Nova Síntese – textos e contextos do neo-realismo, n.º 12 (2016)

NEO-REALISMO NO CINEMA




Recomendar livro a um amigo
Autoria: AAVV
Directores: Vítor Viçoso
Organização: António Mota Redol

Sinopse:

O Neo-Realismo no cinema é sobretudo conotado com o cinema italiano do pós-guerra e com diversos autores que, todavia, nos anos 50 começam a divergir das tendências iniciais, definidas essencialmente como um humanismo atento às realidades sociais. A tendência realista perdura ainda nos cinemas novos dos anos 60, mesmo quando se revela como divergência estética, o que nos abre uma maior latitude nesta abordagem. As sementes deste movimento, que se tornou de sucesso internacional, medraram noutros países que receberam essa proposta de cinema como modelo, influência e estímulo. Assim nasceram correntes neo-realistas peculiares em países de língua latina, como França, Espanha, Portugal, Brasil, Argentina, México, etc. – conjunto que, delimitando um vasto circuito de intercâmbios linguísticos, culturais e artísticos, não será aqui mais do que levemente aflorado. O número 12 da revista Nova Síntese, dedicado ao cinema, permitirá esboçar algumas ligações entre os cinemas italiano, francês, português, brasileiro e cabo-verdiano, deixando para outras incursões todo o restante território inexplorado do cinema realista e seus impactos na história da cultura local e global. Há toda uma nova revisão histórica a fazer sobre este movimento, tanto analítica como teoricamente.

Índice:

Nota da direcção

1. Neo-Realismo no Cinema
Apresentação
Leonor Areal

O Neo-Realismo no cinema
Carlos Melo Ferreira

A imagem da imagem: a Sicília de Giovanni Verga no cinema de Luchino Visconti
Gaspare Trapani

Zavattini e a potência do “real” no cinema
Maria do Rosário Lupi Bello

“Uma história italiana”: Metello de Vasco Pratolini entre cinema e literatura
Ada Milani

Un néo-réalisme français? (Ou néo-réalisme italien et «réalisme noir» du cinéma français?)
Michel Marie

Percepção e visualidade na obra de Manuel da Fonseca – A arte de escrever como se fora um filme
Domingos Lobo

O “trabalho de campo” na génese do argumento do filme Nazaré (1952), por Alves Redol e Manuel Guimarães
Leonor Areal

Fernando Namora – do novo Realismo ao cinema novo
Fernando Batista

Ernesto de Sousa (1921-1988): «Dom Roberto, um homem de fantoches
que luta para não ser um deles»
Paula Pinto

A Promessa: de peça de teatro “indigna de plateias cristãs”
a obra cinematográfica “anarco-mística”
Jorge Palinhos

Ilhéu de Contenda: do romance ao filme
Glória de Brito

Selvas selvagens (Ecos do neorrealismo em São Paulo Sociedade
Anônima e Selva Trágica)
Adalberto Müller

Iracema-1974, cinema, malandragem e capitalismo
Ana Paula Pacheco

Tradições populares, cultura de massas e a sombra do film noir
nas metamorfoses do Neo-Realismo português
Carlos Figueiredo Jorge

A prática do inquérito no cinema português actual
Jorge Leitão Ramos

Notas sobre cinema português e acção cultural cinematográfica
no contexto do movimento neo-realista: O ABC Cine-Clube de Lisboa
António Manuel Garcia/ Manuel Neves

O Neo-Realismo italiano na actividade do Cine-Clube Universitário
de Lisboa
António Mota Redol

O tempo dos cineclubes em Angola
Leonel Cosme

2. No centenário do nascimento de Romeu Correia (2017)
Romeu Correia: In memoriam do Escritor de Almada
Alexandre M. Flores

Romeu Correia – Temas e pretextos deste invulgar polígrafo
Edite Condeixa

Romeu Correia – Bibliografia cronológica. Obra publicada e não publicada
Edite Condeixa

3. Texto apresentado em sessão organizada pela Associação Promotora do Museu do Neo-Realismo
Largo da Mutamba, de Domingos Lobo
Sérgio de Sousa

4. Relatório de Actividades da Associação Promotora
do Museu do Neo-Realismo em 2016
Relatório de Actividades da Associação Promotora do Museu
do Neo-Realismo em 2016

Normas redaccionais para a elaboração dos textos relativos à revista Nova Síntese (recomendações)

Detalhes:

Ano: 2017
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 386
Formato: 23x16
ISSN: 1646-5989
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
31/12/2020
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

04/04/2020
VIAGENS E COMENTÁRIOS DE UM TEMPO SEM TEMPO, da autoria de Otilina Silva
LANÇAMENTO: dia 4 de Abril (sáb.), às 16h00, na Casa do Concelho de Alvaiázere, em Lisboa. Apresentação: Luísa Nogueira

19/03/2020
JARDINS IMAGINÁRIOS, da autoria de Francisco Martins da Silva
LANÇAMENTO: dia 19 de Março de 2020 (5.ª feira), às 18h30, na Galeria SPGL, em Lisboa

08/03/2020
KOSOVO – A Incoerência de uma Independência Inédita, da autoria de Raul Cunha
APRESENTAÇÃO: dia 8 de Março (Sábado) às 15h00, na Delegação do Clube do Sargento da Armada – Feijó. Apresentação: Major-General Carlos Branco

06/03/2020
ANTÓNIO, EM PORTALEGRE CIDADE – Romance, da autoria de Carlos Ceia
LANÇAMENTO: dia 6 de Março (6.ª feira) das 18h00-19h30, Campus de Campolide, em Lisboa. Apresentação: Profª Doutora Ana Maria Martinho

05/03/2020
A NOITE MAIS LONGA DE TODAS AS NOITES, de Helena Pato
APRESENTAÇÃO (3.ª ed): dia 5 de Março (5.ª feira) das 18h00, na Associação 25 de Abril, em Lisboa. Apresentação: Prof.ª Doutora Luísa Tiago de Oliveira

29/02/2020
MUNDO(S) – Livros 7 – Coletânea de Poesia Lusófona
LANÇAMENTO: 29 de Fevereiro (sáb.), às 16h00, na Sociedade Nacional de Belas Artes, em Lisboa. Apresentação dos autores e da obra por Ângelo Rodrigues

27/02/2020
SANTOS, HERÓIS E MONSTROS, da autoria de Carla Varela Fernandes
APRESENTAÇÃO: 27 de Fevereiro (5.ª feira), às 18h00, na Livraria Ferin, em Lisboa

22/02/2020
SANTOS, HERÓIS E MONSTROS, da autoria de Carla Varela Fernandes
LANÇAMENTO: 22 Fevereiro (sábado), às 16h00, Mosteiro se Santa Maria de Celas, em Coimbra. Apresentação: Ana Alcoforado

21/02/2020
ESTORIETAS VADIAS, da autoria de Eurico Figueiredo
LANÇAMENTO: dia 21 de Fevereiro (6.ª feira) às 18h30, na FNAC NorteShopping, Senhora da Hora (Porto). Apresentação: Luísa Feijó (tradutora) e Alexandre Alves da Costa (arquitecto)

20/02/2020
O ALENTEJO E A LUTA CLANDESTINA – António Gervásio um Militante Comunista, da autoria de Luís Godinho
LANÇAMENTO: dia 20 de fevereiro (5.ª feira), às 18h00, no Museu do Aljube, em Lisboa. Apresentação: Margarida Machado e Teresa Fonseca

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99