A Academia Real das Ciências de Lisboa (1779-1834)

Ciências e hibridismo numa periferia europeia




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

A Academia Real das Ciências de Lisboa tem ocupado um lugar subsidiário, às vezes até ornamental, quando não está mesmo ausente, da narrativa historiográfica em geral e da história das ciências em particular. Este livro tem como propósito caracterizar o processo de produção e organização das ciências numa periferia europeia, protagonizado pela Academia Real das Ciências de Lisboa no período que decorre desde a sua fundação, em 1779, até à sua primeira reforma estatutária, em 1834. As evidências recolhidas passaram pela determinação da configuração social e profissional dos seus sócios, pela articulação desses resultados com as linhas programáticas da Academia que emergem maioritariamente da análise da sua publicação periódica de maior longevidade, a História e Memórias da Academia Real das Sciencias de Lisboa e, finalmente, pelo recenseamento e análise dos programas postos a concurso, bem como das comissões técnico-científicas em que a Academia esteve envolvida. ******************************************************** O Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia (CIUHCT) tem por objectivo promover a investigação em História das Ciências e da Tecnologia de acordo com padrões científicos internacionais e contribuir para o desenvolvimento e consolidação desta disciplina em Portugal. Com este propósito, a Colecção CIUHCT pretende publicar trabalhos originais nas referidas áreas de investigação, dirigidos a um público académico diversificado, que possam, também, interessar a uma audiência mais vasta de leitores.

Índice:

Agradecimentos

Índice de gráficos

Índice de tabelas

Índice de figuras

Abreviaturas e siglas

Prefácio

1 – À Imitação de todas as nações cultas
1 – Uma configuração em processo
2 – “A nossa Sociedade”
2.1 – De Coimbra para Lisboa
2.2 – Uma génese tripartida
2.3 – “Zelo e Amor da Pátria”
2.4 – A ordem dos sócios
Conclusões

2 – Recrutamento e promoção académicas
1 – Lista de sócios
2 – Recrutamento e mobilidade
2.1 – Sócios honorários
Recrutamento
Ofícios honoráveis
Um perfil em evolução
Acesso e promoção
2.2 – Sócios efectivos
A geração de 1780
Uma configuração variável
Uma nova geração: médicos e engenheiros militares
2.3 – Sócios livres ou supranumerários
Recrutamento e promoção
Um perfil ao longo do tempo
2.4 – Sócios correspondentes
Correspondentes estrangeiros em 1780
Correspondentes portugueses
Correspondente ao correr do tempo
3 – Geografia Académica
A rede luso-brasileira
Conclusões

3 – Em busca de um programa
1 – Uma configuração editorial
1.1 – Catálogos de um corpus
1.2 – Recenseamento e demarcação
1.3 – Modalidades de um tráfico editorial
2 – História e Memórias da Academia Real das Ciências
2.1 – Um tempo para imprimir
2.2 – Assuntos para memórias
2.3 – Memórias por Classes
2.3.1 – Ciências Naturais ou de Observação
Medicina
Botânica, geologia e zoologia
Química
Física e meteorologia
Outras memórias
2.3.2 – Ciências Exatas ou de Cálculo
Lotarias, fortificação e navegação/construção naval
Astronomia e matemática
2.3.3 – Literatura portuguesa ou Belas Letras
Memórias de história e literatura
Conclusões

4 – Uma instituição patriótica
1 – Comissões técnico-científicas
1.1 – Junta ou Comissão da Indústria
1.2 – Comissão para análise química das quinas
1.3 – Comissão dos pesos e medidas
1.4 – Comissão para a vacinação
1.4.1 – Circulação de pessoas, materiais, técnicas e conhecimento
Um mapa vacínico
1.4.2 – A Instituição Vacínica
Organização
A construção de uma rede de vacinadores
Mulheres no meio da rede
“Entre as agonias da morte”
2 – Programas e prémios
2.1 – Programas a concurso: um tráfico público
2.2 – Regras e prémios
2.3 – Assuntos para prémios
2.4 – Uma estatística de prémios
Conclusões

Conclusões finais

Anexos
Anexo 1 – Sócios da ACL em 1780
Anexo 2.A – Distribuição socioprofissional dos sócios da ACL (1780)
Anexo 2.B – Geografia Académica
Anexo 3.A – Quadro sinótico das publicações periódicas da ACL (1780-1834)
Anexo 3.B – Autores publicados nas Memórias Económicas, Memórias de Literatura e Memórias da ACL (1780 /1834)
Anexo 4.A – Mapa do n.º de assuntos e áreas disciplinares respectivas postos a concurso pela ACL entre 1780 e 1834
Anexo 4.B – Assuntos postos a concurso e premiados pela ACL (1780-1834)

Fontes e Bibliografia

Detalhes:

Ano: 2019
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 348
Formato: 23x16
ISBN: 9789896898199
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
19/10/2019
DESENHO INFANTIL, da autoria de Orlando Fialho
LANÇAMENTO: dia 19 de Outubro de 2019 (Sábado), às 18h15, no Holiday Inn Lisbon-Continental, em Lisboa. Apresentação: Dr.ª Maria Fernanda Alexandre

03/10/2019
ECONOMIA E HISTÓRIA – Estudos em Homenagem a José Maria Brandão de Brito, com organização de Alice Cunha, Cristina Rodrigues e Ivo Veiga
LANÇAMENTO: Dia 3 de Outubro de 2019 (5.ª feira) às 18h00, na Livraria Bertrand Picoas Plaza, em Lisboa. Apresentação: Prof. Doutor Carlos Farinha Rodrigues

28/09/2019
A ESTAÇÃO DO CABO SUBMARINO DE CARCAVELOS – Uma Presença Inglesa – Vivências e Evoluções, da autoria de Mário Eurico Lisboa
LANÇAMENTO: 28 de Setembro (sáb.), às 15h00, no Centro Cultural de Cascais.

26/09/2019
A VERDADE ESCONDIDA – 25 NOVEMBRO – As Praças da Armada
LANÇAMENTO: 26 de Setembro de 2019 (5.ª feira), às 17h30, no Auditório da União de Freguesias de Laranjeiro e Feijó

23/09/2019
O BANCO DE PORTUGAL E A SOCIEDADE MADEIRENSE, da autoria de João Abel de Freitas
LANÇAMENTO: 23 de Setembro de 2019 (2.ª feira), às 18h30, na Ordem dos Engenheiro, em Lisboa

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99