Da Riviera Portuguesa à Costa do Sol (Cascais, 1850-1930)




Recomendar livro a um amigo
Colaboração com a entidade: Câmara Municipal de Cascais

Sinopse:

Da Riviera Portuguesa à Costa do Sol apresenta a história do concelho de Cascais entre os anos de 1850 e 1930. Ainda que a assunção da vila enquanto praia da moda pareça remontar a 1870, mercê da adaptação de parte da Cidadela a Paço Real, para apoio aos banhos de mar praticados pelos monarcas, a necessidade sazonal de sociabilização já conduzia os lisboetas até à região, desde meados do século XIX. Esta evolução estendeu-se, depois, a todo o concelho, com particular destaque para o litoral de Carcavelos a Cascais. A obra avalia, assim, a dinâmica do município no contexto da Regeneração e dos períodos subsequentes, até à sua definitiva imposição enquanto destino turístico de primeira ordem, em 1930, na sequência da inauguração do Hotel Palácio e da transformação do Estoril na derradeira paragem do Sud Express, proveniente de Paris.

Índice:

O AUTOR:

João Miguel Henriques – Licenciado em História, Mestre em História Contemporânea, Pós-graduado em Ciências Documentais (Arquivo) e Doutor em História Contemporânea pela Faculdade de Letras de Universidade de Lisboa. Actualmente desempenha funções enquanto Responsável pelo Arquivo Histórico Municipal de Cascais. No âmbito da difusão da documentação conservada pelo município colaborou na edição de São João do Estoril e os Banhos da Poça: A localidade e as termas: 1838-1923, C. M. Cascais, 2003; Cascais: Aqui nasceu o futebol em Portugal (1888-1928), Quimera Editores, 2004; Cascais em 1755: Do terramoto à reconstrução, C. M. Cascais, 2005; História da vela em Cascais: Da primeira regata à internacionalização, Edições Inapa, 2007; D. Carlos de Bragança: 1863-1908: Instantes da vida de um rei em Cascais, C. M. Cascais, 2008; O passado nunca passa: Colecção José Santos Fernandes, C. M. Cascais, 2010; Cem anos a ensinar: Colégio da Bafureira: 1910-2010, C. M. Cascais, 2010; e O Estoril e as Origens do Turismo em Portugal, C. M. Cascais, 2011. Publicou, ainda, “O «Jornal de Cascais» e «A Voz do Povo»: Subsídios para o estudo da competição entre elites locais no concelho de Cascais (1911-1912)”, Clio: Revista de História da Universidade de Lisboa, 1999; Cascais: Do final da Monarquia ao alvorecer da República (1908-1914), Colibri, 2001; “A Escola Nova em Cascais: directrizes de um projecto republicano de renovação do sistema de ensino (1909-1913)”, Boca do Inferno, C. M. Cascais, 2003; História da Freguesia de Cascais: 1870-1908: Uma proposta de estudo, Colibri, 2004 e “Turismo e nacionalismo: O projecto da Sociedade Propaganda de Portugal e o exemplo de Cascais (1906-1913)”, Boca do Inferno, C. M. Cascais, 2004.

Detalhes:

Ano: 2011
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 318
Formato: 21x28,5
ISBN: 978-989-689-072-8
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
04/09/2017
FÉRIAS EM AGOSTO
Estimado(a)s Clientes e Amigo(a)s Entre 31 de Julho e 1 de Setembro não podemos satisfazer quaisquer encomendas, por motivo de Férias do pessoal. A partir de 4 de Setembro retomamos a nossa actividade normal. Pedindo desculpas por eventuais incómodos, agradecemos a vossa preferência... COLIBRI com gosto, para LER também em AGOSTO!

02/09/2017
FRANCO ATIRADOR – Textos de Cidadania de um Alentejano de Estremoz, da autoria de Hernâni Matos
LANÇAMENTO: Dia 2 de Setembro de 2017 (sábado), às 16h00, na Igreja dos Congregados, em Estremoz

24/08/2017
O BARRANQUENHO - Língua, Cultura e Tradição, da autoria de María Victoria Navas
LANÇAMENTO: Dia 24 de Agosto de 2017 (5.ª feira), às 21h00, no Museu Municipal de Arqueologia e Etnografia, em Barrancos

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99