de campo em Trás-os-Montes e no centro-sul de Portugal, na fronteira e na Galiza, ao longo de vários anos. Organizou diversas obras e publicou: Memórias da Resistência Rural no Sul (Couço, 1958-1962), Oeiras, Celta, 2001; O leito e as margens - Estratégias familiares de renovação e situações liminares no Alto Trás-os-Montes raiano, Lisboa, Colibri, 2006; Festas de Inverno no Nordeste de Portugal – património, mercantilização e aporias da «cultura popular», Castro Verde, 100Luz, 2010; «Oír o galo cantar dúas veces» -Identificacións locais, culturas das marxes e construción de nacións na fronteira entre Portugal e Galicia, Ourense, Imprenta da Deputación, 2011. Recebeu o prémio Xesús Taboada Chivite em 2008 (Galiza, Espanha).

Detalhes:

Ano: 2012
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 180
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-142-8
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
04/09/2017
FÉRIAS EM AGOSTO
Estimado(a)s Clientes e Amigo(a)s Entre 31 de Julho e 1 de Setembro não podemos satisfazer quaisquer encomendas, por motivo de Férias do pessoal. A partir de 4 de Setembro retomamos a nossa actividade normal. Pedindo desculpas por eventuais incómodos, agradecemos a vossa preferência... COLIBRI com gosto, para LER também em AGOSTO!

02/09/2017
FRANCO ATIRADOR – Textos de Cidadania de um Alentejano de Estremoz, da autoria de Hernâni Matos
LANÇAMENTO: Dia 2 de Setembro de 2017 (sábado), às 16h00, na Igreja dos Congregados, em Estremoz

24/08/2017
O BARRANQUENHO - Língua, Cultura e Tradição, da autoria de María Victoria Navas
LANÇAMENTO: Dia 24 de Agosto de 2017 (5.ª feira), às 21h00, no Museu Municipal de Arqueologia e Etnografia, em Barrancos

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99