Marvão

Estudos e Documentos de apoio à candidatura a Património Mundial




Recomendar livro a um amigo
Coordenação: Jorge de Oliveira

Sinopse:

No início era só campo, a vida humana teve originalmente um caráter rural e assim foi durante milénios. Marvão, este pedaço de terra, cujas fertilidade dos solos, muita água, riqueza natural e climatérica, fauna e flora circundantes permitiram a fixação da vida humana, desde a início das civilizações, é também serra, escarpa, rio Sever, caos granítico e paisagem verdejante, frondosa até, aspetos que constituem parte da sua atratividade. A raridade de todas estas felizes coincidências contribuiu para que, em tão ínfima área como a que representa Marvão, seja possível verificar‐se uma enormidade de influências culturais, patrimoniais e históricas. Por aqui passaram, desde o Paleolítico, todas as principais civilizações desta região do globo, tendo, todas elas, deixado o seu legado geracional. Foi o homem que, em simbiose com a natureza, moldou, melhorou e construiu esta paisagem cultural. Ao longo dos séculos, as ações, omissões, logros e a pura sorte dos distintos povos que aqui habitaram mereceram ser reconhecidos, protegidos e, se possível, perpetuados. Constar na lista indicativa do Património Mundial é, para todos nós marvanenses, uma honra, mas cumpre‐nos a nós saber merecer o reconhecimento da Unesco. Assim, agradeço publicamente o esforço, a abnegação e o contributo científico de todos os brilhantes autores dos textos que a seguir poderão ler. Estes serão a semente, a base do conhecimento necessário para a construção de um dossier ganhador, dando conta da valia, da singularidade, da autenticidade e da importância histórica, cultural, patrimonial e até natural desta terra, para as gerações futuras e em toda a humanidade, “elevada à condição de propriedade de todos, quer dizer, de ninguém...”, como diz o verso de Baudelaire. (Prólogo, José Manuel Pires)

Índice:

Índice

Ficha Técnica

Nota Prévia (Jorge de Oliveira)

Prólogo (José Manuel Pires)

Marvão, the outstanding cultural landscape (Ray Bondim)

Marvão, da terra ao Homem (José Mirão)

Marvão, flora e vegetação (João Castro Antunes)

Vertebrados do concelho de Marvão (António Mira)

Marvão, paisagem (Nuno Lecoq)

Marvão, entre o passado e o presente (Jorge de Oliveira)

Marvão, valor de pasado (P. Bueno Ramirez de R. Balbin B.)

Percepciones e ideas sobre Marvão por parte de un español en los inicios del s. XXI (Juan Javier Enriques)

Entre os “canchos” e o vale (André Carneiro)

Marvão, Arqueologia e História (Vasco Gil Cruz Soares Mantas)

De centro a fronteira - Marvão e o Reino Português (sécs. XII-XV) (Hermíma Vasconcelos Vilar)

Marvão, uma vila guardiã da fronteira (sécs. XVI-XVIII) (Fernanda Olival)

Marvão, a arquitectura (João Lino)

Marvão, notas para uma candidatura (Jorge Gaspar)

Marvão, os limites da candidatura a Património Mundial (Nuno
Lecoq, Jorge de Oliveira, José Mirão)

Marvão, Paisagem Cultural (Francisco Ramos)

Detalhes:

Ano: 2014
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 230
Formato: 21x27,5
ISBN: 978‐989-689-404-7
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
04/09/2017
FÉRIAS EM AGOSTO
Estimado(a)s Clientes e Amigo(a)s Entre 31 de Julho e 1 de Setembro não podemos satisfazer quaisquer encomendas, por motivo de Férias do pessoal. A partir de 4 de Setembro retomamos a nossa actividade normal. Pedindo desculpas por eventuais incómodos, agradecemos a vossa preferência... COLIBRI com gosto, para LER também em AGOSTO!

02/09/2017
FRANCO ATIRADOR – Textos de Cidadania de um Alentejano de Estremoz, da autoria de Hernâni Maia
LANÇAMENTO: Dia 2 de Setembro de 2017 (sábado), às 16h00, na Igreja dos Congregados, em Estremoz

28/07/2017
VILA BOIM, da autoria de Rui Jesuíno
LANÇAMENTO: Dia 28 de Julho de 2017 (6.ª feira), às 19h00, em Vila Boim

28/07/2017
AO CAIR DA NOITE, da autoria de Albertino Bragança
LANÇAMENTO: dia 28 de Julho (6.ª feira), às 17h30, Auditório UCCLA, Lisboa. A apresentação contará com a presença de Dr. João Viegas de Abreu; Dr.ª Sheila Khan e Dr.ª Inocência Mata. Apontamento musical pelo cantor santomense Filipe Santo

24/07/2017
ESTÓRIAS DO ARCO DA VELA, da autoria de Roberto Robles
LANÇAMENTO: Dia 24 de Julho de 2017 (2.ª feira), às 18h30, na Fragata D. Fernando II e Glória, em Cacilhas

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99