Mineiros de Aljustrel – (Vol. 1)

Acervo Documental de sua Organização e Luta




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

Há construções que se sobrepõem a outras construções... Há construções que se podem modificar, destruir e reconstruir de raiz. Há porém uma construção que não pode modificar-se, ser destruída e reconstruída de novo. Que não é propriedade de um só indivíduo, de um grupo de indivíduos ou de uma instituição. É propriedade de um povo! É a construção da História desse povo! História que emana de memórias a cujas raízes ficamos ligados. Para enriquecimento da nossa imortal memória colectiva neste tempo de empobrecimento social, a preservação de memórias, construídas por quem, com suas vidas escreveu longas páginas de combate e resistência, tem que estar resguardada em locais acessíveis à sua divulgação. Porque Livros são facilmente acedidos e locais de excelência para tal divulgação, ainda que não sendo escritora, para evitar a destruição de um quinhão dessas memórias, riqueza inigualável por mim vivida, dos meus herdada, aqui fica Mineiros de Aljustrel – Contributo para a sua História.

Índice:

PRIMEIRA PARTE – A constituição da Associação de Classe dos Mineiros de Aljustrel

1 – O ano de 1912 e o Alvará que legalizou a Associação

2 – O processo de aprovação dos Estatutos

3 – A construção do edifício para sede da Associação
O empenho dos mineiros na aquisição do terreno
A inauguração da sede
A Cooperativa de consumo União Mineira
A Benfeitoria e outras instituições associativas

SEGUNDA PARTE – As grandes greves (1912, 1922, 1932)

4 – As grandes lutas dos mineiros de Aljustrel no primeiro quarto do Século XX
O decreto burla de Brito Camacho
A instalação de forças repressivas em Aljustrel
Os operários já organizados estavam atentos
O ano de 1912. A paralisação das minas
O fim da paralisação das minas em 1912
A insistência da empresa mineira no reforço da GNR
Acontecimentos que antecederam a Grande Greve de 1922
A Grande Greve de 1922
O êxodo das crianças de Aljustrel rumo à solidariedade
O desespero dos mineiros e o encerramento da Associação
A solidariedade crescia
O fim da Greve e a reabertura da Casa dos Operários, a sua Associação
O comovente regresso das crianças ao lar paterno
O regresso dos mineiros ao trabalho

5 – A acção combativa fraterna e solidária dos mineiros de Aljustrel, em união com os mineiros de São Domingos
O ano de 1924 e a Associação dos Mineiros de São Domingos
A voz do mineiro
Os Rumores Subterrâneos
A União Mutualista de Cambas. Do sonho à realidade
Vidas Sombrias
A captura do secretário da Associação dos Mineiros de Aljustrel iniciada sem êxito e só conseguida no dia seguinte
O período que antecedeu a greve na mina de São Domingos
O início da grande greve de 1932 na mina de São Domingos
O período pós greve e a solidariedade com os mineiros despedidos


TERCEIRA PARTE – O Período 1933-1936
A extinção das Associações de Classe

6 – O Advento de transformação das Associações de Classe em Sindicatos
Corporativos Nacionais
A recusa das entidades governamentais em aceitar o pedido da Associação Mineira de Aljustrel e a tentativa de extinção da mesma
A contestação à criação dos Sindicatos Nacionais e a investida governamental contra os oposicionistas

7 – Curiosidades
Acerca das empresas mineiras
Acerca de títulos de jornais
Melhoramentos nas infra-estrutura da vila
Referências exclusivas à Administração do Concelho
O Clube Aljustrelense
A legalização do Sport Club Mineiro Aljustrelense
Notícias do União Foot-ball Club Aljustrelense
ANEXOS

Detalhes:

Ano: 2015
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 230
Formato: 23x16
ISBN: 978-989 689 380-4
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
07/10/2018
HISTÓRIAS DE VIDA NO PORTUGAL DO SÉCULO XX, da autoria de Grupo de Amigos de Montemor-o-Novo
LANÇAMENTO: dia 07 de Outubro (domingo), às 16h00, na Biblioteca do Convento de S. Domingos, em Montemor-o-Novo

29/09/2018
A GUERRA NA ANTIGA JUGOSLÁVIA VIVIDA NA PRIMEIRA PESSOA, Coord. de Carlos Branco, Henrique Santos, Luís Eduardo Saraiva
APRESENTAÇÃO: 28 de setembro (6.ª feira), às 16h00, no Quartel de Santo Ovídeo, no Porto. Apresentação: D. Manuel da Silva Rodrigues Linda (Bispo do Porto)

28/09/2018
OS MOINHOS E OS MOLEIROS DO RIO GUADIANA, da autoria de Luís Silva
APRESENTAÇÃO: Dia 28 de Setembro de 2018 (6.ª feira), 14h00-16h00, no Auditório 2, Torre B, 3º Piso, NOVA FCSH, em Lisboa. Apresentação: Pedro Prista (CRIA/ISCTE-IUL)

28/09/2018
DICIONÁRIO DE FILOSOFIA E ONTOLOGIA, da autoria de Francisco Limpo Queiroz
LANÇAMENTO: 28 de setembro (6.ª feira), às 21h30, na Biblioteca Municipal José Saramago, em Beja

27/09/2018
A GUERRA NA ANTIGA JUGOSLÁVIA VIVIDA NA PRIMEIRA PESSOA, Coord. de Carlos Branco, Henrique Santos, Luís Eduardo Saraiva
APRESENTAÇÃO:dia 27 de setembro de 2018 (quinta-feira), às 18h00, em Vila Real. Apresentação: Elísio Amaral Neves

27/09/2018
INVESTIGAÇÃO, EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO, da autoria de António Domingos, Elisabete Xavier Gomes, José Manuel Matos, Mariana Gaio Alves
LANÇAMENTO: Dia 27 de Setembro de 2018 (5.ª feira), às 18h00, na Biblioteca Municipal dos Coruchéus, em Lisboa. Apresentação: Nair Rios Azevedo; Comentário: António Nóvoa

26/09/2018
GRANDE GUERRA 1914-1918, da autoria de Ana Maria Paiva Morão
APRESENTAÇÃO: dia 26 de Setembro (4.ª feira), às 18h00, na Casa dos Burgos em Évora

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99